Cafés
Lucas Bazani
Tipo: Lírico
Postado: 19/12/17 13:06
Editado: 02/02/18 15:14
Gênero(s): Poema Romântico
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 28seg a 37seg
Apreciadores: 5
Comentários: 4
Total de Visualizações: 256
Usuários que Visualizaram: 7
Palavras: 75
[Texto Divulgado] "Lá Vem a Cobra, Lá Foi o Pandeiro" O personagem encontra-se no meio do mato em situação desfavorável após cair em um rio e perder seus equipamentos eletrônicos e seu pandeiro.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Cafés

Gosto de pessoas

Como gosto de café

Intensas

Daquelas que não agradam a todos,

Se destacam por sua unicidade

E, sem açúcar, mostram como realmente são

Deixam seu gosto por um bom tempo

Em quem tem o prazer de conhecê-las

Aquecem até o mais gélido dia

Como o radiante nascer do sol

E nos fazem olhar para o nada

Quando pensamos em tudo

São nossas doses de energia

Dádivas divinas

Que não podem jamais faltar

❖❖❖
Notas de Rodapé

Heyyyy, there! Aqui vai mais um poeminha para a coleção!

Gostou? Me pague um café sem açúcar, por favor- digo, aprecie e comente!! (Aceito o café também)

Abraços calorosos,

Lucas

Apreciadores (5)
Comentários (4)
Comentário Favorito
Postado 21/12/17 02:30

Um café aquece a alma e o corpo. Acho que um café bom conseguiria colocar um ponto final nas mais turbulentas situações.

Gostei da maneira que o eu-lírico colocou em evidência isso no poema. Eu realmente amo café, assim como amei seu poema.

Parabéns ❤

Postado 05/01/18 00:47

Não precisa agradecer por ser inspiração pra você!

Postado 16/10/18 10:17

Meu caro, é um poema simples mas dotado de profundidade. As pessoas muitas vezes se tornam 'comuns' e nos fazem pensar em que mundo vivemos.

Postado 25/12/18 22:58

Melhor poeminha que li em toda minha vida