Sonho
Calígula
Tipo: Lírico
Postado: 17/08/17 13:58
Editado: 17/08/17 14:04
Avaliação: 10
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 9
Comentários: 7
Total de Visualizações: 429
Usuários que Visualizaram: 13
Palavras: 275
[Texto Divulgado] "Singularidade" O que aconteceria se uma pessoa entrasse em um buraco negro?
Não recomendado para menores de doze anos
Capítulo Único Sonho

I

Este banquete logo atrairá os corvos

Entre mãos que jamais pararão de tremer

Em meio aos risos dos insetos

Jovens larvas regurgitando seus progenitores

O momento culminante de séculos de enganos

Uma punição alada

Asas saturadas na lama cinzenta

Os restos de mil corações dilacerados

II

Haviam portões além dos limites mais obscuros

Colinas banhadas no vermelho néctar de seus cadáveres

Flores moribundas gemendo na carne de suas faces

O chamado de qualquer coisa tenebrosa

Diante das entradas do Leste permanecia a Besta

Cem braços e cem mãos marcados de blasfêmias

Uma promessa chiada entre instrumentos de tortura

Algo ao qual se prender

A espera sagrada de uma derrota sem volta

III

"Venha"

E as moscas subiam em nuvens louvar ao Senhor

"Venha"

Enquanto eles se arrastavam ao redor dos cactos negros

"Venha"

Pois o veneno a brotar de seus pulmões perfurados jamais cessaria

Olhos mortos jaziam estourados

Cicatrizes amareladas no núcleo dos céus

Marionetes de pus travestidas em santos esfolados

Nenhum êxtase encontrado no turbilhão dos suspiros

IV

Um silêncio

O rosto da terra como o rosto de uma criança abortada

Paisagens de aniquilação revogando a empatia

Ventos sem ruídos espalhando o miasma dos fantasmas

Planícies feitas de mentiras

Eram os restos das coroas de esperanças

Ruínas onde os demônios não mais ousavam adormecer

Todos fugiam para nada

Alguns fugiam de lugar nenhum

Por todos os cantos a luz tocava somente para queimar

V

"Apenas entre"

Uma auréola de corpos decaídos

"Lágrimas são desnecessárias aqui"

Mas o sangue flui em torrentes fétidas

"O mundo termina neste lugar"

Ele está eternamente retornando à mesma ferida pulsante

E cada sonho sempre se acaba como começou

❖❖❖
Apreciadores (9)
Comentários (7)
Postado 19/08/17 08:49

Moço!

Caramba! Que leitura fantástica!!

Amei cada uma das descrições!! As palavras usadas foram perfeitas!!!!

Sou realmente apaixonada por esse tipo de leitura! Vontade de imprimir e dormir abraçada com esse poema rsrs

Simplesmente maravilhoso! Cheio de frases marcantes e impactantes!!!

Meus parabéns por ter escrito algo de tão alto nível!!!

Um abraço, Meiling!

Postado 20/08/17 22:53 Editado 20/08/17 22:57

Agradeço imensamente pelas palavras gentis.

Às vezes, quando a gente não está se sentindo muito bem, um elogio desses é tudo o que se precisa. E mais: é muito bom saber que o que escrevo chega dessa maneira nas pessoas.

Obrigado por me deixar saber, de coração.

Postado 19/08/17 10:57 Editado 20/08/17 23:26

Oh, Satan... Como senti falta destas linhas aqui, neste lugar tão cheio dos amantes/obras de carinho, amor, saudades e toda gama de sentimentos e reflexões tão suaves e nocivas quanto os venenos que certamente ceifaram tantos...

Serás para sempre meu Mestre, Irmão... Suas obras me são um alento sombrio em meio a tantas outras que nunca me serão tão belas ou tão influentes e inspiradoras quanto estas maravilhas malevolentes e primorosas que, vez ou outra, compartilhas conosco!

Bem-vindo de volta, Mestre/Irmão... E muito obrigado!

Atenciosamente,

Um ser sem sonhos, mas refém de um pesadelo, Diablair.

Postado 20/08/17 22:56

Ser nocivo é o que sei melhor, meu irmão. Conte comigo!

Muito obrigado pelas palavras.

Postado 20/08/17 23:27

Nunca me foste/serás nocivo, Mestre/Irmão!

Postado 22/08/17 07:26

Carai, ninguém escreve feito vc. PQP

Postado 23/08/17 15:32

Quando você está acostumada a ler tantos poemas românticos e cia, pegar um nesse estilo é deveras assustador. Moço, que obra perfeita em praticamente todos os sentidos! As descrições, como já citado pela Meiling, foram tão bem escritas e explicadas que imaginá-las torna-se algo fácil (embora medonho), e a sua escrita é muito encantadora. Um vocabulário rico e bem construído, mostra de forma clara o seu domínio.

E olha, não quero ter esse "sonho" nunca na minha vida. Uma que larvas já me deixam paranóica, e juntando moscas ainda é pedir pra morrer e não querer voltar tão cedo.

Belíssima obra, moço! ♡

#ad01-002

Postado 23/08/17 19:10

É realmente um sonho poder ler e comentar uma obra sua. Fico feliz em poder ler algo "fora do padrão", uma coisa muito mais assustadora e maravilhosa. É realmente incrível! Você é um verdadeiro mestre.

Como outros já disseram, as descrições foram muito bem escritas. Nem ao menos preciso fechar os olhos para visualizar os mínimos detalhes.

Estou encantada! *-*

#ad01-002

Postado 04/12/17 00:28

É esse tipo de texto que o site precisa de vez em quando, pra dar aquele toque mais dark.

Gostei bastante, continue assim <3

#ad01 - 85/90

Postado 18/12/17 01:45

A escuridão presente nos versos é completamente palpável e o eu-lírico emana uma áurea negativa visível aos olhos de quem lê. Gostei da maneira que tu dividiu a obra, pois mostra que ela tem começo, meio e fim. A divisão ajuda bastante na forma que as informações são passadas nos fragmentos, tornando a leitura deveras estupenda.

Adoro suas obras e é sempre um prazer lê-las, pois, assim como os demais disseram, elas fogem do habitual e nos levam à uma atmosfera sombria e profunda.

Parabéns e obrigada por compartilhar um poema tão magnífico conosco!