Ode para a saudade
Victoria C
Tipo: Lírico
Postado: 21/01/19 20:30
Editado: 20/04/19 12:32
Gênero(s): Poema Romântico
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 33seg a 44seg
Apreciadores: 1
Comentários: 1
Total de Visualizações: 82
Usuários que Visualizaram: 2
Palavras: 89
[Texto Divulgado] "a dança" sabe-se lá quanto vinho tomamos naquele quarto, de repente tu ligaste o rádio, colocou a musica lenta e pediu para que eu pegasse sua mão, e eu o fiz. dançamos desajeitados, rindo como tolos, nem sabíamos direito os passos, mas tudo bem, só nós estávamos lá, e estávamos felizes. era o que valia.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Ode para a saudade

Saudades de você;

Saudade da sua voz que sai

Em forma de melodia pela tua boca;

Voz essa que me abraça como os teus

Braços nunca fazem.

Saudade do tempo que passa enquanto te vejo,

Mesmo que de longe, contudo, de nada importa;

Pois, a paixão também se entende com os olhos.

Bem que você poderia vim aqui e me abraçar

Aconchegar-me em teus braços de forma apertada.

E eu juro que não iria reclamar

Mas se não der… tudo bem, pois, para a saudade

Até um sorriso basta.

❖❖❖
Apreciadores (1)
Comentários (1)
Postado 25/01/19 15:04

Tão perto e tão longe. Quando gostamos de alguém e sentimos saudades, até o mínimo nos acalma.

Texto muito gosto de ler. Parabéns!

Postado 27/01/19 13:20

Obrigada! Fico feliz que você tenha gostado.