A ultima ordem (Em Andamento)
Olórin
Usuários Acompanhando
Tipo: Romance ou Novela
Postado: 11/09/18 07:01
Editado: 20/09/18 09:13
Qtd. de Capítulos: 5
Cap. Postado: 12/09/18 07:14
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 0
Comentários: 0
Total de Visualizações: 11
Usuários que Visualizaram: 2
Palavras: 198
[Texto Divulgado] "Espelho da minh'alma" Eis ai uma parte do que vivi, vi , morri e renasci. Sentimentos Versos Experiência Tudo numa coerência
Não recomendado para menores de dez anos
A ultima ordem
Notas de Cabeçalho

Aqui começa as lendas e tradições de um povo misterioso.

O Conselho Os grandes poderes

"Já havia algum tempo que o rei feiticeiro se declarara abertamente, tornando tensa a situação por todo o continente de ishtar. A paz, antes presada pelos povos, começava a declinar.

O rei negro, como ficou conhecido entre os homens, recrutava para seu lado aqueles que, inadvertidamente, buscavam por poder. Ele mesmo, por ter sido um dos grandes poderes, deu a seus servos de confiança uma parte de seu poder.

Assim como seu senhor, seus emissários se vestiam das vestes de ódio, negras como a noite, e brandiam espadas também negras....

Ao ver o declínio de ishtar, os Sete poderes que trabalharam na criação do mundo se reúniram. Ficou claro que deviam agir, mas, diferente de seu inimigo, não pelo medo ou força, mas pela sabedoria. Cinco emissários foram escolhidos. Cada um com suas próprias missões, as quais eram proibidas de serem reveladas, mas ainda sim com algum poder.

Mas eram como os filhos da terra de ishtar: mortais, sujeitos as provações. Sua única diferença era que portavam um anel, que os ligava a sua missão e a fonte de seus poderes.

Sobre essa comitiva , falaremos depois. Pois tudo sobre eles é, de certa forma, incerto..."

Arian, o caçador

❖❖❖
Notas de Rodapé

Os aneis e suas cores representam a ligação desses cinco com os Grandes Poderes e também com sua missão, como será posteriormente explicado.

Apreciadores (0) Nenhum usuário apreciou este texto ainda.
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!