Te Deixar Part(ir)
Sabrina Ternura
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 16/01/18 02:28
Editado: 16/01/18 02:32
Gênero(s): Drama
Avaliação: 10
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 6
Comentários: 5
Total de Visualizações: 177
Usuários que Visualizaram: 9
Palavras: 285
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Baseado em situações reais...

Capítulo Único Te Deixar Part(ir)

Corro sem destino, mas com uma dor sufocante em meu peito.

Se eu retornar para casa, você não estará lá me esperando. Somente os teus fantasmas poderão consolar minha saudade, o cheiro em tuas roupas serão como um sopro de vida em meu âmago e nossas fotografias mostrarão o que, de fato, nunca fomos: uma família.

Você se foi e levou consigo uma parte de mim. Ele era a luz na minha escuridão, a razão para minha existência se fazer presente e o único que me arrancava sorrisos sinceros. Se você olhar para trás antes de desaparecer no céu, conseguirá ver o enorme estrago em mim. Verá meu rosto esburacado, meus olhos sangrando e meu coração fora do peito.

Quando não mais você estiver, os armários estarão vazios, assim como o único corredor que ele costumava a correr aqui em casa. O chão não terá mais brinquedos e nem os meus cadernos terão desenhos que ele fez na sorrateira. Tudo será um enorme vazio sem vocês por perto, mas sem ele, só existirá uma imensa escuridão.

Ver sua ida, mãe, me faz chorar e entrar em colapso. Entretanto, ver meu anjo da guarda se afastar, é o equivalente a um tiro no espírito.

Não sei se vou conseguir existir sem vocês, por isso, corro para o mais longe que posso tentando salvar algum sentimento vívido em mim.

Te pediria para ficar, mãe, mas jamais me perdoaria por isso.

Levaria você para um lugar melhor, irmãozinho, mas eu não conseguiria sequer te dar um lar descente.

Por isso, é melhor vocês irem sem olhar para trás. Não me vejam sangrar, por favor.

Adeus, mas não para vocês e sim para o que um dia foi eu.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Será que eu sofro com antecedência? Imagina!

Obrigada por lerem e por aguentarem minha ruína.

Apreciadores (6)
Comentários (5)
Postado 16/01/18 12:06

Eu comecei pensando uma coisa e terminei acreditando em outra. Como sou uma pessoa muito cheia de caos e desprovida de lógica, muito provavelmente não vou conseguir explicar o que se passou pela minha mente quando cheguei ao final.

Acho que de um jeito simples, eu pensei em uma morte espiritual. Uma fuga do mundo. Todos estão "bem", mas alguém acabou "morrendo" no meio do caminho. É, foi uma confusão só. Desculpe.

Enfim, é um texto muito lindo. Parabéns!

Postado 16/01/18 18:21

Obrigada!

Postado 16/01/18 22:33

A partida nunca é fácil, seja de quem e como for. Resta-nos apenas procurar forças para seguir em frente, mantendo as boas lembranças dos q se foram.

Belo texto.

Postado 17/01/18 02:04

Obrigada ❤

Postado 05/02/18 22:45

Ah, cara, eu queria poder dizer que chorei apenas por ser uma história, mas há mais verdades escritas entre linhas que durante uma conversa para a vida inteira. É doloroso, um amargor que não conseguimos encarar, uma realidade tão vívida e cruel que chega a ser desumano alguém ter que viver.

A dor da despedida sempre vai ser horrível e de cortar o coração, mesmo que saibamos com antecedência, nunca iremos estar preparados.

Nós nunca estaremos preparados para dizer adeus.

É mais difícil ainda quando o que se vai é uma parte sua, que apesar de desavenças, brigas ou puxões, sempre vai ser uma parte única e exclusiva; sem quaisquer substituições.

A intensidade em cada palavra, os sentimentos que transbordam em cada frase e a narrativa tão melancólia transformam-se em uma belíssima obra. Eu queria dizer os parabéns, mas seria cruel quando a verdade está bem diante dos olhos de cada leitor.

Mas também não poderia deixar de parabenizar pela texto em si. Só me resta te parabenizar pela obra tão bem escrita e detalhada ♡

Postado 08/02/18 12:00

Existe mais realidade nessas palavras do que em quaisquer outras que eu já tenha escrito. Obrigada ❤

Postado 21/03/18 14:41

Sua escrita é simplesmente fantástica, queria fazer um super comentário, porém não tenho palavras.

Obrigada por essa obra linda <3

Postado 28/05/18 16:13

Só de estar aqui, fico contente! Obrigada <3

Postado 04/10/18 23:59

Eu curiosamente senti isso boa parte do ano... Meus irmãos e minha mãe longe... E eu despedaçada no meio de uma estrada com vários caminhos. Não posso ir sem doer, não posso ficar sem morrer.

A vida é uma clausura. O inferno é aqui, e essas palavras são um tiro no peito, são mais que verdadeiras, são uma batalha imensa... Mas a gente sobrevive... Eles sobrevivem, aprendemos a sobreviver sem aquilo que amamos à medida que crescemos.

Seu texto (relato?) é estrondosamente voraz, triste, lindo... É real. É ruína. É sinto muito.

Mas parabéns pela obra, eu a tatuaria no meu coração se pudesse... Nada é fácil.