Sobrevivo
Lucas Bazani
Tipo: Lírico
Postado: 13/11/17 11:21
Editado: 02/02/18 13:49
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 26seg a 35seg
Apreciadores: 4
Comentários: 2
Total de Visualizações: 343
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 70
[Texto Divulgado] "Bons sonhos " Deus sabe o quanto sinto sua falta... Pra você, dedico todo o meu amor.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Sobrevivo

Em sua ausência

Sobrevivo, sem temor

Em subsistência

Nesse mundo meio sem cor

Onde o vento sopra sem força,

O azul do céu não é visto,

E a vida, nem tem tanta graça

Mas segue, e eu, resisto

Sem abraços calorosos

E lágrimas de dor,

Sem dias chuvosos

E noites de amor

Onde a morte que perdura

Nem parece tão escura

E tenta, quem procura razão

Neste viver, sem coração

❖❖❖
Notas de Rodapé

Obrigado por ler até aqui! Ficarei profundamente agradecido se você deixar algum comentário, seja uma crítica, sugestão ou simplesmente o que achou do poema!

Sobre o estilo das rimas, procurei alternar algumas mas deixar livre do jeito que me pareceu melhor, como no meu outro texto "Universo", é um jeito que tem me agradado bastante e me permite focar mais no conteúdo sem muita preocupação com a forma.

Um último comentário que quero fazer é que pretendo publicar todos os meus textos na nova página que estou criando no facebook e sua curtida seria um grande apoio! https://www.facebook.com/SdP.bazanilucas/

Calorosos abraços, do mais dramático ser que o mundo já viu

Lucas Bazani

Apreciadores (4)
Comentários (2)
Postado 14/11/17 21:11

Ah, moço! Que poema belo! Soa-me até irônico, pois, enquanto eu o lia, estava escutando La Vie en Rose da Édith Piaf.

Ironias alheias a parte, vamos ao poema em si.

Primeiramente, quero dizer que sem o drama e uma dose bem forte de melancolia, não se pode escrever poesia. Todo poeta é dado a exageros: seja por ter amores inalcançáveis, seja possuir uma solidão incurável ou um coração partido pela perda. Teus escritos são a essência nua e crua da poesia em sua forma real. Isso é extraordinário.

As rimas são livres nos versos, o que torna a leitura leve, mesmo que breve. Tudo é descrito com intensidade, o que torna a leitura impactante.

Parabéns pela obra, Lucas!

P.S.: Acompanharei tua página com toda certeza! Lhe desejo muita sorte!

#ad01 - 54/98

Postado 16/11/17 09:58

La Vie en Rose? AMO hahaha

Obrigado pelos seus comentários, muitos poemas cheios de sentimentalismo ainda estão por vir!!

Abraços!

Postado 22/11/17 21:12

Eu tenho um apreso muito grande por obras com esse tipo de rimas livres.

"Onde a morte que perdura

Nem parece tão escura"

Tudo me encantou, mas nessa parte eu senti até vontade de pintar nas paredes do meu quarto.

Parabéns!

#ad01 - 134/154

Outras obras de Lucas Bazani

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo

Outras obras do gênero Romântico