É melhor que não diga nada
Hlodyn
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 02/08/17 23:33
Editado: 04/08/17 22:56
Gênero(s): Reflexivo
Tags: vazio
Avaliação: 10
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 12
Comentários: 8
Total de Visualizações: 420
Usuários que Visualizaram: 18
Palavras: 266
[Texto Divulgado] "Bons sonhos " Deus sabe o quanto sinto sua falta... Pra você, dedico todo o meu amor.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único É melhor que não diga nada

Eu notei depois de um tempo que as palavras não passam de meros objetos ditos à esmo por pessoas tão vazias quanto estes. Que não há profundidade de sentimentos e que facilmente momentaneidades se perdem nas ilusões das pessoas que as falam se escondendo atrás de máscaras de imaginárias eternidades. As pessoas mal percebem o ciclo vicioso de auto enganação que elas próprias criam. Muitas vezes não têm culpa, pois não notam o que estão a fazer, é verdade, — olhar para si mesmo e para o modo como tem vivido não é algo fácil e prazeroso de se fazer, embora eu recomende — contudo, esse desconhecimento não torna válido a escolha de machucar quando esta opção torna-se uma realidade. Fico impressionado quando vejo que tudo que as pessoas dizem vem e vai na mesma velocidade que um projétil. Talvez eu dê demasiada importância à esses detalhes — pois então o problema mora em mim —, porém, existe algo aqui dentro que diz que não estou a errar nesse caso específico.

Coisas ditas com vigor, determinação e brilho nos olhos ao passar do tempo esfarelam-se tão ridiculamente que me fazem não mais enxergar o sentido em tudo isso. Aí que está o perigo: começo a me questionar. Eu sou bom nisso e sou melhor ainda em responder. Analiso os fatos, os momentos, as situações e vejo que em não mais de um caso isso se repete. Se está a se repetir talvez — certamente, arrisco — isso seja infelizmente um fato.

O fato é: As pessoas são diabolicamente vazias.

E eu me sinto cada vez mais vazio à medida que enxergo isso.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Eu devia estar dormindo.

Apreciadores (12)
Comentários (8)
Postado 03/08/17 00:15

Caralho... Que murro na boca foi esse...?

Imagine se estivesse que estar acordada.

Sem comentários... É simplesmente perfeito este texto em toda a sua acidez, furor e realidade... Isso sim é um retorno digno à este antro maldito!

"Muito se fala, mas nada de fato é dito".

Atenciosamente,

Um ser que se cala perante a escrita e reflexão míticas da Srta Joy, Diablair.

Postado 04/08/17 22:57

Voltei. (eu acho kkk)

Obg por ter lido <3

Postado 03/08/17 16:57

Esse foi um texto completamente e assustadoramente verdadeiro...

Que horror...

O pior de tudo é pensar que na verdade, não passa da mais pura e imbecil verdade...

Fico me sentindo até com certa raiva. O ser humano é assim. Eu. Você. Todo mundo. Que coisa horrível...

Mas ainda assim, acredito em um fiozinho de esperança, de que, mesmo que nós todos sejamos assim, não somos assim 100% do tempo. Ainda existem alguns momentos em que nossas palavras não sou vazias e desprovidas de significados verdadeiros...

São cada vez mais raros esses momentos, mas ainda existem...

Eu prefiro crêr assim...

Lindíssimo texto Joice <3

Achei incrível o modo como a senhorita conseguiu escrever sobre essa coisa abominável que está presente nas pessoas... as palavras vazias...

Mil parabéns Joy meu amorzinho!! <3

Um abraço!!! *--*

Postado 04/08/17 22:58

Nah, falando por experiência própria sempre tem um ou dois que salvam xD

Obg por ter lido e comentado! Vc é uma fofa! <3

Postado 08/08/17 10:54

Perfeito! Sem mais palavras, apenas isso.

Postado 08/08/17 21:26

Obg <3

Postado 08/08/17 15:25

Nossa! O que eu acabei de ler? Muito bom!

Postado 08/08/17 21:26

Obg <3

Postado 16/08/17 22:08

Maravilhoso como tua pessoa <3

Postado 17/08/17 08:52

Anwww! Obg por ter lido! <3

Postado 27/08/17 22:17

O título instigante, mais a sinopse e o texto, juntando com a autora só pode resultar em apenas uma coisa: lacre! E a crítica aqui contida é exepcional, algo que todo mundo deveria ler, e isso me dá vontade de colocar essa obra em quaisquer outdoors que eu ver. É algo para se pensar, refletir e se autoquestionar.

Algo que, infelizmente, a grande maioria não faz e muito menos ligar. O que é triste. Apesar que, é como o narrador cita: às vezes não é culpa das pessoas, pois olhar para si mesmo e para o modo como tem vivido não é algo fácil e prazeroso de se fazer, e ninguém hoje em dia quer apontar o dedo pra si próprio e cair na realidade.

Em uma realidade tão vazia quanto as próprias palavras lançadas ao vento. Um exemplo muito bom disso é o famoso "Eu te amo", que antigamente era algo maravilhoso e único de se ouvir, e hoje em dia compara-se a um mero e oco "bom dia".

Perfeito, Joylícia, algo que sempre você faz! ♡

#ad01-022

Postado 28/08/17 14:05

Adoro seus comentários, Pão! Deu sdds <3

Obg! <3

Postado 02/09/17 17:03 Editado 02/09/17 18:45

Que texto maravilhoso, e puramente sincero!

Amei: Ainda estou com o gosto das palavras em minha mente, e tal obra é de fato única, não é nada maçante. É através deste que vemos que ainda existe conteúdo em pleno vazio.

Parabéns!

Postado 25/12/17 23:03

Muito obrigada <3

Postado 08/09/17 17:02

Olá.

Um belo texto. Desses que não se encontra muito por aí. Parabéns.

Obrigado e obrigado.

Postado 25/12/17 23:03

Eu quem agradeço! :)