Silêncio
Meiling Yukari
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 23/08/20 16:43
Editado: 03/10/20 12:53
Gênero(s): Drama Romântico
Avaliação: 9.5
Tempo de Leitura: 7min a 10min
Apreciadores: 11
Comentários: 9
Total de Visualizações: 645
Usuários que Visualizaram: 18
Palavras: 1246
Este texto foi escrito para o concurso "Challenge Musical" A proposta do “Challenge Musical” é simples: vocês terão que escrever uma obra com base na interpretação de uma música. Ver mais sobre o concurso!
Não recomendado para menores de catorze anos

Esta obra participou do Evento Academia de Ouro 2020, indicada na categoria Conto ou Crônica.
Para saber mais sobre o Evento e os ganhadores, acesse o tópico de Resultados.

Notas de Cabeçalho

Olá, fofuras do meu coração!!

Escrevi essa história triste a partir de uma música triste, Hush, que é tema de um casal triste de uma novela coreana triste, Goblin, rs.

É pura tristeza, mas espero ser o tipo de tristeza que aqueça os coraçõezinhos de vocês <3

Link da música nas notas finais!

Capítulo Único Silêncio

Sou um homem de existência miserável, praticamente só tive sofrimentos e tormentos nesta vida, e muito pouco havia conhecido da felicidade. Até você chegar.

Quando você entrou na minha vida, eu não te queria por perto, pois sua existência tão alegre, bonita, e que irradiava luz, não combinava com a minha escuridão provocada pela árdua vida que tinha vivido até então.

Mas de repente, não sei quando nem como, você definitivamente conseguiu invadir meu coração. Foi pouco a pouco, mas você, mocinha, invadiu todo o meu ser, trouxe as cores de volta para a minha vida, e tornou tudo mais fácil de suportar. Pelo menos era assim até poucos meses atrás, quando tudo virou cinzas novamente com o descobrimento da minha doença.

Você se fez de forte, fingiu que estava aguentando o tranco, mas eu sei, eu pude ver no fundo dos teus olhos que a dor era demais para aguentar. E isso me rasgou por dentro, me dilacerou até o ponto de eu não saber mais o que fazer para parar de te ver sofrer assim, por mim.

Através do sonho sem fim

Eu vi você no caminho de volta

Lá eu andava com você em meus braços

Eu te agradeço tanto, meu amor, pois você olhou através da minha armadura, e chegou até meu âmago. Somente você foi capaz de fazer isso, meu bem, e durante esses anos mais bonitos da minha vida, você conseguiu me afastar dos meus medos.

Através da escuridão embaçada

Velando-me pelo crepúsculo

Nós estivemos longe dos meus medos

Porém, agora que essa doença maldita me pegou, nós sabemos que o fim está próximo. Mas, por favor, meu doce amor, acredite em mim, algum dia nós vamos nos reencontrar de novo, e nessa futura nova vida você será a luz dos meus dias, pois somente a tua alma será capaz de iluminar a minha.

Em algum outro lugar eu vou te ver

Nossos dias serão como flores

Florescendo ao seu redor, tão brilhantes

Eu ainda estou vivo, mas é como se eu já estivesse morrendo, pois mesmo com você aqui ao meu lado, eu já começo a sentir sua falta, eu já sinto saudades de ti, como se eu não pertencesse mais a este mundo. Você segura minha mão, você sorri para mim, e tudo que eu enxergo é teu sorriso se desvanecendo, sumindo pouco a pouco da minha visão.

Será que é porque, morto, eu não poderei mais ver teu sorriso? Ou será que é porque você irá perder a capacidade de sorrir estando sem mim? Eu não suporto pensar nas possibilidades...

Pouco a pouco, eu vou sentindo sua falta

E sua risada que era como um raio de sol

Vai desaparecendo na sombra das lágrimas

É tão difícil... a dor é insuportável demais. Meu corpo está fraco, não consigo mais comer direito, nada para em meu estômago. Queria tanto poder comer aquela lasanha gostosa que só você sabe fazer, mas esta casca inútil está apodrecendo dia após dia. E eu só enxergo a escuridão, a morte e a angústia desoladora que me esperam quando eu ficar sem a tua presença, quando tudo terminar em escuridão e silêncio.

Você e somente você, meu precioso amor, é minha única luz neste mundo cruel. Eu não quero te deixar sozinha, se sentindo abandonada por mim. Não quero deixar para trás tudo isso que construímos juntos. Mas o que eu posso fazer? Estou morrendo a cada minuto que passa...

Meu benzinho mais lindo, o teu doce amor caiu sobre o meu endurecido coração, e eu caí totalmente por você, completamente apaixonado. Mas agora estou apenas caindo rumo a escuridão, com minhas asas quebradas e doentes.

Tudo ao meu redor é sua luz

Com você tudo brilha tanto

Como é que vamos deixar tudo para trás?

Porque o seu amor está caindo em meu coração

E eu estou caindo por você

Caindo com as asas quebradas novamente

Mas eu tenho que fingir ser forte. Por você.

Meu pequeno anjo, meu pobre coração não aguenta mais te ver chorar, por favor, deixe-me secar suas lágrimas com um beijo, e te dizer que está tudo bem com minha partida, pois mesmo distante eu vou continuar aqui, com você.

Quando tudo for apenas silêncio, mesmo que você não possa me enxergar, saiba que minha alma sempre vai estar junto de ti: em cada lindo sorriso teu, a cada vez que surgirem lágrimas em teus belos olhos, e sempre que a noite estiver gelada demais, essa parte invisível de mim sempre estará junto contigo. Acredite em mim, meu amor, eu te prometo.

Silêncio agora, meu anjo

Eu sempre estarei com você

Em seu lindo sorriso

Em um brilho de lágrimas

Através da noite congelante

Eu estarei lá com você

Não sei quanto tempo mais eu vou aguentar, a cada dia me sinto menos dono do meu corpo. Esta casca sofredora está se partindo pouco a pouco para libertar esta minha triste alma dilacerada. Não sei mais por quantas noites eu irei sobreviver, e o dia em que você acordará sozinha se aproxima mais e mais, a passos rápidos.

Mas, por favor, meu doce anjo, tente não chorar tanto. Pense que eu estarei lhe esperando, bem aqui, em nosso local preferido, de onde sempre podíamos ver a lua em ascensão em nossas noites românticas de amor. Se agarre a essas belas lembranças dos dias antigos e não deixe a dor de minha morte te derrubar, meu bem, pois de onde quer que eu esteja eu quero lhe ver bem, pois eu te amo de todo meu coração.

Talvez algum dia

Você acordará sozinha sem mim

Mas não chore de novo

Eu estarei esperando aqui

Onde a lua está em ascensão

Como nos velhos dias

Então, por favor, meu adorado anjo, não adoeça com a minha morte. Mesmo que tudo seja sempre silêncio, mantenha teu meigo sorriso, pois eu estarei nele. Mantenha tua contagiante alegria. Mas também saiba que, nos poucos momentos em que você se permitir chorar, eu vou estar presente em cada uma de tuas tristes lágrimas. E mesmo que eu não possa mais te aquecer com meu corpo nas noites geladas, eu ainda poderei te aquecer nas lembranças que você guardará de nós. Meu querido amor, você nunca estará sozinha, eu sempre te acompanharei.

Silêncio agora, meu anjo

Eu sempre estarei com você

Em seu lindo sorriso

Em um brilho de lágrimas

Através da noite congelante

Eu estarei lá com você

A vida está sendo tão cruel conosco. Meu corpo todo dói como se fosse se romper em mil pedaços, devido a esta doença maldita. Nem todos os remédios do mundo estão sendo capazes de aliviar minha dor. Mas eu escolhi sair do hospital e morrer em casa, em seus braços amorosos, minha vida.

E estou aguentando firme, para permanecer o máximo possível de tempo ao seu lado, sentindo tua sublime respiração em minha pele castigada. Venha aqui, meu amor, me abrace, vamos permanecer assim durante esta noite, pois quero sentir cada pedacinho teu junto a mim, transmitindo calor. Venha dormir, meu anjo, vamos sonhar juntos, pois no mundo dos sonhos nós podemos estar juntos eternamente, enquanto que aqui, talvez, esta seja nossa última noite...

Eu te amei, eu te amo, e eu sempre te amarei, sempre, mesmo que o silêncio venha inevitavelmente substituir minha presença.

Talvez você sempre irá respirar em mim

Sempre em meu coração

Todos os pequenos pedacinhos de você

Veja como eles brilham

Venha comigo esta noite

Estaremos sonhando longe daqui

Sempre

❖❖❖
Notas de Rodapé

Hush

Hush (Silêncio) é uma música do cantor sueco Lasse Lindh.

E ela faz parte da trilha sonora do dorama coreano Goblin: The Lonely and Great God.

Apreciadores (11)
Comentários (9)
Comentário Favorito
Postado 24/08/20 09:17

Não só aqueceu meu coração como também fincou uma adaga nele. Essa história é maravilhosa. E agoniante. E melancólica. E linda. Sua escrita é linda demais, pude sentir todo o amor que há entre eles e a tristeza que ele sente por conta da doença. É como se fosse uma bela despedida que não deixa de ser triste.

“Será que é porque, morto, eu não poderei mais ver teu sorriso? Ou será que é porque você irá perder a capacidade de sorrir estando sem mim? Eu não suporto pensar nas possibilidades…”

Essa frase em especial me atingiu em cheio. E eu preciso muito escutar essa música.

Está maravilhoso, mas eu não poderia esperar menos de um texto escrito pela senhorita <3.

Abraços <3<3

Postado 24/08/20 13:24

Aaaaaaaaaa com quantas palavras e elogios tão maravilhosos você me presenteou <3

Sinto-me tão extremamente feliz com seu comentário, Sr. Leonardo!!! Muito obrigada mesmo por ter lido e gostado tanto do que eu escrevi!!!

Essa frase é, junto com a última frase sublinhada do texto, minhas preferidas!! Fico contente que você tenha gostado!!

O vídeo que coloquei nas notas finais possui cenas fofinhas do casal original da novela, e legendas com a tradução da música! Espero que você aprecie tanto quanto eu!

Muitos abraços <3 <3 <3

Postado 23/08/20 21:31

Triste, maravilhosamente triste e lindo , ao mesmo tempo. O amor é uma incrível força ate nos momentos difíceis de nossas curtas vidas humanas

Postado 24/08/20 13:26

Olá, Urizen <3

Muito obrigada mesmo por ter lido meu texto e vindo comentar essas palavras tão elogiosas para mim!!

Seu comentário encheu meu coração de alegria!!

Um abraço para você <3 <3

Postado 24/08/20 12:25

AAAAAAAAAAA EU AMO GOBLIN MEUDEUS

que texto lindo, obra linda, tudo lindo, quero chorar cacete, tudo perfeito!!!

Obrigada pelas sensações incriveis que isso me deu

ABRAÇÃO APERTADO PRA VC VIU? <3

Postado 24/08/20 13:28

AAAAAAAAAAAAA MEU DEUS ENCONTREI UMA DORAMEIRA AQUI AAAAAAA ME ABRAÇA <3 <3

Senhorita Estrela, receber um comentário tão fofo e cheio de elogios vindo de uma escritora tão incrível como você, me é muito significativo!!!

Ainda mais que você já assistiu Goblin e carrega esse mesmo peso que eu no coração hahahaha

Um enormíssimo abraço dorameiro para a senhorita <3 <3

Postado 25/08/20 00:17

Impressionante!!! Digno de aplausos, cada gota de emoção bem expressada, fazendo o leitor sentir e vivenciar a dor!!

Abraços

Postado 25/08/20 13:19

Estou explodindo de felicidade por esse seu comentário tão gentil sobre meu texto!! <3

Eu agradeço imensamente sua presença e elogios!!

Um grande abraço <3

Postado 26/08/20 11:43

Que texto mais fofinho e cheio de tristeza, achei muito bonito todo o jeito que vc foi descrevendo os sentimentos e nossa, eu senti toda a tristeza viu, pq tudo foi muito bem escrito e combinou certinho com a música, parabéns viu, ficou lindo *_*

Postado 30/08/20 13:55

Olá, senhorita Vilma!!

Agradeço muitíssimo por seus tão fofos elogios sobre minha obra!

Um grande abraço <3

Postado 27/08/20 18:49

Essas palavras conseguem transmitir em essência o que é morrer aos poucos, mesmo amando demais alguém. É muito difícil para quem parte e ainda mais difícil para quem fica. É a eterna certeza de que em algum momento, aquela presença tão constante sumirá abruptamente e nada no mundo consegue ser mais triste do que isso.

A narrativa é embargada de melacolia. Há sofrimento transbordando na mesma medida que há muito amor. A história de ambos é tão forte e emocionante, pois existe a coragem dela em estar com ele até o fim (mesmo que isso acabe com ela) e a força dele em permanecer respirando e lutando para continuar ao lado dela (mesmo que isso doa na pele dele). As palavras soam constantemente como uma despedida e o leitor se sente tão pequeno diante dessa imensidão de sofrimento do casal, pois não há o que fazer. A morte é certa e a partida virá sem hora marcada, mas e o amor? Ele permanecerá nas lágrimas, no sorriso e no coração desta mulher que terá que seguir em frente sem seu amor para acompanhá-la.

Obrigada por compartilhar essa obra tão emocionante conosco! Boa sorte no concurso!

Parabéns, mil vezes, Mei

Postado 30/08/20 13:58

Aaaaaaaaa que interpretação mais linda a senhorita fez do meu texto!!

Estou encantada com toda a sua sensibilidade ao falar e comentar sobre essa história!!

Eu te agradeço imensamente pela presença tão querida e pelo comentário tão lindo e profundo <3 <3 <3

Um grande abraço <3 <3 <3

Postado 05/09/20 13:54 Editado 05/09/20 14:00

Lindo demais! Sem dúvida uma das mais preciosas joias deste concurso...

Me lembra uma safira que ao mesmo tempo em que ao utilizá-la como lente veríamos as cenas num azul triste, se colocada num faixo de luz transmite seus reflexos multicoloridos...

Ao ler seu texto o leitor experimenta esta paleta de sentimentos que vai da paixão ao amor mais doce, terno e cálido, passando pela imensa alegria de ser amado e plenamente correspondido, à tristeza infinda da angustiante espera do inevitável...

Seu texto é sem dúvida uma preciosa safira, uma joia rara e cheia de beleza, que enternece e encanta e ao mesmo tempo traz uma gélida tristeza...

Agradecida pela multiplicidade de emoções e sentimentos experienciados por meio de sua obra, bem como pela deliciosa sensação de que amores assim realmente existem, e que podem ser belos e se estender por toda eternidade...

Muito sucesso, senhorita!

Torcendo por ti!

Postado 06/09/20 17:40

Senhorita Monise, seu comentário me emocionou profundamente!!

Eu não tenho nem como agradecer por tanta gentileza e fofura em suas palavras!! <3

Que coincidência, eu acho a safira a joia mais bonita, então ter meu texto comparado a ela me deixou imensamente feliz e agradecida!!

Muito obrigada mesmo, do fundo do meu coração!!

Um enorme abraço para você!! <3

Postado 12/09/20 23:55

Eu acho que uma das coisas mais bonitas sobre o amor é o modo como ela nos domina sem pedir licença ou sem avisar. Nós não escolhemos por quem iremos nos apaixonar, muito menos se será recíproco ou quando isso irá ocorrer. Mas independentemente do modo, eu acredito que tudo ocorre por um acaso, seja para nos tornar fortes, ou para que nossa história inspire outras pessoas - em superar ou acreditar.

Por mais que o nosso protagonista tenho no início recusado a aproximação (e quem somos nós para julgarmos? Eu faria exatamente igual!), sua amada acabou sendo o seu pote de inspiração e fortalecimento. Por mais que o destino não quis deixá-los unidos, as lembranças que cada um carregará - principalmente ela, que sobreviverá a essa excruciante realidade - são primordiais e essenciais.

Pois apesar de tudo, foi nesse momento que eles começaram a viver. O que chega a ser irônico e cruel essa realidade: ter que morrer para começar a viver.

Eu consigo imaginar a dor, tanto dele devido a doença e a certeza que não viverá a vida ao lado dela, quanto dela, em saber que perderá o seu amado em um futuro não tão distante. Mas a maneira como lidaram com essa situação é inspirador. Porque apesar de toda a escuridão que os rodeiam, eles foram luz um do outro.

As batidas dos corações unidos em meio ao silêncio do crepúsculo.

Meus parabéns pela linda obra, Mei. E muito obrigada pela sua participação ♡

Postado 13/09/20 11:29

Senhorita Pam <3

Ler o seu comentário tão lindo fez com que eu enxergasse meu texto com outros olhos, ainda mais carinhosos em relação ao que eu escrevi, e eu te agradeço muito por isso!!

A senhorita tem uma incrível capacidade de enxergar bem no fundo do texto e dizer as melhores palavras nos comentários!!

Muitíssimo obrigada pela oportunidade de participar do concurso!!

Um enorme abraço <3

Postado 12/09/20 23:56

Eu conheço o dorama, então pude imaginar a situação de um outro ângulo, afinal, sei o que acontece e sei quem são os protagonistas do seu texto. Talvez por isso, a imagem de morrer aos poucos me pareça mais triste do que já é.

A melancolia que habita cada frase é palpável e faz com que a leitura se torne ainda mais triste, à medida que a morte vai aproximando dos personagens.

Você conseguiu criar algo extremamente compatível com a música e com todo o universo complexo e triste que é Goblin. Confesso que me vi gostando um pouco mais dos personagens agora. (Pois é, eu sempre preferi o ceifador. Me julgue.)

Geralmente penso que “a única certeza é o fim”, mas aqui existe mais de uma certeza. Certo, a morte virá, mas o amor também se fez e fará presente. A história deles é linda e emocionante.

Parabéns e muito obrigada pela participação.

Postado 13/09/20 11:38

Essa senhorita Flávia dorameira <3

Sinto uma imensa felicidade em saber que você já assistiu esse dorama e enxergou a minha história desse outro ângulo!!

Foi em um momento de loucura que pensei: hmmmm e se eles fossem pessoas normais e ainda assim sofressem horrores em sua vida amorosa? E daí pensei em uma outra pessoa aí. E juntando essas duas coisas surgiu essa ideia da doença e de ir morrendo aos poucos...

Aaaahhhh mas pode me julgar também, pois eu também prefiro o Ceifador hahahaha, acho a história dele com a Sunny mais triste, e me fez chorar mais kkkkkk.

Mas fico muito feliz que depois do meu texto, tanto você quanto eu, conseguimos gostar um pouco mais do casal principal, que é maravilhoso também, rs, (só não mais que o outro, rs).

Um enorme abraço <3