Surto
Sabrina Ternura
Tipo: Lírico
Postado: 29/07/16 23:49
Editado: 27/08/16 23:08
Avaliação: 9.67
Tempo de Leitura: 52seg a 1min
Apreciadores: 11
Comentários: 11
Total de Visualizações: 514
Usuários que Visualizaram: 19
Palavras: 139
[Texto Divulgado] "Por trás da janela" E se a sua imaginação se confundisse com a realidade?
Não recomendado para menores de catorze anos
Capítulo Único Surto

Havia uma enorme diferença

Entre nós dois:

Eu sentia,

Você mentia.

Acreditei no amor

Que você jurou sentir

Por mim,

Por nós.

Eu me entreguei,

Você me despedaçou.

Te dei o melhor de mim,

Você me retribuiu com as migalhas

De meu coração esfarelado

Por não aguentar mais te amar.

Eu te cuidei,

Você me apunhalou.

Depois de plantar amor

E colher flores cheias de teu veneno,

Cortei o mal pela raiz,

Literalmente.

Eu te avisei,

Você não quis ouvir.

Te torturei até você perder o fôlego,

Com uma faca

Coloquei um sorriso lindo

Nessa tua cara de bunda.

Havia um abismo de diferença

Entre nós dois:

Você me matou com amor,

Eu te matei de verdade.

Você afunda no abismo

E queima no inferno,

Enquanto eu espero o dia do nosso encontro

E vejo o Sol nascer quadrado.

❖❖❖
Apreciadores (11)
Comentários (11)
Postado 29/07/16 23:53

Não esperava por esse final kkkkkkk

Muito baum, massa mesmo :p

Postado 03/08/16 16:47

Nem eu esperava, haha

Obrigada, Gio! c:

Postado 29/07/16 23:59

Eita, menina, olha o ódio em seu coração 'u'

Acho incrível que você escreveu um poema tão mórbido como esse e continuou sendo fofo do jeito que você faz, uma sucessão de palavras tão suntuosa... incrível, moça ternurosa, muito bom :3

Postado 03/08/16 16:48

Vou mudar meu pseudônimo para Sabrina Tenebrosa a partir de hoje. Brincadeira kkk

Fico feliz que tenha gostado, moça. Obrigada pelas palavras <3

Postado 30/07/16 16:59

Eu já tava no final do comentário, aí do nada ele sumiu, oxe ~

No geral, gostei desse poema, mas acho que ficaria bem melhor, que você poderia aprofundar mais, se fosse prosa. Mas desse jeito também ficou bom, e é isso que importa. Você teve umas sacadas legais, gostei das duas últimas estrofes, foram muito boas. Porém, os melhores versos DESSE BRASIL são: "Coloquei um sorriso lindo / Nessa tua cara de bunda" <---- ÓTEMO! Amei, sério! Foi foda u-u

Postado 03/08/16 16:51

AHHHHHHHHHH! <333

Olha, tenho um pequeno problema com prosas, mas prometo tentar qualquer dia desses. Quem sabe não rola uma versão desse poema em prosa?! rs

Obrigada, moça!

Postado 30/07/16 21:24

Gosto assim! Matando geral! É assim que se faz! <3

Postado 03/08/16 16:51

Fico feliz que tenha gostado, Flávia! Obrigada <333

Postado 01/08/16 12:20

Que final foi esseeeeee! Adorei hahaha

Postado 03/08/16 16:53

Nem eu acreditei muito nesse final quando o escrevi, rs.

Que bom que gostou, Joice! Obrigada <333

Postado 06/08/16 22:48

Macabro. Adorei.

Postado 08/08/16 13:43

Obrigada, JuIih <333

Postado 07/08/16 01:25

Me apaixonei por esse poema

Postado 08/08/16 13:43 Editado 08/08/16 13:44

Fico feliz que tenha gostado <3

Obrigada!

Postado 14/09/16 01:02

Putz, esse final ficou muito bom! Gostei da clareza do poema, que expôs de forma precisa as ações e motivações da assassina (era uma mulher quem mutilou, certo? Hehehe). Sinceramente, adorei! Parabéns!

Postado 16/09/16 16:51

Sim, uma mulher HEUHEUHE

Fico contente que tenha gostado, Chico! Obrigada c:

Postado 14/09/16 02:03

Uau! Ainda bem que esse texto acabou no texto do dia para que eu pudesse vê-lo hehe. Muito bom, parabéns! :)

Postado 16/09/16 16:51

Obrigada, Dan! c:

Postado 12/09/17 00:43

Ah, como eu aprecio o bom e velho bad romance! Especialmente quando os finais são (in)felizes, como me encanta ver que esse tal de amor pode deformar as pessoas até as transformar em cadáveres e/ou assassinos! E quando a obra é redigida por uma autora da sua estirpe, tudo fica ainda mais deleitável!

Srta Tortura, muito obrigado por todo esse requinte! É gratificante ler e comentar algo tão bom! Muitíssimo obrigado e parabéns!

Atenciosamente,

Um ser que corta raízes e pessoas, Diablair.

#ad01-052/188

Postado 14/09/17 16:36

Sabia que ia gostar! Às vezes o mesmo amor que nos muda é o mesmo que nos faz surtar.

Grata pelo comentário prestigioso e pela presença mais que bem vinda, Sr. Diablair.

Postado 10/03/18 22:17

Gente o que foi isso? Coisa mais linda. Me identifiquei por conta de algumas situações que já passei e acredito que muitos outros já passaram.

Muito obrigada por animar minha noite com essa maravilha de texto <3

Postado 28/05/18 16:21

Obrigada <3

Outras obras de Sabrina Ternura

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Terror ou Horror