O solene juramento
Zeref the white
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 02/06/19 22:35
Gênero(s): Crônica Poema
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 47seg a 1min
Apreciadores: 2
Comentários: 2
Total de Visualizações: 176
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 127
[Texto Divulgado] "A esperança na sombra da morte." Ódio ou Esperança? Qual desses sentimentos poderia proteger o amor?
Livre para todos os públicos
Capítulo Único O solene juramento

No dia em que te conheci eu jurei.

Jurei que sempre estaria ali. Para ser uma luz na noite escura e a sombra que te refresca do sol escaldante.

Não é amor. Não é desejo. E simplesmente algo maior , muito maior e mais complicado de explicar.

Sei que posso me machucar, mas que guerreiro foge da batalha temendo se ferir?

Chega a ser engraçado. Dizes que nada sei de tu mas sei o suficiente para fazer o juramento que fiz.

Que o seu destino seria diferente. Diferente do meu.

Eu sou a luz que brilha na noite e a escuridão que refresca ao meio dia.

Podes me negar. Podes me odiar. Mas nada disso importa pra mim.

Apenas uma coisa e você sabe oque é... ou não...

❖❖❖
Apreciadores (2)
Comentários (2)
Postado 03/06/19 08:15

Nunca vou compreender algo tao enigmático quanto isso, esse texto tem tantas lacunas e tantas paredes falsas, não entendo porém em meu íntimo sinto que entendi.

Postado 03/06/19 08:19

Se em teu intimo ja sabes a resposta, entao compreendeu o que era para se compreender

Postado 15/09/20 08:19

Muito lindo!

Ao ler seu texto me transportei no tempo, para aquelas épocas dos cavaleiros andantes que juravam amor e fidelidade a uma donzela que provavelmente nunca seria sua...

A fala do protagonista transmite não só amor, mas ao meu ver, profundo respeito e honra ao ser amado.

Gostei muito!

Parabéns!