o mais clichê dos títulos amorosos
Tháiza Lima
Tipo: Lírico
Postado: 21/12/16 02:06
Editado: 21/12/16 02:44
Avaliação: 9.6
Tempo de Leitura: 2min
Apreciadores: 8
Comentários: 6
Total de Visualizações: 383
Usuários que Visualizaram: 19
Palavras: 340
[Texto Divulgado] "Lá Vem a Cobra, Lá Foi o Pandeiro" O personagem encontra-se no meio do mato em situação desfavorável após cair em um rio e perder seus equipamentos eletrônicos e seu pandeiro.
Não recomendado para menores de catorze anos
Notas de Cabeçalho

Porque eu estou numa vibe de sofrer por um amor que tem zero chances de dar certo.

Depois que terminei de escrever que percebi que deve se encaixar na proposta do desafio da Juh, o qual não consegui participar. Então, amada, espero que esteja (masômenos q) de acordo com seu tema e desde já peço desculpas por estar aquém do que você imagina (porque ele é fruto de uma raiva sem motivo algum).

Boa leitura o/

Capítulo Único o mais clichê dos títulos amorosos

meu amor,

eu escrevo para você,

porque você não sabe quem eu sou.

eu escrevo para você,

porque ninguém sabe o quanto é ruim

sentir que você não se interessa por mim.

mas não faz mal

realmente não faz mal

mal algum

nenhum malefício

eu queria enfiar essas palavras no seu orifício

para ver se consigo guardar bastante ira

e finalmente te superar.

meu amor,

eu queria tanto mandar esse "amor" se foder

e quando seu advogado dar o parecer

vou dizer apenas que "sempre amei você,

e tudo o que me resta é essa agonia

de esperar um dia você me fazer uma poesia

dizendo com todas as palavras que me odeia."

quem sabe assim eu desisto?

meu amor,

eu digo para o meu coração não bater tão forte,

mas quem sabe, juntando bastante sorte,

ele aumenta minha pressão e causa uma explosão de veias

minha pele aos poucos vai ficando violeta

e então eu deixo essa vida levando todo o meu sofrimento

meu amor,

posso pedir só um último favor?

declara logo sua paixão por aquela guria

antes que eu junte de uma vez as suas línguas

em um beijo que metade do mundo quer que aconteça.

enquanto isso,

observarei calmamente sua felicidade

me perguntando por que eu não dou oportunidade

de outras pessoas se aproximarem de mim

meu amor,

será que um dia eu serei feliz?

sem você do meu lado

o mundo parece um profundo buraco

e nele eu vou me jogar

meu amor,

não tente me impedir,

pois quando eu quis ser tua tu não tava nem aí

e agora está preocupado pensando que quero me ferir

quando na verdade o buraco ao qual eu me refiro...

é aquele fundo cheio de carne da casquinha de siri

(ora, dizem que para afundar as mágoas nada melhor que uma boa comida)

meu amor,

eu nunca vou te esquecer

até porque eu nem te amo mais

e o que agora me satisfaz

é chocolate quente na varanda de casa

ouvindo pop coreano

e, finalmente,

dando uma risada.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Chegou até aqui? Muito obrigada :3

Apreciadores (8)
Comentários (6)
Postado 21/12/16 02:10

QUE DIVOOOOOOOOOOOO, SUA DIVAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Postado 21/12/16 02:36

<3 <3 <3

Postado 21/12/16 14:47

Olá!

Que bonito. A vida é ruim e depressiva, mas você é nova e tem tempo. Vai conseguir superar.

Obrigado!

Postado 24/12/16 13:42

Eu que agradeço por ter deixado esse comentário tão belo, agradeço muito mesmo, Romão, fico feliz que tenha gostado do texto :3

Postado 22/12/16 16:30

Muito bom, Thaíza!

"meu amor,

eu digo para o meu coração não bater tão forte,

mas quem sabe, juntando bastante sorte,

ele aumenta minha pressão e causa uma explosão de veias

minha pele aos poucos vai ficando violeta

e então eu deixo essa vida levando todo o meu sofrimento"

Dá pra pintar um quadro inspirado nessa estrofe!

Ah! E o final hehehe, nada como chocolate quente e pop coreano pra ficar de boa...

Postado 24/12/16 13:44

Se quiser pintar um quadro, sinta-se à vontade *-* só peço que me mostre depois, claro, shaushu.

Muito obrigada, Vinícius, cê não sabe o quanto esse comentário me deixou feliz :33

Postado 24/12/16 23:21

É verdadeiramente fascinante, tanto a obra em si quanto a criativividade, sofisticação e versatilidade da autora... Um poema carregado em um conflito venenosamente harmonioso, decadente, envolvente e sedutor. Ainda que fale de amor, é um texto que me agradou e encantou muito e ao qual agradeço à senhorita por compartilhar conosco. Excelente trabalho, Srta Tháiza!

Atenciosamente,

Um ser que não passa de uma farsa, Diablair.

Postado 27/12/16 11:51

"meu amor,

será que um dia eu serei feliz?

sem você do meu lado

o mundo parece um profundo buraco

e nele eu vou me jogar"

Caramba, que chantagem. Na verdade, esse texto é uma grande chantagem, hehehe. É feio assim... isso aí tem que ser revisto e ver se é amor mesmo, hehehe.

Tá muito bem escrito, Thá! Espero que escrever algo assim te faça te sentir melhor.

Parabéns!

Postado 29/12/16 00:15

Amei seu texto, realmente muito bom

Postado 29/12/16 01:20

Obrigada, querida, fico feliz que tenha gostado <3