Retrovisor
Mari Freitas
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 22/03/16 17:13
Editado: 22/03/16 17:15
Gênero(s): Cotidiano Crônica
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 54seg a 1min
Apreciadores: 4
Comentários: 1
Total de Visualizações: 218
Usuários que Visualizaram: 7
Palavras: 146
[Texto Divulgado] "Por trás da porta" ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Retrovisor

Bem , mas o que quero dizer mesmo, é que,

realmente a crise da idade chegou e to de mal com o espelho.

Pra falar verdade, com qualquer coisa que reflita minha imagem.

Janelas, retrovisores..ah...principalmente os retrovisores...

Eles me mostram aonde eu estive e

pensando nisso , pego a contra-mão e dou de cara com a vida

que me aguarda logo na esquina.

E uma seta que aponta pra todos os lados.

Nessa altura do campeonato, eu vejo pelo retrovisor a mulher que fui.

Enfim, faço as pazes com todos os reflexos.

O espelho só mostra o que a jovem afoita que vive em mim,

não gosta de ver, que são as linhas de expressão a me envelhecer.

Marcas que só o tempo é capaz de fazer e pra quem se atreveu a viver.

Então, dou um dane-se para o espelho, olho pelo retrovisor, sorrio e vou escrever!

❖❖❖
Apreciadores (4)
Comentários (1)
Postado 23/03/16 17:51

Esse final é íncrivel. Raul Seixas diria: "o homem é o exercício que faz." Isso é muito correto, pois um homem nada pode ser se nada fazer. Então vivamos e deixemos que a história das nossas vidas sejam grafadas em nosso corpo e em nossa alma.

Belísimo texto. Parabéns!

Postado 23/03/16 19:41

obrigada. na verdade, escrevi sem nem ver nada, só pensando mesmo nas linhas de expressão que só o tempo revela, e como a gente tem que se despir da vaidade, e pensar feliz que lá vai a idade....rsssss