Insight
6 de Janeiro
Tipo: Lírico
Postado: 16/09/16 02:03
Editado: 02/02/18 14:31
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 6
Comentários: 3
Total de Visualizações: 341
Usuários que Visualizaram: 13
Palavras: 302
[Texto Divulgado] "Tulipa do ex amor" A descoberta da falta de amor próprio após tropeços na vida amorosa
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Insight

Dentro de mim, há um pássaro negro e azul, ele é pequeno em meio a imensidão marrom de sentimentos.

Ele é pequeno em relação aos pesadelos que dão uma volta completa em minha vida e, uma hora voltam a me assombrar.

Esta pequena criatura, se afoga em meu mar de ilusões, se confunde no meu vazio com borboletas fumegantes e, se perde pelos caminhos que o amor me leva.

Mas, sinto que por algum motivo, esse pássaro está aqui para promover mudanças... Com suas asas metálicas ele rasga as escamas grossas de cada uma das barreiras dentro dentro de mim, abre suas grandes e cansadas asas e provoca os ventos na minha barriga e voa longe entre meus órgãos pendidos entre os nervos.

Ele desvenda os vários Limbos que existem na minha alma, com seu bico ele abre um buraco em minha pele, recebe por fim a luz do sol.

Minha coluna enrijece.

A epiderme arrepia.

A mente roda num segundo, há mais luzes em meu lóbulo frontal do que estrelas no céu.

A energia do bater de asas toma conta dos meus olhos, que se mechem rápido durante o sono - o que é gerado do sono, toma posse da minha voz.

Minhas cordas vocais tremem e eu danço mais uma vez.

Olho-me no espelho com estes delicados globos cor de musgo que Deus me deu, e reparo em meu sorriso justo aos dentes, que persiste sempre.

Penso comigo que esse pássaro negro metálico que bica minha pele, provoca também essas flores em minhas cicatrizes, ele faz com que minhas veias expostas saltem e se convertam a troncos de árvores.

As árvores feitas de sangue e suor, me dão papel e caneta, e todas estas coisas misturadas complexamente, me dão palavras absurdas para que eu possa escrever meus rudes e delicados poemas.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Espero que gostem, espero que entendam!

Apreciadores (6)
Comentários (3)
Comentário Favorito
Postado 16/02/17 23:20

Com sinceridade e ousadia, digo:digoo que eu compreendi é de fato o que quer dizer este intrigante e inspirador (para o Mal, como sempre) texto... A senhorita é uma escritora e pessoa verdadeiramente apaixonante!

Muito obrigado e parabéns por mais uma obra de alta qualidade, é muito revigorante nos defrontarmos com um estilo de escrita totalmente novo e deleitável, que nos enche de ideias e de aaprendizados!

Atenciosaente,

Um ser com um monstro imenso e imundo dentro de si, Diablair.

Postado 17/02/17 08:47

Saudades de escrever com toda a minha alma, seus comentários me fazem lembrar de permanecer viva, permanecer me lembrando dos momentos em que estive, pelo menos.

Obrigada, mais uma vez, me sinto vitoriosa a cada comentário seu!

Postado 03/12/16 15:08

Que magnífico. Magnífico!!! Você parece ser A poetisa que eu procurava. Sensacional. Minha versão feminina. Mais um sentir platônico pra essa minha vida...

Postado 03/12/16 15:09

Ai tu me faz chorar por dentro (de alegria), muito obrigada mesmo, por todo o apoio!

Postado 03/12/16 15:23

Disponha Heh

Postado 08/01/18 20:24

Não é a primeira vez que leio e estou toda arrepiada. Menina, quero comentar em teus textos antigos para te lembrar... Para te lembrar... Sabe, combina com my heart is a storm.

Ana, és maravilhosa, não te esqueças disso.

Outras obras de 6 de Janeiro

Outras obras do gênero Fantasia

Outras obras do gênero Mistério

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo