Monstruosidade
Francisco
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 17/12/16 16:20
Gênero(s): Drama Terror ou Horror
Tags: monstro
Avaliação: 9.6
Tempo de Leitura: 37seg a 50seg
Apreciadores: 7
Comentários: 4
Total de Visualizações: 420
Usuários que Visualizaram: 11
Palavras: 100
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de dez anos
Capítulo Único Monstruosidade

Um braço, uma perna, uma cabeça: era o que faltava para o monstro mais horripilante jamais produzido pela indústria do terror ficar completo. Assim, o autor abriu a câmara fria do matadouro abandonado e escolheu a menina dos olhos negros, a idosa da perna fina e o homem do braço forte.

Com uma serra afiada, cortou os membros que faltavam e os costurou com um fio metálico. Estava completo! Certamente, seria o motivo de pesadelos para muitas pessoas.

Mas o autor assim não achou: faltava ao monstro uma alma maligna. Portanto, com um tiro na própria cabeça, finalizou sua monstruosidade.

❖❖❖
Apreciadores (7)
Comentários (4)
Comentário Favorito
Postado 27/01/17 02:06

Se eu achei magnífico? Achei. Nossa, ficou foda! (perdoe o palavrão e não desiste de mim). Gostei demais. Uma drabble incrível. A frase final é a que mais impacta o leitor, e com certeza esse desfecho ficou sensacional. Nem sei mais o que dizer, só que você está de parabéns pelo texto!

Postado 27/01/17 13:54

Hehehe, claro que tá perdoada, porra! Hehehe :p

Ah, obrigado por esse monte de palavras bonitas. Fico muito feliz em ver uma reação tão intensa!

Apareça mais vezes! Hehehe =D

Postado 27/01/17 14:16

Pode deixar que aparecerei sim! Novamente, parabéns pela drabble. <33

Postado 26/12/16 16:24

Devia ter chamado o Diab, ao invés de se matar heheh.

Muito original!

Postado 27/12/16 11:17

hahaha. Poderia, poderia. Acho que não o fez, por não conhecer o Diab. Só pode.

Obrigado, chefa!

Postado 27/01/17 20:38

Assim falou a carioca mais do mal que meio mundo do Inferno junto... O que é um tremendo elogio à minha maldita pessoa, por sinal. Gratíssimo!

Postado 27/01/17 20:44

É sempre um prazer hediondo ver o senhor se aventurando nesse tipo de coisa, monsieur. E até agora tem feito isso de uma maneira muito aprazível e inspiradora, devo acrescentar! Bravíssimo, meu caro, bravíssimo! É tão grotesco que quase não lembra o senhor. Quase.

Atenciosamente,

Um ser que merece ser despedaçado, Diablair.

Postado 28/01/17 00:42

Grande Diab! Há quanto tempo não te via por aqui. Sempre bom revê-lo, certamente.

E muito obrigado pelo comentário e pelos elogios. Bom ver que o texto agradou autor e leitor da tua estima!

Postado 05/02/17 23:17

Cara, ficou muito bom. Adorei meeeesmo velho, esse final foi a cereja do bolo, daquelas que você quer comer ahahaaha

Parabéns o/

Postado 06/02/17 08:44

Num conto de terror tu conseguiu lembrar de comida? Bah... acho que tem alguém meio do mal aqui, heehehe.

Mas muito obrigado pelos elogios, Julih! =D

Postado 06/02/17 16:10

Eu não tenho 56 quilos distribuidos em 1,57 m a toa.