Valentine's day
Matan Co-Autores Schleticia
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 15/02/18 23:38
Editado: 15/02/18 23:51
Gênero(s): Reflexivo
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 2min
Apreciadores: 4
Comentários: 2
Total de Visualizações: 266
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 357
[Texto Divulgado] "Tulipa do ex amor" A descoberta da falta de amor próprio após tropeços na vida amorosa
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Valentine\'s day

Valentine's day, dia do namorados, já que eu não tenho uma, decidi comemorar a amizade que desenvolvi com uma amiga, um passeio no centro da cidade. Engraçado que ao longo das ruas, praças e restaurantes, víamos casais comemorando essa data: olhando as árvores dos parques, almoços românticos (provavelmente início da noite para aquele casal), pedidos de casamento frente a bandas de música clássica.

Olhei para minha amiga e perguntei a ela: o que você acha do dia dos namorados? O que acha sobre amar?

-Vejo no dia dos namorados uma data comercial, uma época do ano para se vender flores, chocolates e ursinhos. Não precisa existir uma data para demonstrar seu amor por alguém. E você?

-Considerando que existem 2 dias dos namorados no ano, é o 39° dia dos namorados que vivo, quase 20 anos sem comemorar essa data com ninguém em especial. Parte de mim sonha desesperadamente em conseguir passar o próximo com alguém, que sinta o mesmo sentimento forte que eu outra parte, quer apenas continuar sozinho, aprender mais sobre a vida, mais sobre o mundo, mais sobre mim mesmo. Algumas pessoas dizem que antes de amar alguém, é preciso amar a mim mesmo, fato é que eu só aprendi a amar os outros, eu ainda não me amo, acho que essa é minha missão nesse ano, aprender a me amar, e vou me esforçar pra aprender a fazer isso, antes de conhecer mais alguém ... Ou talvez eu só não consiga amar outra pessoa, pois gastei todo o amor que eu tinha em alguém que me traiu. Por isso eu tenho paixonites, mas ainda não sei me amar.

-Engraçado as pessoas não sabem o que é realmente amar, não notam que amor é algo que provem de admiração, cuidado, entendimento, o amor é muito mais do que um rostinho bonito ou corpo perfeito, confundem amor com paixão. Em um mudo descartável o amor é item de luxo, poucos já viveram e poucos já sentiram. Mas uma hora ou outra quem sabe ele bate em nossa porta , espero que estejamos prontos para recebe-lo sem receio. Amar dói e se não doer talvez não sejá amor.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Criticas e comentários são bem vindos! Espero que gostem.

Apreciadores (4)
Comentários (2)
Postado 25/02/18 11:21

Bom texto! Gosto muito da forma que tu consegue desenvolver os temas mais inusitados que acabam se tornando intensos e inspiradores.

Só uma dica: cuidado com os parágrafos/diálogos extensos.

Parabéns ❤

Postado 24/12/18 15:26

Esse texto me veio como um espelho de questoes internas e externas... Um pouco de mim, um pouco do mundo, um pouco de outro autor. É... No mínimo interessante... O amor é sempre, no mínimo, interessante...