Desejo
Hiryuu
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 21/01/18 22:50
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 3
Comentários: 4
Total de Visualizações: 215
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 237
[Texto Divulgado] "O olhar de Jurema" Jurema, uma brasileira comum, tem seu dia a dia e sua reflexão sobre sua vida narrada neste conto, que visa mostrar uma breve descrição do brasileiro em geral.
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Notas de Cabeçalho

Outro texto antigo? É, mais um.., então, já sabem... sem re-revisar...

Capítulo Único Desejo

Ele forçou-se a manter a consciência. Aquela sensação o envolvia, apagando os demais sentidos. Tudo se resumia ao êxtase daquele momento.

Ela sentia-se flutuar. Tremores e calafrios percorriam seu corpo, subindo e descendo por sua espinha centenas de vezes por segundo.

- Por quê? – ele se perguntava. Nem mesmo gostava dela. Quase nunca haviam se falado. Pouco se viam. Mas, quando a chama se acendeu, nunca mais se apagou.

- Por quê? – ela se perguntava. Sempre o achara estranho. Não que houvesse alguma vez realmente prestado atenção nele. Até o dia em que ficaram trancados no elevador.

Eram quase vizinhos, ela morava no 6° e ele no 8° andar. Foi onde acabaram quando o elevador voltou a funcionar. Até hoje não sabiam exatamente como a situação saíra do controle ou porque acabaram aquela discussão na cama dele.

Três horas mais tarde, ela deixava o apartamento dele, sem trocarem palavra. Sua convivência continuara igual nos dias que se seguiram. Até que se cruzaram no hall certa noite. E acabaram, de alguma forma, na cama dela.

Não se conheciam, de verdade. Não se gostavam, de fato. Mas, sempre que seus olhos se cruzavam, o desejo se apossava de seus corpos e nada os impedia de terem o sexo mais selvagem que jamais haviam ousado ter com alguém. Para logo após seguirem suas vidas.

Não se gostavam. Mal se conheciam. Mas não reclamavam, desde que seus corpos continuassem satisfazendo um ao outro.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Acho q até q não tá tão ruim assim...

Apreciadores (3)
Comentários (4)
Postado 22/01/18 22:08

Esse é o tipo de trama que renderia uma excelente trama (por favor, nos prestigie com isto).

O mais legal neste texto, é o envolvimento puramente carnal dos protagonistas e fomos situação entre eles é a mais improvável. Nem eles mesmos conseguem compreender tudo isso. É muito bom ler algo que não tenha aquela dose pequena de romance, apenas um envolvimento benéfico para ambos os lados e nada mais do que isso.

Parabéns por esse texto ❤

Postado 23/01/18 01:00

Às vezes nossos instintos primordiais se sobrepõem à razão ou aos sentimentos... Tudo que sentimos é o desejo fluindo através de nossos corpos....

Obrigado <3

Postado 31/01/18 18:32

Sinistro... Muito sinistro mesmo.

Parabéns!

Postado 31/01/18 18:39

Praticamente tudo é "sinistro" pra tu.................

Enfim.... Thx pelo comment :*

Postado 15/02/18 10:02

COMO EU AMEI ISSO!

Parabéns por este conto tão... Real.

Postado 15/02/18 10:09

Opa, thx! Fico feliz q gostou :)

Postado 20/08/18 23:24

Legal e possivel no contidiano.