Tu Que As Estrelas Protegem
Guilherme Isaac Thomas
Tipo: Lírico
Postado: 08/06/21 09:08
Editado: 10/06/21 03:51
Gênero(s): Poema
Avaliação: 9.48
Tempo de Leitura: 48seg a 1min
Apreciadores: 9
Comentários: 7
Total de Visualizações: 848
Usuários que Visualizaram: 16
Palavras: 128
Este texto foi escrito para o concurso "Amor à Moda Antiga" Escreva uma carta que fale sobre amor, seja romântica ou não. Ela deve ser endereçada a alguém (real ou imaginário) e você pode falar sobre que quiser nesta carta desde que seja sobre amor! Ver mais sobre o concurso!
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Tu Que As Estrelas Protegem

3 de junho de 1960

À minha longínqua Vanessa

Sentado observo as estrêlas

No embalo da noite

Atraídas pela brisa suável que faz

Cujo encanto a mim alicia

Em alma desnudada

Nos segredos transbôrdos do horizonte

A meu ouvido soletrado teu nome trazem

Teus cheiros que me invadem

No mesmo aconchêgo

Dos ventos que me furtam a saudade

Dos teus toques de menina

Do teu sussurro embevecido

Extasiado, e ademais

Dos teus beijos que um dia me embriagaram

As estrêlas me persuadiram

Quando as quis me conduziram

E uma delas, aquela que brilha mais

Me tornei

E quando precisastes

As noites te alumiei

Aonde quer que fores

Se pedires te beijarei

Se procurares me acharás

Ao lado de ti

Porque nunca me distanciei.

Para sempre teu brilho

Liam

❖❖❖
Notas de Rodapé

Bom!

Espero que valha pena...

Apreciadores (9)
Comentários (7)
Comentário Favorito
Postado 05/07/21 21:50 Editado 05/07/21 22:00

Querido Guilherme,

Que maravilhoso poema, doce, delicado, suave... Me lembra de amores que merecem ser vividos à flor da pele, amores que fazem as estrelas e outras orbes espaciais se enclinarem, admirados!

Amei a linguagem que você usou, demorei um pouco para captar se eram erros de gramática, ou representação histórica da escrita... Mas aí me toquei de que tu é de Portugal, ou seja, escrita impecável, de qualquer forma!

Muito sábio e ousado, não contava com a juíza de concursos lerda HAHAHAHA, muito obrigada por participar do concurso! Boa sorte!

Com carinho,

Aquela que bateu a cabeça em uma estrela por estar andando nas nuvens,

Seis.

Postado 07/07/21 06:43

Meu muito obrigado, Seis!!!

Postado 10/06/21 07:03 Editado 10/06/21 07:15

Mas vale a pena sim, e como! Posso apenas imaginar quais efeitos uma carta tão agradável aos olhos de quem lê cause ao coração de quem a recebe. Eu, como amante deste tipo de texto curto mas cheio de significado (e como alguém que não consegue escrever um destes, hihi,) lhe digo que este foi um dos melhores poemas que li no ano - e olhe que eu tenho lido muita poesia ultimamente.

Quis extender esse comentário copiando aqui alguns dos meus versos favoritos desse poema, mas descobri que todos são. De qualquer forma, meus parabéns e boa sorte, e que a longíngua Vanessa um dia se aproxime, assim como todas as estrelas passam sua breve (porque deveria ser eterna) vida ora se distanciando, ora se aproximando. <3.

Postado 11/06/21 02:15

Muito obrigado por estas palavras maravilhosas aqui ditas por ti, Sr. Sena. Meu muito obrigado!!!

Postado 18/06/21 09:13

Seu texto é arrebatador! Receber uma carta assim, com certeza, levaria o objeto de tamanha veneração às alturas...

Parabéns pela obra e boa sorte no concurso!

Postado 21/06/21 01:41

Obrigado Monise!!

Postado 21/06/21 15:07

Pelo ardor de todo o Inferno... Como não ter o âmago alcançado de modo robusto e inegável por um poema tão belíssimo?

A identificação tanto com Liam quanto com os seus sentimentos e reflexões acerca da amada me foi imediata e o baque devido aos versos finais, inevitável... Que obra primorosa, Sr Guilherme! Que obra!

Meus mais sinceros parabéns e muito boa sorte no concurso! Gratíssimo por compartilhar algo tão precioso conosco!

Sinceramente,

Um ser que se tornou a silenciosa e gélida escuridão entre estrelas, Diablair.

Postado 23/06/21 03:14

Muito obrigado, Sr. Diablair!!!

Postado 22/06/21 19:28

Ah, Senhor Guilherme, eu amo a forma como tudo o que escreve, me atrai de uma forma arrebatadora.

Seu poema está belissímo, lindo, magnífico, execepcional e quantos outros adjetivos quiser inserir nesta perfeição.

Desejo que quando Vanessa se for, ela encontre seu Liam e que os dois vivam um encantador amor no mundo das estrelas. (Sei que isso vai acontecer, amores eternos sempre ficam juntos, não importa o que ocorra.)

O Senhor escreveu algo esplêndido, meus parabéns!

Postado 23/06/21 03:20 Editado 23/06/21 03:23

''(Sei que isso vai acontecer, amores eternos sempre ficam juntos, não importa o que ocorra.)''

Muito certo, não importa o que ocorra mesmo, vão ter que se encontrar.

Muito obrigado pelo comentário Mèng NíngYì!!!

Postado 09/07/21 00:11

AAHhh!!~~ Estou emocionada com este final que romântico~

Eu estaria disposta a ler uma obra mais longa sobre este casal se for por suas palavras, a forma como usa das metaforas para pintar essa ligação amorosa o autor da carta tem com sua amada é de tirar o folêgo e deixar o peito quentinho.

É uma inestimável graça ter seu poema participando do concurso e por ter a oportinudade de ler-lo, agradeço por compartilhar! Eu adorei muito~

Assinado uma pequena vampira, <3

Postado 09/07/21 06:44

Obrigado Shizu, de coração!!!

Postado 02/05/22 17:24

"Valeu a pena? Tudo vale a pena

Se a alma não é pequena."- Fernando Pessoa, Mar Português

Como alguém não mais só, me pego, por vezes, forçando-me de volta à solidão, só para me lembrar de como ela era.

O seu poema me fez sentir aquele vai e vem desse exercício que eu faço.

A ansiedade de se comparar às estrelas alguém que se ama é real para o poeta cansado. Mas o final é lindo.

Belos versos!

Sjow