Masquerade
Sorelly
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 15/08/16 20:44
Gênero(s): Crítica Drama Reflexivo
Avaliação: 9.52
Tempo de Leitura: 3min a 4min
Apreciadores: 7
Comentários: 5
Total de Visualizações: 333
Usuários que Visualizaram: 14
Palavras: 574
[Texto Divulgado] "Um poema sobre a gente " "mas venha para mim anjo, eu juro que me movimento, eu sei que está escuro lá fora, mas preciso de seu brilho para brilhar, então suma daqui escuridão, pois faremos um quarto para a luz" - SOKO
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Saudades? ♡

Então, depois de ter sido rejeitada, abandonada, descartada e companhias similares hoje pela minha Gemada, aqui estou novamente. Espero que gostem!

Capítulo Único Masquerade

Uma expressão vazia. Era isso que eu via refletida no espelho. Onde mesmo estava o meu típico sorriso jovial que predominava desde quando eu abria os olhos até o momento em que os fechava? Me pego interpelando sobre isso há alguns dias. E a resposta? Há tempos tenho consciência, só não queria acreditar na crueldade que o destino me fez cegamente vivenciar.

Recordo-me nitidamente de quantas vezes eu não me encontrava bem, de quando estava demasiadamente infeliz, com dores inimagináveis e angústias desoladoras, todavia, eu sempre estava ao lado deles, ocultando meus sentimentos e demonstrando estar feliz, mesmo com o meu mundo interior desabando, pois eles precisavam me ver sorrindo, precisavam que eu estivesse bem para ajudá-los, ou simplesmente para estarem alegres. Grande engano.

Isso nunca importou. Se eu sumisse, minha ausência jamais seria notada, pelo menos não por eles. Eu os vi se afastarem cada dia mais, e nada fiz para impedir. Doer? É claro que doeu; doeu ver eles se afastarem sem motivos, doeu correr sempre atrás deles, doeu principalmente ver como me ignoravam, como se eu fosse um nada em suas vidas. Entretanto, engoli toda essa humilhação, porque para mim bastava ter a amizade deles.

Idiota, é isto que sou. Uma ingênua idiota.

Olho-me novamente pelo espelho e não mais me reconheço. Todo o brilho do meu olhar foi ofuscado pela melancolia do meu coração. Eu queria sorrir com intensidade novamente, pular de alegria, dar rodopios felizes, mas a razão não me permitia. A tétrica realidade me impedia de voltar a ser como antes.

O que parecia eterno, hoje se encontra ante ao fim. O que parecia ser verdadeiro e puro, hoje apenas torna-se lembranças. E o que parecia ser uma amizade eterna e verdadeira, hoje já não passa de um sentimento vago, desconhecido, irreal. É triste quando um sentimento verdadeiro se torna um mar de falsas promessas. É triste quando os puros momentos mágicos se tornam lembranças dolorosas. É mais triste ainda quando um amigo que você tinha como irmão se torna um desconhecido, que hoje nem sabe mais se você existe ou não.

Uma expressão vazia. Era isso que eu via refletida no espelho. Uma expressão que refletia a minha alma quebrada e mascarada por sentimentos aleatórios e falsos. Se eu chorasse, poucos perguntariam por preocupação o que ocorreu, a maioria apenas o faria por pura educação ou curiosidade na vida alheia. Mas nunca por preocupação.

Afinal, por que se preocupariam?

Lentamente retoquei a minha maquiagem; não havia motivos para pressas. Ao olhar novamente pelo espelho não pude deixar de admirar o feito: meus olhos estavam destacados pelo uso do lápis e do rímel preto e os lábios pintados de um vermelho nada exagerado. Uma verdadeira máscara.

Sorri. Ninguém saberia o vazio que consumia a minha alma. Ao ver-me passar por entre os corredores, sorrindo e fingindo que tudo estava bem, pessoa alguma notaria a farsa que se tornou a minha vida. Ninguém veria por detrás da minha máscara. Ninguém saberia a dor que me domina toda noite, a mágoa que me consome... A escuridão que vem me dominando.

Loucura? Talvez seja. Mas você notaria? Conseguiria enxergar a minha alma? É claro que não. Afinal, não há motivos para duvidar de sorrisos falsos, e você sabe disso. Sabe que nunca se preocupou totalmente com alguém a ponto de se interpelar se está de fato tudo bem. Caso contrário, a minha alma não estaria tão obscura e vazia, não acha?

❖❖❖
Notas de Rodapé

Bem, é isso, espero que tenham gostado e refletido um pouco. Pintem bastante, dançem, ouçam músicas, comam guloseimas, sejam simplesmente felizes.

Tia Pão ama vocês, sweetbunnies ♡

Apreciadores (7)
Comentários (5)
Postado 17/08/16 03:09

Eu até tentei formular um comentário decente para este belo e pesaroso texto, bem como lhe parabenizar como de praxe. Eu juro.

No entanto... Vi uma parte de mim e tanto da senhorita que só tenho duas vontades. Dois singelos e sinceros desejos: lhe abraçar e conversar longa e sinceramente sobre tudo isso...

Quando quiser/puder, Srta Pam. Perdão pela ousadia.

Atenciosamente,

Um ser cheio de máscaras, pinturas e a preula toda, Diablair.

Ps: Notas Finais após o conto = BiPamlaridade define.

Postado 17/08/16 22:40

Me abrace ♡

Eu sou um ser bipolar que gosta de pedir pros miguinhos não fazerem a mesma coisa que eu c:

Postado 17/08/16 11:10

É como o Diab disse: Bipamlaridade define. hauhsuhsahsahs

Enfim, sobre o conto... Primeiro: Que capa divinaaaaaa! Sério, coisa mais linda! <3 Parabéns! E segundo, que belo triste/dramático conto. Acho que todos em algum momento da vida se sentiram ou sentirão assim... É complicado... A parte da maquiagem me lembrou aquele conto que fiz "Fique Linda". Acho que maquiagem combina muito com situação assim.

Parabéns pelo conto, Pão! <3

Postado 17/08/16 22:41

I'm bipolar power ♡

Awwn, obrigada. A capa demorou pra sair, mas que bom que agradou. Yeeep, a maquiagem é tão constante que já é parte de nós.

Obrigada, Joylícia ♡

Postado 17/08/16 11:21

Só li calúnias nas notas iniciais.

QUE CAPA DIVAAAAAAA!!

Esse texto é perfeito. Gema, você é a rainha do drama.

Parabéns!

Postado 17/08/16 22:42

Só li verdades nas notas.

Awwwn, obrigada minha gema

Postado 17/08/16 13:43

"Afinal, não há motivos para duvidar de sorrisos falsos, e você sabe disso."

TURN DOWN FOR WHAT!

Pamds, ficou muito bom. Um pouco clichê, mas claramente bonito e bem escrito. Você arrasa demais, minha coisa linda! Parabéns <3

Postado 17/08/16 22:43

EU LI ISSO CANTANDO AIUSDHIUASHIUDHA

Owwnt, muito obrigada, Pandizza minha ♡

Postado 28/08/16 20:20

QUE CAPA DIVA PÃO <3

Pão, sua diva, é french toast esse pão <3