Lâmina tingida de escarlate
Monise
Tipo: Lírico
Postado: 19/10/20 23:08
Editado: 19/10/20 23:15
Avaliação: 9.6
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 8
Comentários: 7
Total de Visualizações: 211
Usuários que Visualizaram: 10
Palavras: 289
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de dezoito anos
Capítulo Único Lâmina tingida de escarlate

Cansada de tudo!

Presa na velha história...

Sempre a amiga,

Nunca a amada

Nunca a amante...

Sempre a cupido de todos

Nunca o alvo!

Sempre ajudando

Nunca ajudada...

Romances, palavras doces

Poesia, agonia!

Sempre amando

Nunca amada...

Seus desejos, seus sonhos

Valiam nada!

Ninguém a olhava

Ninguém a via, até que...

Ele apareceu!

Lindo, perfeito

Amigo, amante

Tudo o que sempre sonhou...

Infelizmente era ela um simples fetiche

Era um brinquedo

Que o narcisismo dele

Manipulava em segredo...

Levou-a às alturas

Fez com que ela sentisse que era especial

E ela se deu

Derretia-se em elogios ao amado...

Dia a dia alimentava a Narciso

E ele brincou

Gozou, fez dela o que quis

Depois cansou e se foi.

Ela chorou, implorou, rastejou

Patética, digna de pena...

Sem ele era ninguém

Sem ele já não existia...

Tentou conversar

Tentou investir

Tentou seduzir

Humilhou-se até o pó!

Ele se divertia, ria, zombava!

Seu sofrimento a ele não tocava

Fez questão de ir a casa dela

Levou uma bela e a beijou na frente dela!

Usada! Rejeitada! Humilhada!

Isso não ficaria assim...

Comprou uma bela faca

Afiou com cuidado e carinho

Admirou a brilhante lâmina...

Convidou-o, que viesse sozinho

Era o último adeus na ponte do cais

Tinha um presente...

Ele chegou magnífico, como sempre!

Me concede um último desejo?

Um beijo e te dou o seu presente...

Ele sentindo-se um deus

Se inclinou sobre ela para o adeus...

Lábios quentes, beijo ardente

O presente ela lhe deu

Sangue quente escorreu

Tingiu de escarlate a brilhante lâmina.

O corpo dele caiu no mar

Ela sentiu a brisa, o ar

Lindo luar

Perfeita cena...

Chegando tranquilamente em casa

Rosto em brasa

Foi ao dicionário: AMOR

Repousou ali a preciosa lâmina tingida de escarlate.

❖❖❖
Apreciadores (8)
Comentários (7)
Postado 19/10/20 23:26

Tão bom ler um texto e se identificar com as palavras. Eu tive um amor uma vez. Mas não acabou bem. Ela era humana demais. Queria mais de um ao mesmo tempo. Foi uma tragédia e tanto.

Excelente. Amores não correspondidos... Eu os amo.

Postado 21/10/20 00:41

Tem amores que são complicados mesmo!

Obrigada pela presença e comentário :)

Postado 20/10/20 21:10

A dor, a agonia crescente conflitante com o amar e a dor fazendo-a sucumbir que descrição perfeita!! Adorável, parabéns!

Postado 21/10/20 00:41

Obrigada, agraciada por seu comentário!

Postado 20/10/20 21:20

Texto muito interessante e com um final bem bolado. Parabéns pela escrita!

Postado 21/10/20 00:42

Obrigada pelo apoio e presença!

Postado 21/10/20 00:09

Que belo poema. As rimas combinaram perfeitamente com o clima dos acontecimentos.

Parabéns!

Postado 21/10/20 00:41

Obrigada!

Postado 21/10/20 16:37

Que poema incrível! A leitura é cativante por conta das rimas bem construídas, além de fazer o leitor ficar arrepiado com os acontecimentos. A dor desse eu poético é extremamente palpável... O amor realmente mexe com a cabeça das pessoas.

Obrigada por compartilhar conosco!

Parabéns, Monise ♥

Postado 21/10/20 21:28

Obrigada a você por tirar um tempinho para ler.

Agradeço o carinho e presença!

Postado 05/12/20 20:15

Os seus poemas são sempre tão belos, senhorita Monise!

Adorei o modo como as palavras formaram uma linda sequência em meio a tristeza que elas expressavam no decorrer das linhas...

Esse final me fez ficar contente, foi magnífico o modo como tudo aconteceu! Ela antes sofreu tanto... Mas no final riu por último...

Excelente! Parabéns!

Um abraço <3

Postado 06/12/20 19:04

Fico feliz que tenha gostado.

Obrigada por ler e comentar!

Postado 01/02/21 01:26

Eu nunca me canso de admirar suas obras! E nunca sei ao certo como fazer um comentário a altura, suas obras são sempre enriquecedoras e surpreendentes!

A maneira como você fez conexões do título com o final de seu texto, me deixou arrepiada!

Eu te agradeço por me agraciar mais uma vez com um "poema pungente" de partir o coração, como este, é triste o ponto que a personagem precisa chegar para se libertar do que a persegue.

Por fim, de todas as formas, parabéns! <3

Postado 08/02/21 08:31

Obrigada pelo carinho e presença.

Seus comentários são um incentivo para mim!

Beijinhos!!!

Outras obras de Monise

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo

Outras obras do gênero Terror ou Horror