Falas da mão esquerda (Em Andamento)
Sjowmalf
Usuários Acompanhando
Tipo: Antologia Poética
Postado: 23/11/22 19:27
Editado: 17/07/23 16:35
Qtd. de Capítulos: 7
Cap. Postado: 23/11/22 19:27
Avaliação: 9.86
Tempo de Leitura: 46seg a 1min
Apreciadores: 5
Comentários: 3
Total de Visualizações: 383
Usuários que Visualizaram: 10
Palavras: 125
[Texto Divulgado] "Eu vejo você" Uma mulher se muda para uma casa nova e começa a ser confrontada com uma série de eventos inexplicáveis e aterrorizantes. Lutando para compreender o que está acontecendo, uma presença sinistra a percebe na sua casa automatizada. Enquanto tenta escapar do pesadelo que se desenrola ao seu redor, ela começa a perceber que segredos sombrios a cercam, mas até entender o que realmente está acontecendo pode ser tarde demais.
Livre para todos os públicos
Falas da mão esquerda
Notas de Cabeçalho

Nos últimos meses, me coloquei a escrever com a mão esquerda para ver o que acontecia.

Aconteceu.

Corpo e mente, é e não é, emoção e razão Precisa ser tão binário?

O corpo não entende a razão.

O corpo pede isso e

aquilo,

sem saber o que é o mal.

Vem pra esse mundo hipertrófico,

inchado, saturado,

pensa-se separado

da organo-máquina.

Satisfaz o "é",

e

não o "ser".

É como se já fosse

tarde para tudo, e

as coisas se encontrassem

gastas, abusadas e

usadas.

Quem chegou primeiro aproveitou

bem demais

o suculento e o sustante.

Do pouco que sobrou, só

aparência e promessa, só

Profecia e dialética.

É

Escritura farta para olhos foscos.

E o artista, o que faz?

A máquina toma seu lugar

de direito. Até restar a

falta de sentido,

o que é?

Tão, tão pouco é.

Bicho obsoleto é

Mais do que parece, e

só merece ser quando for.

Capaz de amar.

❖❖❖
Apreciadores (5)
Comentários (3)
Comentário Favorito
Postado 26/11/22 15:28

Essas linhas me fizeram ter uma leitura carregada de pesar, de crítica, de descontentamento. As palavras parecem que brigam com o leitor, mostrando toda sua indignação.

Gostei disso, meus parabéns

Postado 28/11/22 16:51

Eu amei essa primeira fala da mão esquerda, acho que no final a esquerda sempre está mais certa, de tanto ser esquecida, anulada, quando chega e fala, fala alto, rasgando todo o peito!

Maravilhosa esta obra, Sjowmalf! <3

Obrigada por deixar sua mão esquerda falar!

Postado 13/01/23 20:49

Existem obras que falam além das palavras e é interessante (e, diga-se de passagem, necessário) como você fez tantas coisas ecoarem através das palavras em versos breves. A crítica dos versos engole e traz profundas reflexões ao leitor.

Obrigada por compartilhar conosco! Estou ansiosa para acompanhar esta antologia!

Parabéns! ♥

Postado 14/03/23 14:44

Navegando pelo mundo dos versos, eu acabei me encontrando nesse meio estranho que é escrever pensando na métrica, musicalidade e informação que cada linha pode (e deve) passar.

Não sei se acertei em cheio, provavelmente ainda falte muito a engatinhar... mas suas palavras me motivam demaisss!

Muito obrigado, Sabrina!

Sjow