Dezoito.
Pequena Estrela
Tipo: Lírico
Postado: 29/12/19 13:00
Gênero(s): Poema
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 35seg a 47seg
Apreciadores: 1
Comentários: 2
Total de Visualizações: 269
Usuários que Visualizaram: 4
Palavras: 95
[Texto Divulgado] "Callidora" Uma jovem relata suas experiências após alcançar a imortalidade e tudo do que veio junto à ela: os amores, as descobertas, as aventuras, a sede por sangue e, até mesmo, a morte.
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Espero que gostem.

Capítulo Único Dezoito.

Ontem, realizei mais um ano de vida

dezoito primaveiras realizadas

dezoito luas e sóis vistos

tantos sentimentos embaralhados

não é bem poesia de rima

é mais algo para mim

me miro no espelho e enxergo uma nova eu, que muito antes já existia....

mas só com esta nova idade, se revelou.

me vejo mulher, e ao mesmo tempo tão menina.

a idade me traz o tédio, porém ao mesmo tempo tudo me fascina

espero que com esta nova vida

eu possa me mirar na areia aquecida

e ver alguém que eu ame

a mim mesma...

❖❖❖
Notas de Rodapé

é isto

confuso

maluco

porém é isto

beijão!!!

Apreciadores (1)
Comentários (2)
Postado 31/12/19 11:43

Amei Sah. Lindo como vc

Postado 13/08/20 21:55

Que poema mais fofo! O eu lírico consegue transmitir com muita veracidade as transições da vida e as dúvidas malucas que a idade traz. Crescer não é fácil, mas é gratificante compartilhar o mundo com as pessoas que amamos e ver as mudanças em nós mesmos com o passar da existência.

Desejo que muitas primaveras continuem a enfeitar sua vida! c: (meia atrasada, mas é com muito carinho e sinceridade, rs)

Obrigada por compartilhar essa obra conosco!

Parabéns, Estrela ♥♥♥

Postado 13/08/20 21:58

Aaaaaaaa como eu amo você Brina!

Viyve é tão doce e adorável, tão fofa, sério, seus comentários são como um vagalume no escuro.

E Obrigada pelo carinho ❣️❣️