Retrovisor
Mari Freitas
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 22/03/16 17:13
Editado: 22/03/16 17:15
Gênero(s): Cotidiano Crônica
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 54seg a 1min
Apreciadores: 4
Comentários: 1
Total de Visualizações: 202
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 146
[Texto Divulgado] "Bons sonhos " Deus sabe o quanto sinto sua falta... Pra você, dedico todo o meu amor.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Retrovisor

Bem , mas o que quero dizer mesmo, é que,

realmente a crise da idade chegou e to de mal com o espelho.

Pra falar verdade, com qualquer coisa que reflita minha imagem.

Janelas, retrovisores..ah...principalmente os retrovisores...

Eles me mostram aonde eu estive e

pensando nisso , pego a contra-mão e dou de cara com a vida

que me aguarda logo na esquina.

E uma seta que aponta pra todos os lados.

Nessa altura do campeonato, eu vejo pelo retrovisor a mulher que fui.

Enfim, faço as pazes com todos os reflexos.

O espelho só mostra o que a jovem afoita que vive em mim,

não gosta de ver, que são as linhas de expressão a me envelhecer.

Marcas que só o tempo é capaz de fazer e pra quem se atreveu a viver.

Então, dou um dane-se para o espelho, olho pelo retrovisor, sorrio e vou escrever!

❖❖❖
Apreciadores (4)
Comentários (1)
Postado 23/03/16 17:51

Esse final é íncrivel. Raul Seixas diria: "o homem é o exercício que faz." Isso é muito correto, pois um homem nada pode ser se nada fazer. Então vivamos e deixemos que a história das nossas vidas sejam grafadas em nosso corpo e em nossa alma.

Belísimo texto. Parabéns!

Postado 23/03/16 19:41

obrigada. na verdade, escrevi sem nem ver nada, só pensando mesmo nas linhas de expressão que só o tempo revela, e como a gente tem que se despir da vaidade, e pensar feliz que lá vai a idade....rsssss