Memórias de um dinossauro
Nilton Victorino Filho
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 31/08/19 11:07
Gênero(s): Comédia Cotidiano
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 52seg a 1min
Apreciadores: 0
Comentários: 0
Total de Visualizações: 45
Usuários que Visualizaram: 1
Palavras: 139
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Memórias de um dinossauro

Em 1991, meti uma firma no pau e tirei uma bolada, dinheirinho bom de verdade.

Meu amigo Outrossim, olha bem o nome da criatura, sabendo do acontecido, ofereceu os préstimos como consultor de negócios.

Disse que eu devia pegar todo o montante e investir em ações da companhia telefônica, ele mesmo já havia convertido tudo o que havia economizado nessas tais ações.

Fiquei mesmo tentado, por essa época o aparelho celular era delírio de ficção científica e uma linha telefônica tinha o preço de uma boa casa.

Mas, como é da minha natureza, amarelei e torrei a grana toda sem arrependimentos.

Eu tenho um telefone fixo que toca uma vez por semana e, mesmo assim é engano ou cobrança.

O amigo nunca mais vi e sempre que vejo um mendigo na rua, tenho a impressão de que vou encontrá-lo.

❖❖❖
Apreciadores (0) Nenhum usuário apreciou este texto ainda.
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!