Repetição, só em meus sonhos
Shizu
Tipo: Lírico
Postado: 31/10/18 22:10
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 1
Comentários: 1
Total de Visualizações: 36
Usuários que Visualizaram: 2
Palavras: 306
[Texto Divulgado] "O olhar de Jurema" Jurema, uma brasileira comum, tem seu dia a dia e sua reflexão sobre sua vida narrada neste conto, que visa mostrar uma breve descrição do brasileiro em geral.
Não recomendado para menores de dezoito anos
Notas de Cabeçalho

Não tomo responsabilidade por eventuais arrependimentos ao ler. Sem mais nada a dizer... Boa leitura.

Capítulo Único Repetição, só em meus sonhos

Ontem, eu tive um sonho

Estava em pé e olhava fixamente o chão

Observando minhas lágrimas caírem

Minhas mãos vieram ao encontro das mesmas

Cobertas de sangue, incrivelmente, belas

Ao olhar para minha frente

Todo o homem que você era, encontrava-se

Embebido no medo e horror

O terror em seus olhos cinzas era...

Era um estopim para a excitação do meu ser

O interruptor que acordava algo de maravilhoso em mim,

Como eu poderia não desejar ver mais de mim mesma?

Preso; totalmente, imóvel

Só esperando, alguém se aproveitar de todo seu corpo

Aproveitar-se é meu apelido, Baby

Não me dê esse tipo de oportunidade!

Te fiz de tapete e pano de chão

Chegou a implorar aos berros e prantos para que eu o deixasse gozar

Vê-lo aos trapos foi magnificamente prazeroso

Mas não era o suficiente

Só morder até conseguir sangue

Não era o suficiente

Só queimá-lo até sentir cheiro de churrasco

Não era o suficiente

Só deixá-lo vivo

Não era o suficiente

Sussurrei em seu ouvido, calma

Como cair de uma pluma:

– Eu preciso de só mais um pouco,

talvez eu precise só quebrar o seu pescoço

Com as duas mãos, desligá-lo do troco...

A esperança que brilhou em seu olhar quando parei

– Quase matei sem dor ou demora...

O morrer de seu prevê alívio

Não poderia ter um preço maior

Ao refletir a lâmina no olhar cinza

Minhas pernas bambearam

E minha vagina pingou por estar molhada

O sangue que manchava de tudo

Meus espasmos sem controle

Teus grunhidos abafados por um pano na boca

Meus gemidos roucos que pingavam suor

O orgasmo sem repetição (?)

– Foi a minha melhor trança!

Chego a coçar-me de tanto desejo...

Em meus sonhos vou repeti-lo muitas vezes

Contudo, acredito que não podemos fazer o mesmo fora deles

Então, vamos aproveitar profundamente essa única vez na vida real?

❖❖❖
Apreciadores (1)
Comentários (1)
Postado 05/11/18 19:52

GENTE

Por essa eu não esperava :o

Bom trabalho neste texto sensual e perturbador

Postado 06/11/18 09:25

Agradeço o elogio e fico feliz que tenha lido e até mesmo comentado.

<3

Outras obras de Shizu

Outras obras do gênero Erótico ou Adulto

Outras obras do gênero Fantasia

Outras obras do gênero Romântico

Outras obras do gênero Terror ou Horror