(In)Sã II
Malva
Tipo: Lírico
Postado: 20/06/18 14:25
Tags: (In)Sã
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 35seg a 47seg
Apreciadores: 1
Comentários: 1
Total de Visualizações: 169
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 95
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Se passou por aqui, saiba que lhe desejo uma ótima leitura!

Capítulo Único (In)Sã II

A flor que cresce no meio do concreto não espera o grande afeto para continuar a crescer

A saudade aqui presente não espera um conceito para dizer que se sente

A espera do relógio não se faz do tempo que passa

A esperança que tanto se fala, não se ouve

A religião cuja fé precede, apenas se excede

A droga é o caos que do caos a droga foi feita

E toda poesia aqui escrita nunca foi verdadeiramente entendida

Pois é preciso se perder cada vez mais na própria insanidade para permancer sã nesse mundo

❖❖❖
Apreciadores (1)
Comentários (1)
Postado 07/10/19 23:23

Tantas verdades em poucas linhas. Parabéns por isso!

Postado 13/10/19 23:02

Muito obrigada!!! <3

Outras obras de Malva

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Crítica

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo