Término Quase Rima com Inferno
Diablair
Tipo: Lírico
Postado: 23/01/21 04:40
Editado: 23/01/21 04:53
Gênero(s): Poema Reflexivo
Avaliação: 9.8
Tempo de Leitura: 2min
Apreciadores: 3
Comentários: 2
Total de Visualizações: 134
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 358
[Texto Divulgado] "Escrevendo O Rei de Amarelo" Uma professora de Literatura e Escrita Criativa decide trazer para a realidade uma peça fictícia que deixa seus leitores loucos. O que poderia dar errado?
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

R.E.M. - Everybody Hurts

https://youtu.be/BTzHDk1Quck

Dedicado àquele(s) cujo melhor não foi o suficiente.

Capítulo Único Término Quase Rima com Inferno

Antes de tudo, que seja dito:

Eu nunca tinha percebido

Que a palavra "término"

Quase rima com "Inferno"

Talvez porque se assemelham

No âmago de quem eles reinam,

Cheios de fantasmas (lembranças)

Que concedem suspiros e insônias

E fazem da sua cabeça

Um reino de tortura e tristeza,

Em um ciclo constante

Que corrói e consome

Praticamente sem pausa

Seu íntimo buscando reduzí-lo

Ao nada...

Bom, o que quero dizer

É que esses versos são para você

Que estava no fundo do poço

E um dia, com ajuda e esforço,

Estava subindo

Estava sorrindo

Estava quase saindo daquela prisão

Onde estivera tanto tempo que não

Pensava que pudesse sair a não ser

Sob sete palmos do chão.

E então a mesma mão

Que no princípio jogou a corda

E te ajudou a subir

Um dia veio a decidir

Cortá-la e te deixar cair

Como se você fosse uma lágrima

Em uma queda longa e trágica

Despencando de volta para o fundo

Daquele buraco sombrio e imundo...

Deixe-me contar o que te aguarda

Uma vez que a queda acaba:

Dois lutos a serem vividos;

Um por tudo o que foi perdido

E outro por tudo o que poderia ter sido...

Eis o legado do coração partido.

E o sofrimento vem porque

Tudo aquilo era inestimável para você.

Então, é normal doer tanto,

Sentir que machucou ao ponto

De ser considerado

(Ou até mesmo derramado)

O pranto.

Isso não é sinal de fraqueza:

Com toda a certeza,

Esse é o preço a ser pago

E de algum jeito tem de ser externado.

Não faz bem deixar guardado

Tanto sentimento do presente e do passado

Então encontre o caminho

Para deixar seu coração ferido

Ser curado pelo tempo.

Tenha paciência, mesmo sofrendo.

Busque e/ou ACEITE ajuda

E se permita o processo de cura

Pois, leve o tempo que levar,

Tudo isso pode e vai passar

Se você deixar.

Vai chegar uma hora

Que a dor irá embora

Assim como o que era perfeito também foi...

E depois,

Você finalmente será capaz de aceitar

Que apesar de término com inferno

Quase rimar,

Você tem que superar

E o poço voltar a escalar...

❖❖❖
Notas de Rodapé

Só... Aguente firme.

Apreciadores (3)
Comentários (2)
Comentário Favorito
Postado 16/02/21 20:20 Editado 16/02/21 20:22

O amor é o sentimento mais atroz que aflige a alma humana. É tão doce, tão belo, tão sublime, que de tão maravilhoso, nos faz subir e subir, voar, bem lá alto, para então de repente, e não mais que de repente, tudo sair do lugar, e nos fazer cair... E dizem que mais alto o voo, mais alta a queda... para todos os envolvidos.

Essa obra já começa esplêndida desde o título, que eu particularmente achei perfeito. Gosto de títulos longos, pois se parecem mini-textos cheios de coisas para dizer e gritar aos leitores.

A narrativa presente no poema nos prende a atenção, nos envolve e nos faz sofrer em conjunto com o narrador. É impossível não se identificar, tanto com a voz do eu lírico, quanto com a voz do outro lado, a voz que fez esse protagonista sofrer. Todas as vozes se unem dentro das almas tristes que realizam essa leitura, e as vozes brigam, gritam e choram, dilacerando o leitor...

Você é o poeta que eu mais admiro, pois sua capacidade de contar coisas e de expressar sentimentos através dos poemas cheios de rimas, é uma capacidade exuberantemente incrível.

Atenciosamente, uma criatura que talvez não saiba escalar,

Meiling...

Postado 16/02/21 21:19

Srta Meiling, sua sensibilidade, seja como autora, seja como leitora, nunca cansa de me impressionar e surpreender.

Suas palavras emudeceram-me, então peço desculpas por minha total e permanente incapacidade de lhe responder adequadamente tão visceral review...

Talvez a senhorita não saiba escalar, mas acredito fortemente que em breve contará com uma corda para auxiliar sua subida, então não se preocupe... Eventualmente, a senhorita vai sair do fundo de seu poço e voltar a ver o mundo sem lágrimas nem gritos, nem dilaceramentos internos. Isso me é tão certo que posso até visualizar tal coisa em um futuro não muito distante.

Muitíssimo obrigado pelos elogios sempre tão enaltecedores e pelo feedbback tão profundo, Srta Meiling! Gratíssimo, gratíssimo!

Postado 23/01/21 21:42 Editado 23/01/21 21:43

Adorei! E amei essa mensagem final!

"Busque e/ou ACEITE ajuda

E se permita o processo de cura"

Deixe ser ajudado, se não conseguir seu ajudar com sua própria força pelo menos deixe que alguém te ajude, vai acabar descobrindo aliados/amigos/pessoas que se importam com você.

Saber eu li ou assisti em um filme algo como deixar-se sentir o termino/luto permitir sentir que aquilo acabou e poder aceitar melhor, talvez eu já esteja confusa ahhaah

Eu amei as rimas que colocou cuidadosamente ao longo do poema e como ficou incrível e leve de se ler! Meus sinceros parabéns!!

Assinado uma pequena vampira, Shizu, <3

Postado 31/01/21 21:57

É tudo muito bom e bonito de ser escrito ou lido, mas o problema maior é de fato fazer tais coisas...

De todo modo, fico absolutamente agradecido por suas palavras e também por sua amizade, Guro-chan. Gratíssimo, gratíssimo!

Postado 10/02/21 18:43

O fazer pode parecer um monstro, mas dizem as línguas de alguns médicos que para criar um novo hábito você deve faz-lo pelo menos 15 dias... E concordo de certo modo.

Agradeço por sua amizade tbm, Diablair <3