A canção do bardo (Em Andamento)
The supreme mage
Usuários Acompanhando Nenhum usuário acompanhando.
Tipo: Antologia Poética
Postado: 08/05/19 17:15
Editado: 15/06/19 10:19
Gênero(s): Poema Romântico
Qtd. de Capítulos: 21
Cap. Postado: 09/06/19 10:09
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 55seg a 1min
Apreciadores: 0
Comentários: 0
Total de Visualizações: 12
Usuários que Visualizaram: 1
Palavras: 147
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
A canção do bardo
Verso 18 Um amor para todas as vidas

Eles a tiraram de mim, a chamando de bruxa. Não conheciam seu desejo de ajudar as pessoas, apenas a ignorância de suas leis.

Eu ja fui como eles, não posso culpa-los, pois uma vida tão curta não nos dá tempo suficiente para aprender tudo

Mas mesmo que eu pudesse perdoa-los por sua ignorancia, nao sou capaz de perdoa-los por terem tirado sua vida.

A unica pessoa que me amou. A mim, que vaguei e lutei inumeras guerras apenas pelo prazer de ver o sangue inimigo em minha boca.

Você ainda sim me amou e esse amor me fez deixar as guerras, me fez largar a espada e aceitar que todos podem ser felizes.

Ate mesmo eu.

Sim. Eu jurei nunca matar. E mesmo que nao os perdoe, os deixarei viver.

Quem sabe encontrem a luz, como eu encontrei.

Talvez nos encontremos numa outra vida, minha doce lisa.

❖❖❖
Apreciadores (0) Nenhum usuário apreciou este texto ainda.
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!