Vida de Estudante
Sabrina Ternura
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 03/01/18 20:43
Editado: 06/01/18 00:45
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 6
Comentários: 4
Total de Visualizações: 581
Usuários que Visualizaram: 10
Palavras: 296
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Vida de Estudante

Acordo cinco e meia da manhã. Coloco minha roupa, verifico minha bolsa para confirmar se todos os materiais estão lá dentro e saio de casa comendo um sanduíche que minha mãe preparou na noite anterior. São 05:45.

Desço a rua em direção ao ponto. O ônibus acaba de passar. Corro o máximo que posso para chegar ao ponto da rua de baixo antes que o ônibus passe. Consigo chegar a tempo. Entro e fico em pé, pois o ônibus está cheio.

Vinte minutos depois estou no terminal e corro para pegar o outro ônibus que me levará até a escola num trajeto de 30 minutos. Pra que fazer corrida matinal, se eu corro atrás dos ônibus de segunda à sexta?

Chego na escola. Sinto sono, pois fiquei até tarde acordada na noite anterior fazendo os deveres de hoje, mas não posso dormir, a primeira aula começou.

Após seis aulas e muitos deveres, saio da escola e vou para o cursinho. Ando até a faculdade onde faço cursinho em 25 minutos.

Chego lá, almoço e então, às 13:30 começa a primeira, das cinco aulas do dia.

Saio às 18h e vou em direção ao técnico que é próximo a faculdade. Faço uma caminhada de 15 minutos.

Às 19h começa a aula. Fico em pé até 22:45 no laboratório e então, faço o mesmo trajeto da manhã para retornar à minha casa.

Às 23:30 chego, passo pela sala e meu pai está vendo TV.

— Oi, pai.

— Oi, filha. Onde você está indo? Não vai comer nada antes de deitar?

Estou no segundo degrau quando ele diz isso e respondo:

— Não, estou cansada demais. Quero descansar.

— Cansada de quê? Você só estuda.

Volto a subir as escadas sem responder, pois amanhã farei a mesma coisa de hoje: apenas estudar.

❖❖❖
Apreciadores (6)
Comentários (4)
Postado 04/01/18 11:33

Aaaaaaaaaaaah, um texto o qual eu me identifico super. Chega da ódio, sério...

Postado 04/01/18 14:00

A preguiça era tão grande nessa época, que nem ódio eu sentia, só preguiça mesmo kkkk

Postado 06/01/18 00:40

Eu acordava de 4hs, chegava em casa de 14hs (quando o bus não resolvia quebrar) e também não tinha o direito de dizer que estava cansada.... Ah como eu tinha raiva disso!

"Só estuda e não faz nada! Reclamando de que?" Perdi a conta de quantas vezes já ouvi isso...

E até hoje eu continuo só estudando. Fazer o que, né?! e_e

Amei seu texto! Parabéns! <3

Postado 06/01/18 00:41

Se eles soubessem o quão infernal é estudar, não falariam isso. É tenso.

Obrigada ❤

Postado 06/01/18 00:42

Nesse modelo.

Postado 16/01/18 19:14

Estafa mental... Sei bem o q é isso, tbem...

Belo texto, congratz!

Postado 16/01/18 19:59

Obrigada ❤

Postado 04/01/19 23:11

" Só estudar", como se fosse pouco não é?

Me identifiquei com o texto. Eu também " só estudava" e sinto falta dessa época.

Postado 06/01/19 03:22

Fico feliz que tenha se identificado.

Obrigada ♥

Outras obras de Sabrina Ternura

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Crítica

Outras obras do gênero Crônica

Outras obras do gênero Drama