Helium
Sorelly
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 31/01/18 20:18
Avaliação: 9.67
Tempo de Leitura: 37seg a 50seg
Apreciadores: 4
Comentários: 3
Total de Visualizações: 162
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 100
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de catorze anos
Notas de Cabeçalho

I'm trying but I keep falling down

I cry out but nothing comes now

I'm giving my all

And I know peace will come

I never wanted to need someone

( Helium - Sia )

Capítulo Único Helium

– Garçom, me vê uma dose da bebida mais forte que tiver. Afogue-me até não restar quaisquer suspiros, fazendo-me esquecer do desperdício existencial que me tornei. Querido, por anos tentei ser forte, criando uma imagem distorcida daquilo que de fato sou. Todavia, do que adiantou criar toda essa teia de mentiras? Você não está mais ao meu lado. Não é em seu corpo que penetro algumas noites, tampouco acaricio; não é a sua essência que sugo ou o seu prazer que é derramado. Não é mais o seu amor que me faz levantar e encarar mais um dia agonizante de vida.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Créditos da capa: @Yvi

Obra dedicada à ela

Apreciadores (4)
Comentários (3)
Comentário Favorito
Postado 09/02/18 16:35

Poucas palavras que conseguem retratar com maestria a realidade vivida pela narradora. O sofrimento transborda das palavras e alcança o leitor com muita intensidade. Sabe-se bem que perder alguém é árduo e lidar com a partida de alguém importante é ainda mais doloroso.

Nós nunca estaremos prontos para perder alguém, porém, em hipótese alguma, iremos aprender a lidar com a ausência desse indivíduo.

Novamente, tocando o coração do leitor com a dose certa de drama, romantismo e uma pitada de erotismo. Parabéns ❤

Postado 10/02/18 21:43

É exatamante isso ;--;

Obrigada, Brina ♡

Postado 07/02/18 00:14

Já venho dizendo que li esse texto antes de todo mundo. Amém!

Queria dizer que essa playlist está fazendo maravilhas com você. Por mais textos assim, vote (não consigo pensar em nada que rime, sorry). T.T

Talvez eu seja uma Doente mais Doente que o normal, mas eu imaginei uma criatura tentando se afogar em um copo de caipirinha e um garçom todo lindo tentando impedir esse desastre. Foi estranho, mas foi bonitinho de imaginar. Sei lá, sou Doente. Já deixei de tentar entender meus devaneios.

Parabéns!

Postado 10/02/18 21:42

Essa playlist acaba comigo, sério :c

Obrigada, Sr. Doente ♡

Postado 11/02/18 09:21

As vezes eu penso "quando eu crescer quero ser como a Pam". Cara, teus textos são extremamente perfeitos, sério. Sou muito sua fã, sem brincadeira.

O modo como tu consegue conectar palavras aos sentimentos dos leitores é tão maravilhosa que dá vontade de ler e reler várias e várias vezes.

Perder alguém nunca é fácil e os seres humanos não são programados pra aprender a lidar com a perda. Nunca. E esse texto demonstra isso com clareza e delicadeza apesar de ter erotismo envolvido.

Parabéns, Pam. Seus textos são espetaculares! ♡

Outras obras de Sorelly

Outras obras do gênero Drabble

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Erótico ou Adulto

Outras obras do gênero Romântico