Revelações Assombrosas
True Diablair
Tipo: Lírico
Postado: 10/06/17 05:39
Editado: 10/06/17 05:41
Avaliação: 9.9
Tempo de Leitura: 37seg a 50seg
Apreciadores: 11
Comentários: 7
Total de Visualizações: 923
Usuários que Visualizaram: 27
Palavras: 100
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Capítulo Único Revelações Assombrosas

Quem quer que seja,

Preciso te confessar uma coisa:

Eu me matei antes de postar isso.

Estourei minha cabeça com um tiro.

Sangue e miolos na tela.

(Coisa grotesca e bela)

Mas, de alguma forma bizarra,

Consegui enviar a obra

(Póstuma)

Enquanto meu corpo esfria

E minha família grita.

Se isso não te deixou com medo,

Deixa eu te contar outro segredo:

Mortos só se comunicam entre si.

(É, eles estão me dizendo isso agora)

Se está conseguindo ler isto, lamento:

Sim. Você morreu.

Só não percebeu

Ou não aceitou... Ainda.

Logo, você os verá e ouvirá também.

Adeus...

❖❖❖
Notas de Rodapé

Meus pêsames.

Apreciadores (11)
Comentários (7)
Comentário Favorito
Postado 03/10/20 13:52

DIABLAIR DO MEU CORAÇÃO!!

ISSO FOI TÃO GENIAL * - *

É inexplicável esse seu jeito incrível de escrever com as frases pequenas, e fazer uma drabble parecer um texto gigante e delicioso de se ler!!

E que texto!! Satã!!

Ainda mais com todos os negritos, itálicos e sublinhados, essa obra ficou deliciosamente deliciosa de se ler!!

Desde o início eu já me prendi a essa leitura, pois a revelação bombástica já havia sido jogada na cara do leitor!! A pessoa havia se matado para postar o texto!! Cacetada, que genial!!

E vindo de você, houve toda a descrição, miolos estourados, sangue espirrando na tela, tudo tão belo * --- *

Amei completamente a parte tão mórbida sobre o corpo estar esfriando e a família estar gritando enquanto estamos aqui, lendo essa maravilhosa obra de arte!!

Mas claro, você deixou o melhor para o final: somente um morto pode se comunicar com outro... e se estamos lendo essa obra, mortos nós já estamos também!

Eu te venero por tamanha criatividade, querido Diab <3

Um grande abraço cadavérico para você,

de uma criatura que ainda não havia percebido estar morta, mas que agora aceita, se for para ficar ao seu lado...

Meiling <3

Postado 04/10/20 20:44

Oh, Satã... O que eu faço com esta mulher que me faz sentir tamanho orgulho, importância e felicidade a cada dia, review, mensagem e pensamento?

É muito privilégio e felicidade para tão pouco e (infelizmente) distante Diablair....

Muitíssimo obrigado, minha preciosa e adorada Mei! Gratíssimo!

Postado 10/06/17 09:04

Então eu morri... Espero que tenha sido enquanto fazia um sexo.

Obrigado por me alertar e pelo texto, Diab!

Postado 17/08/17 11:24

Melhor morte, decerto não há!

Eu que agradeço, monsieur.

R.I.P.

Postado 10/06/17 12:26

Adorável... HAHAHAAHA

Amei a brincadeira, mas não é como semelhanças pessoas não soubessem que estão \"mortais\". Opinião a parte, que história doida e engraçada (pelo menos na minha cabeça).

Obrigado por postar sua obra...

Postado 17/08/17 11:25

Ela morre e acha graça... Que louca...

Gratíssimo! Gratíssimo!

Postado 14/02/21 12:53

Pior é que eu também achei engraçado...

Postado 14/02/21 16:27

A Srta Sonja é bizarrinha quando quer também...

Postado 16/06/17 23:25 Editado 17/08/17 17:16

Eu lembrei de uma cena do Salazer de Piratas do Caribe.

Agora tudo faz sentido! Está tudo explicado! (Vai ver foi por isso que o meu vizinho olhou tão assustado para mim e não pelo que eu cantarolei... Vai saber, né?)

#EstamosTodosMortos!

Postado 17/08/17 11:26

É verdade... Vai saber...

Gratíssimo!

Postado 16/08/17 21:19

Como sempre, um texto maravilhoso <3

(Pelas coisas que eu te contei, talvez eu realmente tenha apodrecido por dentro, se é que me entendes.)

Postado 17/08/17 11:27

Wow... Isso foi pesado. Triste e pesado.

Gratíssimo! Gratíssimo!

Postado 27/11/17 16:30

Essa foi a obra mais genial que já li, simplesmente!

Terminei o poema com a boca aberta e, logo em seguida, comecei a checar meus batimentos cardíacos. Eles estão ok, mas quem me garante que não seja uma ilusão e eu morri? Resta-me conviver com a dúvida.

A riqueza dos versos é magistral. As rimas se completam e parecem dançar no poema. A minha sensação ao ler, foi que o eu-lírico me alertava sobre o ocorrido como um sussurro, como a voz da própria morte.

O poema poderia se chamar Memórias Póstumas de Diablair, mas Revelações Assombrosas combinam bem mais e, de certa forma, nos alertam sobre o que está por vir.

Parabéns pela obra, Diab!

Postado 27/11/17 18:45

Srta Sabrina, é com todo o pesar que lamento sua morte e com toda a satisfação do mundo que agradeço pelos elogios acerca da obra maldita que prestigiaste com sua leitura!

Que sua alma encontre paz... Ou um castigo mais brando.

Gratíssimo! Gratíssimo!

Postado 14/02/21 12:52

Esse texto merece "aquele eita". Que isso amigo!?

Pessoas emocionalmente mais sensíveis podem ficar encucadas...

Me lembrou o filme " O sexto sentido"...

Se morri, estou no Céu, muitas coisas inusitadas e boas acontecendo...

Sinto pelo seu trágico fim, meus pêsames...

Obrigada por compartilhar conosco!

Postado 14/02/21 16:29

Se a senhorita morreu e existe algum Céu ou Paraíso creio que, na verdade, a senhorita regressou para lá, pois uma pessoa tão iluminada certamente não pertence originalmente a este mundo e raça "humana"...

Muitíssimo obrigado pelo review tão positivo e divertido, Srta Sonja! Gratíssimo, gratíssimo!

Outras obras de True Diablair

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drabble

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Sobrenatural