Ao fim do espetáculo
Schleticia
Tipo: Lírico
Postado: 02/11/18 02:03
Editado: 03/11/18 01:00
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 36seg a 48seg
Apreciadores: 2
Comentários: 0
Total de Visualizações: 62
Usuários que Visualizaram: 5
Palavras: 97
[Texto Divulgado] "Tempestade" Porque eu sou como uma força da natureza, não tente me parar. Isso é tudo o que eu te peço.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Ao fim do espetáculo

A vida é um grande picadeiro sem palhaço,

Um circo desgovernado que se acaba em embaraços

Um malabarista mal equilibrado em finas cordas de aço ,

Eu me faço a lona rachada com goteiras

vermelha e amarela cheia de poeira

Sem valor mas com alguma utilidade para divertimento de toda sociedade

São 3 sessões todos os dias

sorriso amarelo

cara de felicidade e

algumas atrocidades

Atrocidades que me queimam por dentro , saudades que refletem por fora

O que espero é que logo as luzes se apaguem e o picadeiro deixe de ser um divertimento para ser um sepultamento.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Ao fim do espetáculo da vida

Apreciadores (2)
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!