Advento
Black Winter
Tipo: Lírico
Postado: 09/08/19 12:39
Gênero(s): Crônica Poema Reflexivo
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 34seg a 46seg
Apreciadores: 3
Comentários: 1
Total de Visualizações: 136
Usuários que Visualizaram: 5
Palavras: 93
[Texto Divulgado] "Querida Ansiedade" Olá, eu sou a pessoa que, às vezes, você prejudica. Então, estou escrevendo essa carta para deixar claro uns assuntos.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Advento

Eu cheguei ao limite de minha existência.

Onde manter minhas convicções já não encontram coerência.

Muitos me imaginam um anjo. Garanto que não o sou.

Muitos me assemelham a um demônio. Também não o sou.

Sou aquele que, por suas próprias razões, separou o coração da razão.

Fechou a porta para vida completa, escolhendo viver apenas metade dela.

Uma existência sem bom ou mal. Sem sorriso ou tristeza.

Se concentrando apenas em continuar. Independente do que lhe custar.

Se a memória for ruim, descartada será. Se alguém me ferir, ferido também o será.

❖❖❖
Apreciadores (3)
Comentários (1)
Postado 09/08/19 12:48

Incrivel obra, está mais do que incrivel, está sublime meu caro amigo

fico feliz que sempre poste coisas boas, suas escritas me animam, outras me fazem pensar e outras... bem, me fazem sentir.

Parabéns

Postado 10/08/19 13:18

Se você soubesse como eu estou , Sah, e pelo menos imaginasse