Diário de Shizu

Memóravel 21 de Janeiro

Escrito 21/01/19 18:07

Para esse memorável vinte e um de Janeiro,

Espero que seu ano de 2019, se é que você usa o calendário católico, esteja interessante para um caralho de 32 cm.

HAHAHAHHAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAH

Falando bem sério não tenho nada muito legal para dizer e sinto que poderia morrer, caso isso não mude logo.

Dizendo a verdade até tenho novidades normais e bem tediosas que não desejo receber mais felicitações pelas mesmas, visto que são super normais.

Posso dizer por fim desta entrada de diário super idiota que sinto falta de muitas coisas, mas sem duvidas sinto falta dos amigos valiosos que não consigo contar nem por sinal de fumaça...

QUE SACO FURADO!!!

Amo minha continha na Academia e preciso de finais fodões para meus textos... Para mim mesmas do futuro.

Cambio e desligo.

Tags:

Não é sexta, mas é 13

Escrito 13/06/18 23:58

Editado 2018-06-14 00:00:40

Sinto que aos poucos volto a vida ou a algo parecido, como pode ser tão difícil continuar seguindo em frente?

...

Pensando um pouco não é como se eu não tive mais criatividade, nos momentos de zero atenção, posso encontrar-me criando histórias que um segundo depois esqueço. Mais rápido que massa instantânia, HAHAHAH!

Olhando esse horizonte liso é inevitável relembrar conversas do passado, isso faz-me pensar que meu estilo (e o de vários outros autores da AC) é "assustador", "estranho", "horrendo", "insano", "etc"; (para alguns elogio) Mas o ponto é "não importa, ainda é arte. Será belo para alguém!"

Sabe, eu tenho uma certa repuginancia a humanidade; um nojo; ódio; raiva... não sei explicar.

~Mas você é um ser humano também!!~

Eu sei, por isso, tento entender-me e questionar-me diariamente... Talvez, explique o meu lado e tendência -------------------?

Ignorando toda essa besteira, eu me surpriendo com meus textos quando os releio e os amo ainda mais, as vezes, não acredito que eu escrevi "aquilo". Quase como dupla personalidade... Uma nos textos outra no mundo "real", HAHAHAHA.

A loucura que deixo vazar em --- não--- A loucura que joro em meus textos, cada vez mais e mais, e mais, e mais, mais... Fico com a dúvida: Até onde posso ir? Se eu for muito longe não saio mais? Minha visão vai queimar mais ainda para o amor? Onde está meu limite?

Oh, meu limite está em minha ignorâcia, na falta de experiencia, na falta de palavras... Não está na falta de tempo ou no silêncio da alma.

AONDE ESTÁ O SEU LIMITE?

...

Eu, sinceramente, estou com medo do mundo e do futuro; mas não quero perder essa loucura tão confortante nem minhas palavras, desejo continuar "viva ou algo parecido".

Talvez cada vez mais perdida; mas agradeço por ler até o fim, comente sua resposta.

<3

Tags: Cambio e desligo.

Maio, um recomeço

Escrito 09/05/18 16:00

"Sinto muito por pouco sentir

Se o que sinto já não vale mais

Minto muitas vezes para mim

Acreditando numa falsa paz

Apesar de tudo que vivi

Apesar do que ficou pra trás

Apesar de tudo que esqueci

Quero consertar o que em mim jaz"

(Sinto Muito Por Pouco Sentir - Thelfos Part. RuKia)

O vazio incompreendido por mim mesma é algo tão calmo que não assusta-me tanto como devia, porém, não conseguir criar um pouco mais de vida para meu próprio mundo é algo inexplicável. Sem nenhuma duvida a música, à cima, coresponde bem com meu eu atual.

Talvez, cuidando direitinho desses sentimentos tão neutros, eu seja capaz de não importar-me com acontecimentos inportunos e irritantes que muitas vezes acabam com minha mente em pouquissemos segundos. Realmente, desagradável ser frágil.

Tirando tudas essas minhas preocupações, possivelmente pouco interessantes; a criação da personalidade de personagens "atigos", nunca parou (HAHAHHAH, eu espero que jamais pare).

Para retornar aos meus dias de glória, digamos assim, sairei criando roteiros para o que se perdeu...

Sem mais nada relevante a dizer, Cambio e Desligo.

<3

Tags:

Aonde for

Escrito 08/02/18 23:30

Editado 2018-02-08 23:33:15

Que dia conturbado esse que eu tive hoje...

Mas acho que a pior parte foi ver um amigo ir embora sem eu poder fazer algo para impedir, esse sentimento humano, penso eu, está destruindo meu coração.

Quero chorar, contudo, não desejo que venha a odiar-me no futuro por ter pensamento tão fracos e destrutivos.

Preciso acreditar que talvez volte ou que foi melhor assim...

Entretanto, estou fazendo isso com vários amigos e amigas, tenho medo que seja a escolha mais errada possível.

...

Eu não consigo expressar direito esse nó na garganta ou o vazio que está virando meu ser.

Sempre existirá algo para deixar a dor um pouco menor, LEMBRANÇAS VÃO PARA SEMPRE EXISTIR, mesmo que somente em mim...

Eu espero de todo o meu coração

que estejam bem,

odiaria não estar presente

quando precisarem de alguém...

para conversar.

Cambio e desligo.

Tags:

Autocrítica - editando o primeiro romance

Escrito 23/01/18 20:58

Feliz ano novo, bem atrasado, HAHAH.

Eu não sei o que é escrever um diário, mas posso tentar algo.

Talvez algumas pessoas estejam preocupas por minha sumida da Academia, porém, não estou doente ou algo assim. Só estou em uma espécie de bloqueio criativo, chorem comigo.

Não culpo ninguém, além de mim mesma. Estar parada em casa, sem fazer muitas coisas; destrói qualquer criatividade. Contudo, tenho desejo de produzir textos. Foi com esse desejo que surgiu uma brilhante ideia em minha mente branca, terminar minhas edições para concluir meu primeiro romance!

Descobri muitas coisas sobre mim mesma e conclui outras nesse processo, ainda em andamento:

+ Descobri que eu estava lendo contos de fadas demais;

+ Estranhamente, os capítulos pareciam serem rasos, mesmo alguns tendo mais de 1.000 palavras;

+ Minhas descrições e detalhes eram inexistentes;

+ O nível mental que os personagens tinham podia e foi classificado como infantil para suas idades.

Todavia, isso não me entristece, pelo contrário, fico feliz. Poder analisar e criticar minha própria escrita, só é uma prova de que eu mudei aos poucos para melhor, contudo, jamais devo ficar satisfeita.

Para terminar,

Devo agradecer aos comentários que recebi e as obras que li, pois mesmo que, lentamente, absolvi os bons exemplos de escrita e desenvolvimento; e as análises ajudaram a encontrar meus erros e pontos fracos.

(Espero não ter ofendido ninguém)

Câmbio e desligo.

<3

Tags: