Universo
Lucas Bazani
Tipo: Lírico
Postado: 26/12/16 20:00
Editado: 02/02/18 15:15
Gênero(s): Poema Romântico
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 19seg a 26seg
Apreciadores: 12
Comentários: 5
Total de Visualizações: 412
Usuários que Visualizaram: 21
Palavras: 53
[Texto Divulgado] "Espelho da minh'alma" Eis ai uma parte do que vivi, vi , morri e renasci. Sentimentos Versos Experiência Tudo numa coerência
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Universo

Vivemos em um mundo narrativo

Regrado pelo tempo, comandado pela razão

Sem valores, quantitativo

O amor não tem espaço, não tem função

Somos corpo, não coração.

Dentre vidas presas à formatação

Ela é arte, é emoção

A poesia em que estou imerso.

Neste universo, minha paixão

Em minha história, o mais lindo verso.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Agredeço a atenção, estou aberto a críticas e sugestões.

Apreciadores (12)
Comentários (5)
Comentário Favorito
Postado 11/09/17 23:29

Que fofinho!

A narrativa chamou-me a atenção, já soou para mim tão calma e reflexiva, quase como um suspiro ou um pensamento fujido, AHHAHHA. Eu sinceramente tenho que destacar as sua rimas, amei-as são sem... Acho que posso definir ao me ver que são sem forma... (Desculpa-me caso tenha falando besteira).

Preciso confessar que adorei essa parte: "Somos corpo, não coração". Parece cruel de início, porém, depois parece chateado e, por fim, triste.

Agradeço por compartilhar o seu poema...

#ad001 (046-026)

<3

Postado 16/11/17 09:40

Obrigado hahahah. Esse tipo de poema é o que mais gosto de escrever, e quanto as rimas... SIM, não tem forma e eu venho utilizando esse "modelo" em todos os meus poemas, gosto de ter mais liberdade para focar mais no conteúdo. Enfim... fico feliz que tenha gostado :D

Abraços!!

Postado 26/12/16 20:13

Gostei do texto xD

Seja bem-vindo à Academia de Contos, espero que possas trazer muitos outros. ^^

Postado 26/12/16 20:17

Obrigado ^-^

Postado 27/12/16 06:50

Muito bom! Expressa bem o sentimento de desconexão do pessoal tipo poeta, como muitos de nós aqui da Academia, e o resto do mundo, que parece se mover cada vez mais na direção do "sem valores, quantitativo".

Postado 19/08/17 14:13

Esse texto é um belo tapa na cara desse mundo...

O senhor usou ótimas palavras para se expressar!!

E o final é muito bonito!!!

Um abraço,

Meiling!

Postado 16/11/17 09:37

Obrigado, acho que esse continua sendo meu texto preferido hahahah ^-^

Postado 12/09/17 16:55

A sinopse completa muito bem essa obra. Acho que tudo aqui descreve muito bem o ser poeta. As palvras que você usou tornaram a leitura agradável. Gostei bastante.

Parabéns!

#ad01 - 080/154

Postado 16/11/17 09:43

Obrigado :D. A sinopse era algo que eu nem imaginava como escrever já que esse foi o primeiro texto que postei aqui, então gastei um bom tempinho imaginando como poderia melhor combinar ela com o texto. Fico feliz que tenha gostado!

Abraços!!