A morte de um anjo
Gabi
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 26/09/16 10:46
Editado: 27/09/16 06:01
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 2min
Apreciadores: 4
Comentários: 2
Total de Visualizações: 433
Usuários que Visualizaram: 10
Palavras: 330
[Texto Divulgado] "lugar quente" é o que cantam os pássaros todos os dias espero que eu continue falando a língua deles. 
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Notas de Cabeçalho

Depois de quase surtar entre a escolha de desenhar ou escrever eu fiz minha escolha

(Nossa ficou paracendo o Jig Saw agora "make your choice")

Depois eu vejo se consigo desenhar alguma coisa

Mas enfim

Depois de muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito muito

espera

MUITO

tempo, eu finalmente criei mais um texto

Talvez não esteja bom mas fazer o que é né?

Não sou tão boa escritora assim

Bom deixando tudo isso para lá espero que aproveitem esse meu texto

Que por sinal está meio curto

Enfim

Boa leitura!

Capítulo Único A morte de um anjo

Era de uma beleza de outro lugar, parecia um anjo, seus longos cabelos louros, sua delicada pele, seus lábios rosados e delicados, tudo era mágico nela, era realmente um anjo.

Um anjo que fora ferido...

Como doeu. Aquelas feridas estavam muito grandes, a humilhação foi o pior. Todos os seus odiados dias eram terríveis e tortuosos, sua mente estava perturbada, seu corpo destruído, sua alma chorava, e o orgulho estava ferido, tudo aquilo doía, tudo aquilo era ruim, mas ela hesitava...

Sim ela hesitava, hesitava gritar, hesitava chorar, hesitava pedir para alguma alma ainda boa lhe salvar daquele inferno, ela hesitava aceitar uma crueldade de alguém que lhe deu cuidados, de alguém que lhe foi tão boa... Sentia-se abandonada por tudo e por todos.

Ninguém, ninguém acreditava nela, todos riam de seu medo e de seu sofrimento, estava apenas com o seu desespero naquilo que para ela parecia o inferno. Um inferno que não lhe era merecido, afinal, era uma moça pura e doce que era amada por tantos, era tão linda, transmitia uma felicidade imensa em seu olhar... Por que teve que passar por algo tão cruel e diabólico assim?

Por que... O demônio que a fez se tornar um anjo de verdade e encontrar a paz e liberdade que sua alma tanto ansiava em ter, também já fora um anjo, um belo anjo, que assim como ela já foi bela, já foi jovem, também transmitiu alegria em seu olhar.

Mas... Não escolheu...

Não escolheu viver uma vida de alegria e pureza como aquele anjo, pelo contrário, escolheu perder sua pureza angelical e trajar o próprio caminho infernal e insano que sua mente por conta própria escolheu. E acabou se tornando um demônio temido e cruel.

E esse mesmo demônio matou e torturou um pobre anjo, apenas para se sentir um também novamente, (tentar ao menos) parecer uma última vez antes que o julgamento que lhe aguardava lhe tirasse a vida, por ter cometido aquele pecado.

Aquele cruel pecado...

❖❖❖
Notas de Rodapé

E é isso gente

Um abraço e até um próximo texto (ou não)

Apreciadores (4)
Comentários (2)
Postado 26/09/16 11:29

Hey, finalmente algo teu por aqui hehe. Curti, bem curtinha a história, mas acho que valeria até um romance de 5 caps xD.

Ah, queria te dizer que aqui tem um tópico pra postar desenhos. Apenas informando hehe.

Bem, é isso. Sem muito o que dizer. Continua escrevendo, poxa. Se vc não se sente boa escritora praticando irá melhorar com certeza! :)

Até mais!

Postado 26/09/16 11:37 Editado 26/09/16 11:51

Agradecida Azuri

Muito agradecida mesmo!

Me alegra muito que tenha gostado meu texto

:)

Postado 29/09/16 10:57

Ora, felizmente você escreveu, hehee. Tá bem bacana o texto.

Uma pessoa, ou um anjo, que sofre não pode hesitar em gritar e pedir ajuda. Pode não! Tem que se manifestar e pedir por ajuda. Mesmo que muito vão rir, uma hora alguém aparece para ajudar. Felizmente, existe bondade entre nós.

E que trágico fim o do ser que se tornou um demônio, no pior sentido possível. São seres assim que fazem os demais desacreditarem nas coisas.

O texto em si está muito bem escrito. Bah, gostei mesmo. Tá de fácil leitura, por ser coeso, abusar do bom português e ser bem estruturado. Parabéns!

Postado 03/10/16 10:35

Agradecida por ter gostado do texto!

Agora tentarei postar mais textos

Acho que está na hora de libertar minhas histórias!

Agradecida muit agradecida!

:)

Outras obras de Gabi

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Mistério

Outras obras do gênero Suspense