Forgotten
Sabrina Ternura
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 29/01/19 02:09
Editado: 20/07/19 18:32
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 6
Comentários: 5
Total de Visualizações: 681
Usuários que Visualizaram: 11
Palavras: 166
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de dez anos
Capítulo Único Forgotten

A minha falta de identidade arde de tal maneira que se espalha pelo meu peito como um alarmante incêndio, onde todas as esperanças e sonhos viram cinzas. Nada se recupera, mas tudo se transforma; no pior sentido que essas palavras poderiam ter, pois a confusão se converte em caos. A melancolia em dor. A infelicidade em desespero.

E quando percebo, estou envolta por aquela nuvem de fumaça sufocante; aquela névoa densa que me impede de ver o que há por trás de toda essa destruição irreparável. Não saber quem sou criou um dilema tempestuoso dentro de meu coração e a cada tentativa descoberta, mais forte a tempestade se torna. Quanto mais fundo eu mergulho, mais profunda é a dor em meu coração.

O fogo em meu peito arde, mas diferente dos incêndios poéticos, este queima minha carne até ela se tornar uma pilha patética de cinzas que serão abandonadas.

Talvez, no fundo, eu tenha consciência de que minha sina é a ardente dor de ser esquecida.

❖❖❖
Apreciadores (6)
Comentários (5)
Comentário Favorito
Postado 05/08/20 14:00

É tudo tão triste, desde o título... E o que falar desse título, que para mim, é tão tocante? É que eu não gosto muito de inglês, mas dessa palavra em específico, eu gosto muito! Pois a acho tão melancólica!

Foi uma escola perfeita, junto com o ritmo das tristes palavras com as quais você narrou a história. Quem nunca se sentiu assim, que atire a primeira pedra... Pelo menos eu já me senti muito assim, hoje em dia nem tanto, pois já tenho superado essa melancolia.

Seus textos tem uma beleza universal, assim, nesse sentido de quase todas as pessoas poderem se identificar pelo menos um pouco. Isso é incrível. Mas, claro, nesse contexto é extremamente triste...

Desejo que todos possam superar esse sentimento de se sentir esquecido, pois todos somos importantes <3

Um grandioso abraço para a senhorita <3

Postado 05/08/20 16:37

Você é mesmo uma querida e uma leitora atenta!

Obrigada pelo comentário, florzinha ♥

Postado 29/01/19 13:50

Essa sua obra me tocou muito! ela de certa forma talvez em um contexto diferente me descreve em boa parte de minha vida . Obrigada por compartilhar s2

Postado 29/01/19 23:12

Obrigada ♥

Postado 16/02/19 18:18

Em certas ocasiões eu sinto nojo de transformar certas sensações em palavras. Elas são tão devastadoras que fica uma questão pendurada como uma aranha: então, você transforma uma farsa em poesia?! Esse texto me descreveu dolorosamente bem. Esses incêndios não são bonitos, não são para serem escritos (será?)... É um fucking incêndio de anelídeos. Diabos, por que alguns seres precisam desta violência para ainda estar vivos? E que paradoxo é esse? Te agradeço, Sabrina.É um texto incrível.

Postado 16/02/19 19:09

Obrigada ♥

Postado 05/08/20 14:15

Perfeito Brina

Postado 05/08/20 16:37

Obrigada ♥

Postado 10/08/20 22:09

O T de Tristeza está brilhando em meio ao fogo, eu consigo ver.

Parabéns, brina!!

Postado 12/08/20 16:42

Obrigada, Flavinha