Proeminência
Jdcc1
Tipo: Lírico
Postado: 03/12/19 21:18
Gênero(s): Romântico
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 43seg a 58seg
Apreciadores: 0
Comentários: 0
Total de Visualizações: 103
Usuários que Visualizaram: 1
Palavras: 117
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Proeminência

As vezes no labirinto das minhas percepções

Surge sorrateiro o calabouço das tuas inseguranças

Pois além das minhas vagas divagações

Existe em tua alma fatídicas lembranças

Sois tuas memórias como uma armadura

A defender-se copiosamente da desilusão

Mas esqueces que nosso amor é candura

E meu anseio por ti beira insanamente a rendição

Como se cada uma de minhas falhas e desacertos

Fosse para ti metódica comprovação

De que seus amores sobrevoam o céu dos imperfeitos

E pior, tua tristeza respira insubordinação

Sinta-me com a mesma necessidade egoísta de outrora

Não me limite ao cruel hábito de suas comparações

Pois o espelho passado não reflete amores de agora

E nem permite a simples menção das inexistentes ilusões

❖❖❖
Apreciadores (0) Nenhum usuário apreciou este texto ainda.
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!