Malevolência
Diablair
Tipo: Lírico
Postado: 15/02/17 22:34
Avaliação: 10
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 11
Comentários: 11
Total de Visualizações: 400
Usuários que Visualizaram: 18
Palavras: 287
[Texto Divulgado] "O amigo de castigo" Uma amizade não tem que ser um mar de rosas, ela pode ter começado de uma desavença mesmo.
Não recomendado para menores de dezoito anos
Notas de Cabeçalho

Leia por sua conta e risco. Qualquer coisa, me denuncie para a Staff. Haha.

Capítulo Único Malevolência

Você volta

Da balada;

A revolta

Faz morada.

Juventude,

Beleza à mostra.

Atitude?

Tem de sobra.

Vem sozinha,

Bem chapada,

Sem calcinha,

Mal amada.

A família?

Preocupada

Em vigília

Na madrugada:

"Senhor, proteja

Nossa filha

Jesus, interceda

Por aquela menina..."

Você sabe,

Mas não liga

Só no zap

Com uma amiga

Que sem rodeio

Exige saber

O seu paradeiro

Fora do Uber.

Alucinada,

Você não percebe

Na calçada

Quem te segue:

A penumbra

Me disfarça

Enquanto inunda

Minha caça.

Mudo o rumo,

Conto os passos,

Os segundos:

Preparado.

No escuro

Camuflado,

Te assusto

Pois declaro

Num sussurro

Do seu lado:

"Me diga...

Faz ideia

Quanto esguicha

Uma artéria?"

Um movimento

Silencioso

Suave laceramento

Do pescoço

Lâmina velha,

Carne nova:

União perfeita,

Não concorda?

Sangue pinga

Gota a gota

Feito tinta

Na minha roupa

Velozmente,

Sem miséria;

Inclemente,

Sou plateia.

Em expectativa,

Admiro

Sua tentativa

De um grito

Se tornar

Um gargarejo:

O limiar

Do desespero.

Seu olhar

Lacrimejante

O soluçar

Cheio de sangue

Um mancha

Carmesim

Logo avança

E o fim

Te alcança.

Você lembra

Dod seus pais.

Você pensa

"Nunca mais..."

Você lamenta:

Tarde demais.

Eu assisto

De camarote.

Eu me excito

Com sua morte.

O membro pulsa,

A faca penetra,

O orgasmo dura

Em câmera lenta

Ao desfigurar

Seu rosto,

Te eviscerar,

Deixando exposto

Seu azar,

Sua danação,

O patamar

Do meu tesão,

Da minha sede

De trucidação

Na sua pele

Aqui no chão;

O derradeiro

Lema que sigo

O tempo inteiro

Desde de menino,

O guia verdadeiro

Do seu destino:

"... e mundo inteiro

Jaz no maligno".

Meu presente

Para você, criança?

Um lugar quente

Lá nas chamas.

Vá na frente:

Mande lembranças.

Agora corro

Sem rumo certo;

Que os cachorros

Cuidem do resto.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Satanás me cuida. Sim, sou doente. E estou piorando.

Podem acreditar... O pior está por vir.

Vejo vocês no Inferno.

No meu Inferno.

Apreciadores (11)
Comentários (11)
Comentário Favorito
Postado 22/02/17 16:27

Sem ter mais o que desejar, só espero que esse mundo não pare de ser esse bueiro. Assim gente como você pode continuar a fazer essas coisas aqui.

Um velho uma vez me disse uma coisa que nunca vou esquecer, e é isso que também vou te dizer agora: "Vai tomar no cu".

Vai tomar no cu pela sinceridade. E pelo "amor". Escrever, como não é mais nada, é isso.

Postado 22/02/17 17:22

Satan... Ouvir tais elogios e apoio de um ser que considero meu Mestre/Irmão é a maior recompensa que um resto de coisa alguma como eu poderia desejar...

Se cheguei até aqui, meu amigo... Alguns pasdos iniciais eu lhe devo. Eu nunca vou eesquecr nem deixar de agradecer.

Nunca.

Gratíssimo, Mestre/Irmão! Gratíssimo!

Postado 15/02/17 22:57

Nossa! O que dizer? Me deu até vontade de voltar a escrever, uma história que a tão era esquecida por mim...

Espero, que eu consiga escrever com tanto detalhe essa historia que guardo no armário, como você faz nas suas... ~doida...Um pouco~

Postado 16/02/17 22:26

Uau! Se meus versos tiveram tal impacto, esta é uma das maiores e melhores recompensas que eu poderia desejar! Fiquei muito feliz em saber disso e tenho pkena certeza de que a senhorita há de superar as suas e as minhas expectativas quanto a esta oculta e vindoura obra-prima!

Gratíssimo, gratíssimo!

Ps: algo me diz que a senhorita é um pouco (ou talvez mais do que demonstra) "doente", como eu e os outros...

Postado 17/02/17 00:01

As vezes um sorriso bobo e um olhar sem jeito, escondem segredos....hahaha <3

Obrigado pelo apoio.

Postado 17/02/17 00:13 Editado 17/02/17 00:30

Srta Shizu... Eu realmente estou começando a crer que há muito mais na senhorita do que ouso cogitar... E tal possibilidade em muito me anima e eleva minhas expectativas em relação à sua intrigante e interessante pessoa...

Postado 17/02/17 00:28

Em um resumo, você me achou interressante e quer entender a doida que eu sou? E eu? Bem, eu preciso estudar mais sobre psicopatas e sobre a mafia...

- Para triste de muitos, estou hiperativa, hoje -

Postado 15/02/17 23:16

Carai, Diab. Esse estilo deixa tudo ainda mais sádico. Duas ou mais palavras por verso dá uma sensação meio corrida (tipo como a vida da moça se esvaindo).

Foda demais.

Postado 16/02/17 22:30

Sádica é a senhorita, que enxergou esta nuance que nem mesmo eu reparei... Satanás te cuida....

Se a obra se chama-se "Joy"... Aí sim ela seria fodona. Mas, como não é, resta-me agradecer a sua gentileza e apoio costumeiros e preciosos...

Gratíssimo, Jovem Poder! Gratíssimo!

Postado 16/02/17 19:42 Editado 16/02/17 19:43

Moço, sei que já usei essa palavra, mas vou usar de novo pq sim!

Divino!

Sério, eu fiquei imaginando aquele cachorrinho que te mostrei (que não tem nada de inho) cuidando dos restos da criatura desafortunada (Ou não... Acho que tudo depende do ponto de vista e do grau de doença, né?)

Sua doença me encanta mais a cada texto, moço que tem medo de escrever sobre a psicopriminha! #corre

Postado 16/02/17 22:34

Moça, a sua doença sim é encantadora... Aliás, a portadora dela também, viu?

Moça do hell, aquilo é um Cão do Inferno de Supernatural! Onde diabos a senhorita encontrou aquela coisa?! Aliás, tenho que te agradecer: ela vai aparecer no Relato da psicopriminha!

Gratíssimo pelo apoio e feedback! Gratíssimo!

Postado 17/02/17 14:50

Besta! kkkkkkk

"aquilo é um Cão do Inferno de Supernatural!"... Agora tudo faz sentido!! Entcontrei ela em minhas andanças pelo mundo a fora... #corre.

Sério??!! *--------------------------------------*

Postado 18/02/17 23:53

Eu estou neste momento ligando pra polícia e acho que não vou dormir tão cedo assim. Caralho, tu entra na mente do assassino, tu tá nas veias dele, tu é a unha dele, minha nossa! Isso foi nauseante, medonho, divino, me beija.

Postado 19/02/17 00:09

SHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA! Eu perdi até o rumo com as duas últimas palavras deste espetacular feedback! Vindas da senhorita, é um tremendo elogio e uma irresistível tentação!

Muitíssimo obrigado por animar minha madrugada de uma forma tão tua, Srta Janeiro! GRATÍSSIMO, DE CORAÇÃO!

Ps: sou só doente mesmo... Liga nom.

Postado 19/02/17 08:39

Se esse texto me encantou? Óbvio!

Meu lado sado está muito aflorado hahaha

Doente todos somos, agora só nos basta tirar bom (ou mal) proveito desta quem sabe bênção!

Ah, consegui sentir o cheiro do sangue fresco e quente da jovem do texto! Os sentimentos transmitidos me agradam ( até demais ), de fato é um tanto preocupante...

Mas enfim! Que obra maravilhosa! Parabéns pelo feito!

Ps. Sua doença pode piorar, sinto que os textos ficarão cada vez melhores!

Postado 20/02/17 19:50

Vejo que encontrei mais uma de nós...

Estou deveras s​atisfeito em saber que minha obra pode lhe entreter e agradar ao ponto de deixar este feedback tão edificante! É uma honra e prazer grandiosos, creia-me!

Gratíssimo, Srta Tríplice! Gratíssimo!

Postado 19/02/17 14:23

Diabos! Que coisa magnífica isso que acabei de ler. Digo, PUTA MERDA! Fui arrastado pelos cabelos até essa cena obscura, até as penumbras desse ato maligno, ah! AHHHHHHH! E o ritmo, e a disposição das palavras... Rapaz! Meus parabéns! Como sempre, o senhor e as suas diabices trazendo textos incríveis e inesperados e sangrentos! heheheheh

Postado 20/02/17 19:57

SHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA! Como é bom tê-lo de volta neste antro de loucos e perversos, Sr Ovni! De fato, Satan me concedeu uma inspiração a mais aqui e é muito bom saber que o resultado foi algo do seu agrado, meu caro!

Gratíssimo! Gratíssimo!

Postado 20/02/17 03:42

Você é foda!

Postado 20/02/17 19:58

SHAHAHAHAHAHAHA! Quem me dera, Sr Carlos... Quem me dera! Fodas são cada um dos senhores e das senhoritas que prestigiam minhas sandices com suas leituras e feedbacks! Hail thou ya!

Gratíssimo! Gratíssimo!

Postado 28/02/17 11:21

Bah, te puxou nesse, Diab. Que gratuito, hehehe.

Postado 28/02/17 17:54

A intenção é ser banido do site, monsieur. Estou só me aquecendo aqui.

Gratíssimo! Gratíssimo!

Postado 03/11/20 21:12

AHAUHAUAHUAHAU AUHAUAHAUHAUAH HUHAUHAUHAAU UAHUAHAUHAH AHUAHUAHA UHAUAHUAHAUAH HUAHUAHA UAHAHUAHAUAH HHAHAUHAUHAU HUAHAUHAH UAHAUAHAUAH

DANDO RISADAS ESPAÇADAS PARA NÃO BUGAR O COMENTÁRIO, E GARGALHANDO FEITO LOUCA AQUI KKKKKKKK KKKKKKK

Sério, Sr. Diablair, você é a coisa mais doentiamente maravilhosa que eu já tive o prazer de encontrar na vida (e que tenho em Satã que ainda encontrarei em carne e osso, mesmo essa frase tendo ficado meio assassina hehehehe).

Esse texto retrata algo que na realidade é tão horrível, triste e brutal, mas que no seu poema é belo e sanguinariamente seduzente. Acho magnífico esse seu modo de escrever, tanto o tema quanto a estrutura do poema, tudo isso torna a obra bonita demais!

Parabéns, meu querido e trevoso Imperador do Extermínio! Ainda não conseguiu sua façanha de ser banido do site, mas eu agradeço por não ter conseguido hahahaha

Um grande e monstruoso abraço, de uma criatura que te admira imensamente, e que sabe que irá te encontrar no Inferno,

Meiling <3

Postado 08/11/20 00:22

Shahahahahahahaha

Hahahahahahahahah

Hahahahahaah !

Não tem como nãp adorar essa mulher, ela é real e totalmente perfeita para mim! Shahahahahaha!

Muitíssimo obrigado pelo feedback tão... Doente! Shahahahahahahah! Gratíssimo!

Postado 03/11/20 21:40

Terrível, triste, mas infelizmente real...

Fazer o quê?! É o mundo, é a vida...

Sorte que também há outras histórias que felizmente terminam em glórias...

Postado 08/11/20 00:25

É como eu sempre digo, Srta Monise: não existe Terror/Horror pior do que a vida real...

Mas, bem dito pela senhorita, às vezes a pessoa consegue chegar em casa mesmo correndo tamanhos riscos.

Às vezes.

Muitíssimo obrigado! Gratíssimo!

Outras obras de Diablair

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Erótico ou Adulto

Outras obras do gênero Poema