Animes ruins.
6 de Janeiro
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 16/02/17 13:32
Editado: 16/02/17 13:32
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 48seg a 1min
Apreciadores: 9
Comentários: 2
Total de Visualizações: 516
Usuários que Visualizaram: 19
Palavras: 130
[Texto Divulgado] "Iminnar" Tudo o que ela precisa é completar o treinamento e se provar, para si mesma e o fantástico mundo que lhe cerca.
Não recomendado para menores de doze anos
Capítulo Único Animes ruins.

Minhas memórias de amor, serão sobre você

Da boca que eu não vou beijar,

Das calças, que eu não vou vestir,

Dos olhos, que não me observarão acordar,

Dos dedos que jamais me tocarão intensamente

- por fora ou por dentro,

ou pelos lugares que eu imaginei

e quis,

que me tocassem.

Você já a tem,

Ou não?

Hmmm, me desculpe, não sou boa com ironias,

- que não partem de mim.

Sei que não deveria te vigiar tanto assim,

mas é que...

DIABOS!

Os tristes e solitários demônios dentro de você,

se parecem muito mesmo,

com os que eu escondo dentro de mim.

Pena ter terminado assim,

minhas memórias de amor, serão sobre você.

Você fica,

eternizado aqui.

Obrigada pelas sensações.

Atenciosamente,

a menina que assistiu todos os seus animes ruins.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Matem ele por mim, obrigada.

Apreciadores (9)
Comentários (2)
Postado 16/02/17 23:02

Eu realmente não sei o que está acontecendo... Normalmente sou averso a romance e afins, mas estes textos que a senhorita escreve são tão...

...

Eles me fazem lembrar algumas coisas. Algumas pessoas também.

É encantador e ao mesmo tempo triste (ou até sombrio) o modo como a senhorita expõe cada (res)sentimento nessas linhas. E o pior é que li ouvindo Illusion, do VNV Nation... Ou seja, sensações/memórias ruins vieram à tona.

Obviamente, quando um texto causa algo assim, é porqye ele foi bem feito. E isso é um mérito seu, Srta Janeiro. Não esperaria menos de uma pessoa com seu talento e coração.

Parabéns... E sinto muito.

Atenciosamente,

Um ser que sempre assistiu tudo sozinho, Diablair.

Postado 17/02/17 08:41

Fico feliz e triste ao mesmo tempo que meu texto te faça voltar em determinadas memórias, mas sempre honrada, e grata pelos seus comentários!

Postado 22/02/17 16:02

Seu modo estilístico vislumbra ícones salientes e grandiosos. O sentimentalismo sem flores, modo que, otimiza a realidade. E, sinceramente, repulsa a ironia, senão a própria.

Seu talento é admirável !!

Postado 23/02/17 13:19

Muito obrigada mesmo!

Outras obras de 6 de Janeiro

Outras obras do gênero Comédia

Outras obras do gênero Reflexivo

Outras obras do gênero Sátira