Meigue
Shizu
Tipo: Lírico
Postado: 14/08/17 22:22
Gênero(s): Drama Mistério
Avaliação: 9.52
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 9
Comentários: 8
Total de Visualizações: 271
Usuários que Visualizaram: 11
Palavras: 163
[Texto Divulgado] "Espelho da minh'alma" Eis ai uma parte do que vivi, vi , morri e renasci. Sentimentos Versos Experiência Tudo numa coerência
Não recomendado para menores de dez anos
Capítulo Único Meigue

Meu coração batia forte no peito,

eu não sabia se estava feliz ou com medo.

Seu sorriso que de longe parecia alegre,

na verdade era amargo.

Tão amargo que os dentes doíam

e o queixo tremia.

-Tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá,

ouvia-se por todo o local.

Era o som que fazia os dentes,

quando batiam uns nos outros.

Por algum motivo,

eu sorria e tremia.

Meus olhos ardiam por estarem muito tempo abertos,

mas sedeariam as lágrimas.

Presa, agora nesta sala...

Eu jurou que escuto cochichos,

todavia, eu estou sozinha...

Presa em uma ilha sem volta.

Vazia, tanto na alma,

quanto vida.

"A esperança é a última que morre".

Disse, uma vez aquela que eu chamei de mãe.

Minhas mãos arranham a pele do meu peito,

quando lembro que eu não tenho esperanças.

A faca que me torturava,

agora eu a domino:

Quem poderá parar o monstro que se libertará?

Sem pensar, eu vou te achar

para aquela batalhar terminar...

Por isso, imploro: Você deve se preparar.

❖❖❖
Apreciadores (9)
Comentários (8)
Postado 15/08/17 08:00

Que poema mais arrepiante!!!

Foi me dando um frio na espinha a cada linha!!!!

Sabe, amei demais as primeiras 6 linhas, pois foram espetaculares! E também amei demais as 6 últimas, pois foram tão incríveis, que deu vontade de chorar, gargalhar e rolar pelo chão, de tanta insanidade maravilhosa!!!!! <3

E claro que, todas as outras linhas também foram muito boas, e super essenciais!!! *-*

Um abraço!

Meiling!!

Postado 15/08/17 18:59

Agradeço muito seu comentário tão empolgado...

Fico muito feliz que tenha gostado da minha mais novas criança, HAHAHA. Sem dúvidas eu fazerei uso dela, novamente.

<3

Postado 16/08/17 13:26 Editado 16/08/17 13:27

Eu já estava amando o início e quando cheguei no final e vi aquele nome reluzente e encantador, a coisa só melhorou.

Dominar a faca.... Isso colocou um sorriso em meu rosto. Amei!

Postado 16/08/17 18:35

Sento sua feliz em cada palavra, obrigado por ler e comentar. Fiquei muito feliz...

<3

Postado 16/08/17 21:56

"

Sem pensar, eu vou te achar

para aquela batalhar terminar...

Por isso, imploro: Você deve se preparar."

Apaixonada.

Postado 16/08/17 22:02

Fico muito feliz que tenha gostado...

<3

Postado 20/08/17 00:27

Ah, que obra inspiradora temos aqui! Lembrou-me certa parte do clipe de Mein Herz Brennt, do Rammstein (inclusive achei que ela iria escavar a própria carne com as unhas até atingir o coração...)!

O que me chama bastante a atenção é a carga emocional que a senhorita, por meio de frases muito bem elaboradas, consegue adensar e obscurecer até que a danação seja irrevogável e um vindouro acerto de contas, inexorável!

Foi de fato aterrador e tal conto pede/merece uma continuação, hein! Bravo! Bravíssimo, Guro-san!

Atenciosamente,

Um ser que adoraria se preparar, Diablair.

#ad01-02

Postado 20/08/17 01:20 Editado 20/08/17 01:22

Que comentário animado, que me anima a continuar escrevendo...

Muito obrigado por todas essas palavras e eu assisti/escutei a música que falo... Gostei.

Uma continua, talvez. Estava pensado em usa-la outras vezes... essa personagem pode me render um bom escape, não sei se entende-me.

Novamente, muito obrigado por comentar e por ler, fico muito feliz.

Nota: o que quiser com #ad01-02?

<3

Postado 20/08/17 01:32

Olha, eu a apóio 200% nesta empreitada! Continue! Continue! CONTINUE!

Esta sigla é uma contagem. Faz parte do meu primeiro Auto-Desafio. Eu postei um tôpico no Fórum explicando em detalhes. Fica a dica. *emoji e carinha amarela piscando*

Postado 20/08/17 19:55

Me interessei pelo desafio, mas estou meio ocupada nessa semana útil... vai valer até sábado?

<3

Postado 20/08/17 20:07

Só passa a valer a partir da data em que a senhorita se inscrever lá no Fórum. So... Take your time and keep going the great work!

Postado 24/08/17 14:05

Eu fiquei tão na bad por causa do nosso eu-lírico, que o aperto que ela sente meio que duplica em mim. E o interessante é a primeira e segunda estrofe resumem bem a situação de várias pessoas (inclusive a dos próprios leitores): não importa quando, onde e nem o porquê, mas chegará o dia que o sorriso será a nossa melhor máscara para esconder o vazio e a dor, e os olhos serão a única forma de demonstrar essa controvérsia.

Agora, o que chamou bem a atenção é que no começo achei que seria um desabafo sobre a morte de alguém (o que condiz com a sinopse), mas lendo até o final a ideia se transformou em outra: vingança. Se reparar bem, a penúltima estrofe diz que a faca que torturava-a é a mesma que hoje ela domina, e questionamento em itálico só reforça essa situação.

Porque quando passamos por um trauma violento, inconscientemente criamos um monstro dentro de nós similar ao que temíamos, nesse caso, similar ao monstro que atentou contra nós.

E a ênfase está justamente na última estrofe: o eu-lírico quer encontrar o motivador de tudo isso; ter a última batalha. Porque dessa vez, estará preparado, assim como a outra parte deverá estar também. Só dou-te a dica de sempre que postar dar uma revisada básica para retirar alguns erros de digitação.

No mais, meus parabéns ♡

#ad01-007

Postado 15/09/17 12:38

~eu não sei responder direitinho comentários em meus textos~

A sua interpretação avaliou a fundo e comparou com a realidade, sinceramente, sinto-me envergonhada.

Muito obrigado por comentar e interpretar a minha obra, agradeço também pela dica.

(desculpa-me demora a responder-te o comentário)

<3

Postado 12/09/17 01:16

Novamente, a senhorita vem e me paralisa com uma obra extraordinária. Não retiro o que disse em um comentário de um texto anterior seu: tens realmente o talento de tocar na alma do leitor. Suas palavras são fascinantes, sem exagero.

O eu-lírico não é do tipo gritante e escandaloso aqui. Ele é quieto. Reservado. Sozinho em um canto escuro. Em alguns momentos, li os versos como se fossem sussurros ditos para às trevas. Por mais que haja um quê de agressividade nas palavras, vejo também que elas transmitem algo muito maior: amadurecimento. A dor que antes ela sentia, hoje não mais lhe machuca, pelos simples fato de ter se tornado mestre de seu sofrimento. Aquilo que era sua aflição, hoje é sua zona de conforto por saber lidar com maestria com sentimentos tão conturbados.

A experiência nos torna mestres de algo, seja ela boa ou ruim, dolorosa ou alegre, quente ou fria. Em alguns destes opostos ela se encaixa e se aperfeiçoa.

Obra maravilhosa! Meus sinceros parabéns, mocinha!

#ad01-16/98

Postado 15/09/17 12:41

<3 Comentários que leem a fundo a obra <3

Muito obrigado por ler, interpretar e comentar a minha obra, fiquei muito feliz.

<3

Postado 05/02/18 13:47

Mais uma vez, uma obra excepcional! Ao mesmo tempo é capaz de arrepiar, dar medo, empolgar e despertar inúmeras sensações no leitor. O final marca ainda mais a obra em nossas mentes, e definitivamente vai ficar na minha por um bom tempo. Meus parabéns!!

Postado 05/02/18 23:12

Muito obriagdo, fico feliz que minha obra tenha causado tantos sentimentos.

<3

Postado 12/09/18 07:59

Otima obra. Bem escrita, com um tom incomum e envolvente. Continue assim.

Postado 12/09/18 23:39

Agradeço o comentário e, ocasionalmente, a leitura do mesmo.

<3