Despedaçado
Hiryuu
Tipo: Lírico
Postado: 13/02/18 23:28
Editado: 13/02/18 23:30
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 36seg a 48seg
Apreciadores: 3
Comentários: 4
Total de Visualizações: 743
Usuários que Visualizaram: 5
Palavras: 97
[Texto Divulgado] "Por trás da porta" O que uma mente insana é capaz de fazer? ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Nem sei o que comentar...

Capítulo Único Despedaçado

Nosso amor era perfeito

Apesar do que todos diziam

Mas no fundo era insuspeito

A verdade poucos sabiam.

Mas um dia tudo acabou

Chegamos a um ponto final

Meu coração você despedaçou

E de retorno não havia sinal.

Era o fim de nossa relação

Apesar dos anos de protelação

Ainda assim despedaçado ficou meu coração.

Os pedaços dele guardei

Trancados no fundo do peito deixei

Mas nosso passado nunca esquecerei.

Agora aguardo quem um dia chegará

E as correntes em meu peito quebrará.

Quem será aquela que me fará sentir amado

E juntará meu velho coração despedaçado?

❖❖❖
Notas de Rodapé

Continuo sem saber o q comentar....

Apreciadores (3)
Comentários (4)
Postado 21/02/18 01:34

A intensidade chegou neste poema e fez morada. É incrível a forma que você conseguiu capturar a essência de um coração partido em versos tão breves. As rimas deram um charme sutil ao sofrimento e, ao mesmo tempo, trouxeram uma atmosfera bela ao contexto descrito.

Meus parabéns ❤

Postado 21/02/18 12:54

Nem sei o q dizer, rsrs

Obrigado, que bom que gostou :*

Postado 25/05/18 20:22

Algumas décadas depois, cá estou.

Isso é tão a tua cara que chega a ser estranho, sabia? kkkk

Parabéns!

Postado 01/06/18 21:44

Oi? Pq a minha cara, minha anjinha??

Brigadaum, anyway....

Postado 01/06/18 22:21

....

Postado 01/06/18 22:25

What?

....

Postado 24/10/18 00:18

São como rimas que encontramos em livros infantis antigos, com aquelas capas grossas e vermelhas... É simplesmente cálido, majestoso.

Uma bela obra!

Postado 06/03/19 20:22

Continue a esperar, sem nunca deixar de acreditar, e um dia encontrará a resposta e saberá o que comentar...

Outras obras de Hiryuu

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo