Fagulhas
Fumaça Azul
Tipo: Lírico
Postado: 18/11/18 22:34
Editado: 19/11/18 11:12
Gênero(s): Poema Reflexivo
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 34seg a 45seg
Apreciadores: 1
Comentários: 2
Total de Visualizações: 100
Usuários que Visualizaram: 4
Palavras: 91
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Fagulhas

É escuro aqui

Não vejo nada além das fagulhas próximas a meu rosto

Não vejo nada além dos pequenos fiapos de luz mostrando meu caminho

É escuro além

Não sei onde o caminho que vou seguir vai me levar

As escolhas são minhas e o final é incerto

As escolhas são minhas, eu escrevo tudo

Mas só enxergo uma linha de cada vez

Não vejo além nesse caderno sem cores

É escuro aqui, é escuro pra mim

Não consigo enxergar o que isso vai se tornar

É escuro aqui, muito escuro

❖❖❖
Apreciadores (1)
Comentários (2)
Postado 19/11/18 10:01

Prezado,

segue uma das regras sobre a utilização do site:

"5. Não publicarás nenhum texto, tópico ou post inteiramente em itálico, negrito ou sublinhado, e não publicarás nenhuma forma de conteúdo neste site inteiramente em caracteres MAIÚSCULOS, incluindo sinopses e títulos de textos e tópicos – com exceção para siglas e nomes próprios cuja formatação padrão exija as letras maiúsculas."

Postado 19/11/18 19:45

Ótimo poema, e seja bem vindo ao site!

PS: Percebo que já arrumastes os problemas mencionados pelo Francisco, obrigado! ;)

Postado 03/12/18 12:17

Obrigadaaaa