Perdida no tempo
Yvi
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 20/08/16 21:31
Editado: 08/03/17 15:33
Gênero(s): Cotidiano Drama
Avaliação: 9.56
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 9
Comentários: 5
Total de Visualizações: 438
Usuários que Visualizaram: 13
Palavras: 270
[Texto Divulgado] "A vida imita a internet." Se se usa a tecnologia pra tudo. então...não custa nada usa exemplos práticos de tecnologia na vida real.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Perdida no tempo

Penteava os cabelos coloridos com pesar enquanto perdia-se em sua imagem refletida no espelho. Uma lágrima lhe escapou dos olhos quando se lembrou de um dos últimos momentos que viveu ao lado de seu amigo; da promessa que fizeram, mas não conseguiram cumprir.

Não vamos estudar juntos no próximo ano, mas não perderemos o contato.” Foram exatamente essas as palavras dele.

Nem tudo foi uma mentira. De início as ligações quase duravam horas e o celular nunca parava de tocar. Estavam sempre falando bobagens e contando como o dia havia sido engraçado e como ele seria melhor se estivessem juntos, mas aos poucos as horas tornaram-se minutos e depois passaram para segundos, até não mais existir telefonemas. O celular parou de tocar e ela parou de se importar; começou a esquecer.

Somos amigos! Iremos marcar coisas parar fazermos juntos quando tivermos tempo.” Ela se lembrou disso também, e doeu. Eles nunca sequer conseguiram marcar alguma coisa, por menor que fosse. Não tinham tempo. Estavam muito ocupados sendo gente grande.

Com o passar do tempo mudaram de amigos para conhecidos. Trocaram os abraços apertados por toques de mão e mais tarde por acenos de cabeça. Houve vezes que chegaram a fingir que nem sequer se conheciam.

“Não se preocupe, nós iremos nos ver bastante.” As palavras ecoavam em sua mente e as lágrimas já deixavam sua visão turva.

“Eu tenho certeza de que sim.” – Sussurrou, mesmo sabendo que aquela promessa ficaria perdida no tempo.

E ficou. Tão perdida que hoje ela sairia de casa apenas para dar o seu último adeus ao amigo que mesmo distante continuaria sempre em seu coração.

❖❖❖
Apreciadores (9)
Comentários (5)
Comentário Favorito
Postado 29/08/16 23:56

Gema, eu espero que você se lembre da nossa conversa pra todo o sempre, e da sua promessa comigo. Eu espero que você lembre e cumpra-a comigo. ;-;

Esse texto doeu, e não é aquele dor forte, mas aquela dor incômoda que te faz refletir em diversos fatos. Oras, todos passamos por isso, e de pessoas na qual colocaríamos a mão no fogo se fosse preciso, e que agora vemos o quão tolos éramos por acreditar que o "nada vai mudar" aconteceria. Porque não depende apenas de alguém, mas de um todo em sintonia.

De qualquer forma, é lamentável o fato de que temos que perder algo pra podermos nos arrepender e repensar em nossos atos, e em fatos na qual deixamos de lado. E o triste é que normalmente é a rotina e a falta de interesse que perdemos esse contato. É triste, mas totalmente real... Totalmente nós.

Postado 30/08/16 00:15

Vamos lembrar! Vamos cumprir! ;-;

É uma realidade que todos acabamos enfrentando uma hora ou outra... Foi até meio tenso escrever ele... x.x

Postado 20/08/16 21:47

Uma das inconvenientes verdades da vida...

Belo texto, como sempre, minha anjinha

Postado 20/08/16 21:49

Pois é.

Obrigada! <3

Postado 20/08/16 22:11

Esse texto é bem punk pra mim.

Exceto a parte de perder a pessoa já passei por essa situação, mais de uma vez, e é bem devastadora. :/

Ótimo texto, Flávia. ^^

Postado 20/08/16 22:14

É eu também já passei por algumas coisas daí também... Acho que todo mundo... x.x

Obrigada! <3

Postado 22/08/16 09:46

Nooossa

Até eu

Que sou EU

Com todo o pensamento e estilo de psicopata ou sociopata ( ou qualquer outra coisa maluca e doentia )

Me emcionei

Isso me lembra muitas coisas

Muitas mesmo...

Parabéns pelo texto

Postado 22/08/16 14:28

Então eu realmente consegui um grande feito dessa vez! Fiquei até sem palavras agora.

Muito obrigada! <3

Postado 23/08/16 17:54

Que triste. Ao menos não houve sangue. Pelo menos não explicitamente :)

Postado 24/08/16 15:21

Pois é...