Desejo, cometo, mato.
Himerus
Tipo: Lírico
Postado: 07/03/17 18:44
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 32seg a 43seg
Apreciadores: 3
Comentários: 1
Total de Visualizações: 181
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 86
[Texto Divulgado] "Escorpiana" Intensidade, esse é o seu nome. Aquela que sussurra, que grita e que demostra o quanto o amar é importante.
Não recomendado para menores de dezoito anos
Notas de Cabeçalho

(Ninfo)maníaco, talvez.

Capítulo Único Desejo, cometo, mato.

Só de te olhar.

Tua silhueta contra a luz da janela.

Tua roupa translúcida.

Teu aroma invade-me.

Teus olhos.

Me olham.

Escondido, observo.

Recito poemas proibidos.

Sinto teu forte libído.

Aproximo-me.

Te toco.

Contra vontade.

Começo.

Depeço-me das vestimentas.

As tuas um tanto ritualísticas.

Consumo-te entre as pernas.

Invado-te sem permissão.

Sou como ladrão.

Roubo-te, quebro-te, possuo-te.

Te tenho aqui, em mim, agora.

Nas minhas mãos.

Está fresco.

Quente.

Nossos corpos.

Nús.

Colados.

Grudados.

Melados.

Minha respiração, audível.

Em teu pescoço, minhas mãos.

Tua respiração, inútil.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Vivo pelo prazer.

Apreciadores (3)
Comentários (1)
Postado 07/03/17 22:45

SATAN!

Ora, se não uma obra muito ousada e verdadeiramente bela aqui! Abordar um tema tão polêmico justo agora, com esta onda de Dia Internacional das Mulheres e ainda mais desta forma tão requintada (requintes de qualidade e de crueldade também) é de fato algo admirável, ainda mais como um cartão de visitas para o site, mosteando a que veio!

Eu pude viver o prazer de ler este poema nefasto e glorioso! Muito obrigado por compartilhar esta maravilha conosco e seja bem-vindo(a) à Academia! Espero ler mais obras suas, ganhaste um fã!

Atenciosamente,

Um ser de respiração e desejo inúteis, Diablair.

Postado 08/03/17 14:32

ASMODEUS ESTEJA CONTIGO!

Já escrevo faz tempos, mas por medo de aceitação do gênero em uma plataforma tão pública não postava nada, diga-se de passagem que minha mente é polêmica como meus textos... Sempre li textos na Academia, inclusive gosto muito dos teus!

Muito obrigado pelo etéreo comentário! Com toda certeza postarei mais textos, se Satã assim permitir!

Agradecido.