Querido diário de madrugada.
Pequena Estrela
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 09/07/19 11:25
Editado: 10/07/19 18:00
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 2
Comentários: 2
Total de Visualizações: 96
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 249
[Texto Divulgado] "Conhecimento de tela" Tenho assistido muito vídeo no Youtube ultimamente. Tenho visto muita coisa sobre filosofia e medicina, sobre comportamento e história. Isso é muito legal, pois pareço ser um cara intelectual, que busca meios para entender melhor a si mesmo e a sociedade. No entanto, os problemas são dois: não sei se o que me dizem é verdade e não sei o quanto absorvo do que vejo.
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Notas de Cabeçalho

Apreciem sem moderação

Capítulo Único Querido diário de madrugada.

Querido diário de madrugada.

Sinto um calor descomunal emanar de mim, algo que não posso sequer definir.

Seus lábios nos meus fazem eu perder o controle todo, sinto arrepios intensos, pulsações em locais inapropriados.... Eu queria mais.

Então, empurro meu proprio corpo contra o leito macio e o puxo comigo, arranco tua camisa violentamente e a jogo em um canto, sinto sua boca contra meu ouvido, sussurrando coisas indelicadas, eu gostava daquilo.

Sentia seus chupões marcarem meu pescoço, eu era dele e ele fazia questão de mostrar isso, sinto tuas mãos adentrarem minha blusa e a tira de mim, apertando-me os seios sem delicadeza.

E eu gemia, suspirava, logo sentia seus lábios naquele lugar tão delicado e que só me fazia ficar mais excitada.

Naquela bagunça, só sabia despi-lo e senti-me me despir, senti tua boca abaixar até entre minhas pernas, e me chupar, e eu já não estava mais em mim, nem disfarçar os sons que vinham de minha boca.

Senti que iria vir, e de fato vim, e ele gostou, sussurrou provocativo "Você foi rápida"

E antes que eu o respondesse, o senti e dentro do meu corpo, e alma.

Apenas agarrei-me a teu corpo, arranhei a carne, senti teus movimentos e tua intensidade, sua força, sua voz.

E senti ele vir, e eu também vim.

Não ouve o "eu te amo" no final.

Mas eu também não queria ouvir e senti-lo mentir.

Eu também não mentiria.

Amanhã ele não estaria ali e seria um novo dia.

❖❖❖
Notas de Rodapé

É isto...

Uff! Isso foi quente.

Apreciadores (2)
Comentários (2)
Postado 09/07/19 11:30

Só isso?! Ta de brincadeira neh! Nem quebrou a primeira lasca de neve.

Vai ter que melhorar mais um pouco. Anda . Sem dó, srta puritana.

Ta muito fraquinha.

Postado 09/07/19 11:41

Faça melhor então mi hermano, estoy a espera cabrón.

Postado 09/07/19 12:02

Tua resposta acabou de ser postada , sem dó e sem misericórdia. Pura e carnal. Aguenta lá

Postado 03/10/19 14:46

Nossa, mas o que acabei de ler?

Interessante.

Postado 03/10/19 21:51

Fico feliz que tenha apreciado