(Im)Perfeito
Savoir
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 21/01/17 11:48
Avaliação: 10
Tempo de Leitura: 2min
Apreciadores: 10
Comentários: 3
Total de Visualizações: 568
Usuários que Visualizaram: 23
Palavras: 337
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Notas de Cabeçalho

Após matutar inúmeras vezes sobre as sugestões dos temas do meu amigo secreto, finalmente, consegui finalizar esta história. Espero, com todo o meu coração, que tenha gostado.

Capítulo Único (Im)Perfeito

(Im)Perfeito

Eu observava o reflexo do meu ser perfeitamente no espelho, mas sabia, sentia que aquilo não era a minha verdadeira essência. Não era o que tanto almejava ser ou o que as pessoas enxergavam. Para todos, eu era aquela mulher forte e vaidosa ao lado de um homem perfeito e carinhoso, mas eles estavam enganados, assim como eu estive.

Era apenas uma farsa coberta com camadas de terror e violência.

Ele, tão belo e amigável, encantou-me com seu sorriso galanteador e um charme irresistível como dos príncipes encantados ou dos tantos heróis que escutei na infância. Era tudo tão mágico, mas, então, com o toque da varinha a ilusão se dissipou.

A minha história com final feliz voltou a ser algo que ansiava, mas, dessa vez, com mais intensidade de quando era menininha e o pequeno príncipe, na verdade, transformou-se no vilão que tomaria o trono e, consequentemente, a minha vida.

“Está tudo bem, está tudo bem...” Eu repetia freneticamente como um mantra, esperando que essas duas míseras palavras se tornassem a mais pura realidade, mesmo que soubesse que aquela frase fosse apenas mais uma das minhas incontáveis mentiras.

Assim, suspirei, limpando aquela maldita maquiagem junto com a máscara que cobria toda minha dor. Uma por uma, as lágrimas acariciavam suavemente os hematomas causados por aquele que jurou me proteger.

Eu estava cansada, não aguentava mais as diversas agressões tanto físicas como emocionais, mas, ainda sim, não conseguia desistir do que, um dia, chamei de amor. Continuava presa naquelas memórias maravilhosas, fazendo com que uma pequena esperança surgisse em meu coração.

Até que um dia, depois de tanto sonhar, recebi flores. Estas, incrivelmente vívidas, foram a nossa despedida. Com uma lágrima falsa, ele tocou o meu túmulo e disse, firmemente, para todos os meus familiares que me amou até a morte e permaneceria amando eternamente.

O nosso relacionamento continuou sendo visto como perfeito, até que a investigação acabou e todas as farsas foram descobertas. Ele foi acusado pela minha morte e, finalmente, pagaria por seus atos.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Minha amiga secreta é a Aline Beatriz. Espero que tenha gostado. <3

Apreciadores (10)
Comentários (3)
Comentário Favorito
Postado 22/01/17 01:16

Gostei sim \\O

Você basicamente escreveu algo que eu adoro! :D Muito obrigada, eu adorei!

Usou a tríplice da perfeição.

Sem fraquejar na criatividade e até com um toque lírico, você contou uma história e fez uma tremenda crítica social (sou tipo uma "pseudo punk", adoro isso hehehe). De algo que por mais que se fale, continua enfiado no mesmo saco dos outros crimes e... de combate duvidoso, porque não é tanto problema de polícia, quanto das origens que estão lá trás né...

Às vezes, confesso sinceramente, não entendo essas mulheres - e talvez uma pedra no combate seja bem isso, grande parte da sociedade também não entende. Mas talvez isso seja como um texto que a gente está escrevendo na metade, sabe que está ruim e mesmo assim insiste. Ao invés de apagar e escrever de novo.

Fiquei chocada no final. Foi uma verdadeira surpresa, e acho que não poderia terminar melhor.

Novamente, obrigada! :)

Postado 23/01/17 18:12

Ooh, fico muito feliz por ter gostado. porque como é um tema novo para mim, estava morrendo de medo hahaha. :D

Peço desculpas pela demora para responder, ultimamente ando meio ocupada e só consegui entrar agora aqui. Desculpa mesmo.

Sobre o que você disse em não entender, eu também não compreendo tanto, apesar de sempre tentar, mas é como você disse. Talvez seja isso seja como um texto que a gente sabe que está ruim, mas insiste de qualquer modo. Espero que isso mude algum dia.

Repetindo: Muito obrigada por ter gostado, isso me fez ficar aliviada e, ao mesmo tempo, feliz... :D

Postado 24/01/17 19:06

Mas em momento algum pareceu, vc trabalhou o tema muito bem, sem perder o encanto literário! <3

Ah, não foi nada. Eu tbm fico mais no celular e aí não consigo...

Enfim, valeu mesmo! ^^

Postado 25/01/17 20:39

Fico feliz por ter gostado! Muito obrigada pelos elogios hehe <3

Postado 27/01/17 18:01

ahhhh, que comentariozão! Tem que destacar, destacar!!

Postado 28/01/17 17:38

Ooh, como sou nova no site, não sabia que dava hahaha

Postado 29/01/17 19:20

Hehehehe. Pode sim! E que legal que tu o fez. Todos saem ganhando com essa prática de destacar os comentários =D

Postado 29/01/17 20:38

Valeu gente o/

Postado 29/01/17 20:59

Eu que agradeço <3

Postado 27/01/17 18:00

Baahhh, que triste fim. Na verdade, que triste tudo. Pena a mulher não ter tido apoio e/ou força para conseguir fugir dessa situação. E, apesar dos pesares, que bom que o cara pagará por tanta ignorância.

Agora, de ignorante, esse texto não tem nada. Que história bem contada. Bem sucinta e cheia de sentimentos. Não dava pra esperar nada de diferente de quem tem um username a palavra "saber", hehehe. Muito bom!

Parabéns!

Postado 28/01/17 17:46

Eu pensei em inúmeras possibilidades sobre o final, até uma em que ela se torna assassina, mas depois de pensar um pouco, pensei que esse final triste seria o ideal. Fico tão feliz por ter gostado! Muito obrigada mesmo!

Quanto ao meu username, fico aliviada ao saber que estou ao pé dele e que não fiz com que (Im)Perfeito tenha sido algo sem conteúdo, já que não entendo tanto. Muito obrigada mesmo!

Postado 16/11/17 13:32

Olá Srta. Savoir!!

Que texto incrível! Simplesmente fantástico!

É um belo tapa na cara da sociedade...

A frase que eu mais gostei foi: "Assim, suspirei, limpando aquela maldita maquiagem junto com a máscara que cobria toda minha dor." - Porque foi uma frase intensa... carregada de sentimentos horríveis... e que faz o leitor refleitr...

Parabéns pelo texto!! E pelo final do texto! Foi sensasional, o homem dizer que amou a mulher e a amaria para sempre foi de uma hipocrisia asquerosa, mas depois ele ser desmascarado e pagar pelos crimes, foi de uma satisfação honrosa!!! <3

Um abraço, Meiling!!

Postado 09/12/17 20:33

Ooh, fico muito feliz que tenha gostado. :D

Eu realmente peço desculpas por responder tão tarde. Eu fiquei inativa por um tempo e apenas retornei agora.

Novamente, fico muito feliz que tenha gostado, principalmente do final.

Como era (e ainda é) um tema fora da minha zona de conforto, fiquei muito feliz que tenha gostado. Muito mesmo.

Com muito amor, Savor. <3

Outras obras de Savoir

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Crônica

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Reflexivo