Tempestade
Tipo: Lírico
Postado: 16/11/18 14:25
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 49seg a 1min
Apreciadores: 1
Comentários: 0
Total de Visualizações: 67
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 132
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Tempestade

Como as grossas gotas de um dia chuvoso, uma tempestade de granizo...

O frio da madrugada, ás duas horas da manhã.

O rosto encharcado pelas lágrimas.

As mãos tremulas pelo frio, á espera de um abraço para aquecer.

Em meio aos lençóis, um emaranhado de tristezas.

Dividida entre amor e ódio.

Tons de azul para combinar com a solidão.

Fotografias de sorrisos falsos espalhadas pelo quarto.

Agora, confundindo soluços com o som das trovoadas do lado de fora.

O abrir e fechar dos olhos, com os relâmpagos através das cortinas.

A respiração descompassada, com o uivar do vento.

Ora para, ora volta a chorar novamente.

Vêm os raios, raiva...

Chuva forte, lágrimas...

O nevoeiro, lembranças...

Nuvens pesadas, como o coração...

Goteiras, sentimentos que deixei escapar...

Eu sou como uma força da natureza.

❖❖❖
Apreciadores (1)
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!

Outras obras de Pelas janelas de um coração

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Mistério

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo