Barril de Pólvora
Alien
Tipo: Lírico
Postado: 14/02/17 17:59
Editado: 14/02/17 19:13
Gênero(s): Crítica Poema Reflexivo
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 20seg a 27seg
Apreciadores: 2
Comentários: 2
Total de Visualizações: 134
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 54
[Texto Divulgado] "Espelho da minh'alma" Eis ai uma parte do que vivi, vi , morri e renasci. Sentimentos Versos Experiência Tudo numa coerência
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Barril de Pólvora

Olho para o céu

e ele me olha de volta

com suas belas nuvens, como um véu

ocultando as estrelas quase mortas

nessa cidade de noites de fel

que só o bandido me encontra à porta!

Saudades daquelas noites ilustres...

em que somente os astros

Iluminavam o que hoje é um barril de pólvora.

❖❖❖
Apreciadores (2)
Comentários (2)
Postado 14/02/17 19:13 Editado 15/02/17 22:36

Vai ficar à noite admirando estrelas nas cidades hoje em dia, vai... Arriscamo-mos a nos tornar uma (ou, no meu caso, mais uma das centelhas que iluminam o Inferno)...

Poema pequeno em extensão, mas grandioso em seu significado. Retrata de forma incisiva, melancólica e real os tempos atuais não só dos centros urbanos, mas da própria civilização, que é tão morta quanto os vários astros que visualizamos no firmamento (ao menos boa parte, ao meu leigo ver).

Parabéns, Srta Aline!

Atenciosamente,

Um ser morto e nada brilhante, mas que habita as trevas, Diablair

Postado 15/02/17 18:30

Aham!

Me inspirei no lugar onde moro. Uma cidade pequena, mas que de pacata não tem nada.

Muito obrigada! :D

Postado 12/06/18 18:49

Mesmo que breve, esse poema traz uma mensagem grandiosa e cheia de significados.

Admiração total pelo trabalho que tu fez nesta obra, moça. Meus parabéns ♥

Postado 16/06/18 18:12

Muito obrigada, Sabrina! :D