Filhas da Grécia (Em Andamento)
L Fhost
Usuários Acompanhando
Tipo: Romance ou Novela
Postado: 30/03/16 22:52
Editado: 30/03/16 23:35
Qtd. de Capítulos: 1
Cap. Postado: 30/03/16 22:52
Cap. Editado: 30/03/16 23:35
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 8min a 11min
Apreciadores: 1
Comentários: 1
Total de Visualizações: 442
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 1362
[Texto Divulgado] "Eu" Hora de desfazer algumas imagens mal construidas sobre mim.
Não recomendado para menores de catorze anos
Filhas da Grécia
Notas de Cabeçalho

Eu tenho essa história a um tempo, encontrei a página hoje e me apaixonei, então decidi postar minha fic aqui.

Espero que gostem.

Um beijo e um queijo...

~Fhost

Capítulo 1 Diga X

Lorena

Acordei um pouco atrasada hoje, infelizmente, porque assim que abri os olhos percebi que Yasmin estava tirando uma foto minha , de cabeça para baixo na cama:

-Diga "X"- disse ela.

-Apaga isso agora antes que à situação se inverta - respondi com o tom mais desafiador possível estando com sono. Ela pareceu entender e seguiu para o banheiro. Me levantei devagar, tomando cuidado para não cair de vez ou bater a cabeça no beliche.

++++

No café da manhã, sentamos na mesa de sempre. No começo um silêncio pairou sobre a nossa mesa, estávamos com sono e cansadas, terça nunca é um dia bom, mas Melissa perguntou:

-O que vocês acharam do treino de ontem?

-Foi bom, só que acordei com dor nas costas - respondi.

-Eu dormi com um anjo - retrucou Yasmin sarcasticamente.

-Claro, você não foi pro treino, você nem faz vôlei na realidade - respondeu Nathália.

Após o fim do café fomos para a sala de inglês. Cada aula dura 60 minutos, com intervalos de 5 minutos entre cada uma.

Faltando 2 minutos para começar a aula, a coordenadora entra com um aluno novo na sala:

-Bom dia alunos, este é Heitor, novo colega de sala de vocês.

-Bom dia Heitor - a sala respondeu em coro.

-Sinta-se a vontade, e sente onde quiser - terminou ela, depois saiu da sala. Ele parecia investigar a sala à procura de um lugar, e encontrou um ao meu lado.

Ele usa muletas, tem uma pele bronzeada, cabelos ruivos e cacheados e uma cara um pouco velha para a idade que é permitida na nossa sala.

Na primeira e na segunda aula seguiu tudo normal, as conversas de sempre, mas ao começar a terceira:

-Precisamos sair daqui !- disse Heitor cochichando.

-Como assim?- perguntei.

-Nós precisamos sair daqui!

-Por que? E nós quem?

-Ela chegou! Eu e suas amigas precisamos sair daqui!

-Ela quem?

-Aquela ali atrás - disse apontando para uma garota no fundo, de cabelos ruivos.

-Ela?! Aquela é Beatrice Collins, ela não machuca nem uma formiga!

-É a névoa, na verdade ela é uma Lâmia.

-Quem? Névoa?

-A névoa é o que esconde quem realmente ela é. Lâmia era uma belíssima rainha da Líbia, filha de Poseidon e amante de Zeus, Hera, mulher de Zeus, corroída pelos ciúmes, matava seus filhos ao nascer e, ao final, a transformou em um monstro. Então desde aquele dia ela passou a perseguir crianças, "semideuses", para sugar-lhes o sangue.

-Ta. Mas o que eu tenho haver com isso e... Pera, você disse semideuses? Eles realmente existem?

-Aham, eles são metade Deuses metade humanos, existem desde que os Deuses começaram a se procriar. Mas não é hora para isso, precisamos sair daqui.

-E po rque? O que a gente tem haver com essa rainha?

-Ela quer matar vocês.

-E por que?

-Porque vocês são semideusas?

-É o que? Não entendi a história? Semideusas? A gente? Pufff…

-Sim, nós precisamos sair daqui. Vocês são filhas de algum Deus grego ou Deusa.

-Eu não vou confiar em você. Provavelmente você deve ter fumado algo estragado ou bebido ambrosia demais.

-Viu?

-O que?

-O que você disse. Ambrosia é a comida dos deuses, o seu lado divino ta te avisando.

-Você tá viajando, eu não disse isso.

-Você sabe que disse, mas não quer aceitar. Você tem que acreditar em mim.

-E por que?

-Porque eu sou um sátiro, metade bode metade humano, trabalho para os deuses - ele mostrou dois em chifrinhos sua cabeça, bem disfarçados no cabelo - E eu fui enviado pelo Acampamento Grego Semideus Valente.

-Uhmm... E como eu posso confiar em você? Vai que é tudo mentira.

-Já aí depende de você, todas as histórias que você já escutou sobre mitologia grega são REAIS. E você ta sentindo que deve confiar em mim.

-Todas... Não sei... Vou acreditar em você, mas qualquer gracinha o número da polícia já está na chamada de emergência.

-Garanto a você, que você não irá se arrepender - disse ele em um tom bem convincente.

-Ok, mas agora vamos precisar convencer ao resto do "Quarteto Fantástico" a sair do internato, além de arrumar um jeito de sair daqui.

++++

No intervalo.

Depois de muito falar, além de uma grande dificuldade para tentar convence-las sem que endoidassem, conseguimos chegar a uma decisão :

-Certo, vamos acreditar nessa doideira, mas, como vamos sair?- perguntou Nathália.

-Eu não sei, mas precisamos bolar um bom plano - digo.

++++

-E então, esse vai ser o plano? - pergunta Nathália.

-Nãaaaaaaaaao... imagina, a gente ficou esse tempo todo discutindo para nada - digo.

-Há há há, muito engraçado - Nathy responde.

-Sim, esse vai ser o plano - disse Heitor -Todas já sabem o que devem fazer. Então, vamos?

-Ok né, já que não temos outra escolha - diz Melissa.

Seguimos então para o caminho indicado. O plano era atrair Beatrice para a sala de biologia, e lá matar ela. Só que sabendo que ela ia contra atacar, Heitor disse que tinha um elemento surpresa, que ele não quis nos dizer.

++++

Nós 4 fomos para aula, em quanto Heitor ia arrumar a armadilha para ela na sala de biologia. Assim que acabou a aula de física, no momento de trocar de sala, fomos em direção a sala de biologia em vez e matemática e pelo reflexo da porta de vidro percebi que ela havia nos seguido. Entramos:

- Olha, vocês realmente são muito burras. Pelo visto vinheram para cá, eu sabia que iam preferir essa sala para fugir.

- AVA, agente ta no México, em uma varanda de restaurante, comendo tacos, não está vendo? Desculpa, deve ser a névoa.

“Isso ta me afetando mentalmente”

-Então, o que você quer com a gente sua rainha megera? - diz Melissa já com raiva.

-Hum... Pelo visto vocês já sabem do meu disfarce... - Fumaça, corrigindo, névoa, muita névoa começou a rodea-lá. E então, meu mundo caiu, ela era muito maior do nós pensávamos, pelo menos nós, Heitor pareceu não mudar de expressão.

Nathália

Nesse momento eu já estava pirando, já bastava tentar fugir de um internato estadual, agora isso, ter que enfrentar uma rainha demoníaca louca, que come crianças, uhul, divertidíssimo.

Ela nos olhava com uma cara bem desafiadora.Tinha uma cauda verde escamada no lugar das pernas e da cintura para cima um corpo de mulher (muito bonita por sinal).Fiquei apavorada, quem levasse uma caudada dela ia ficar com um belo hematoma. Heitor decidiu falar (ATÉ QUE ENFIM):

-Agora que já botou medo nelas, podemos matar você?

-Acho difícil, com que você pretende me matar?

-Com isso - e em um movimento rápido, Heitor nos lançou quatro anéis - Coloquem nos dedos e eles começaram e se transformar nas armas que vocês melhor manejam!

Essa era a surpresa. Colocamos e " num passe de névoa", os apitos se transformaram em armas: Para mim - um cinto com várias facas, para Yasmin - uma lança, para Lorena - uma espada, e para Melissa - um arco e uma aljava, não me pergunte como eu sabia o nome da bolsinha de flechas, só sei que sei:

-Agora isso vai ficar interessante... - E ela atacou. Primeiro Heitor, ela chegou bem perto dele e meio que soltou um bafo verde na cara dele, que o fez desmaiar:

-O cara já usa muletas, e você vai e deixa ele inconsciente?! - gritou Lorena - Haaa querida, agora é que você morre! - Lorena gritou mais alto ainda e saiu correndo em direção a ela, e eu e Yasmin fizemos o mesmo.

Melissa se afastou o máximo que podia, e começou a lançar a maior quantidade de flechas que eu já vi na minha vida, ela estava fazendo isso muito rápido, e parecia que elas não acabavam.

Lorena deu o primeiro golpe, sem muito efeito porque Lâmia defendeu, mas no segundo... Ela conseguiu cortar o braço dela fora:

-Uhm, parece que está afiada... - Lorena disse.

-É mesmo, pena que regenera - disse Lâmia com cara de satisfeita, e começou mesmo a regenerar, e muito rápido aliás:

-MALDITA! - ela respondeu, mas, não devia ter respondido, Lâmia fez o ataque surpresa, ela golpeou Lorena com o rabo, na cintura, o que fez que ela caísse longe, e pra completar Lorena, aquela ridícula, imbecil e idiota, bateu a cabeça na parede em que foi jogada, e desmaiou. Pensei, pronto acabaram de acabar nossas chances de matá-la.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Bom é isso, vou tentar postar depois ;)

Um beijo e um queijo...

~Fhost

Apreciadores (1)
Comentários (1)
Postado 31/03/16 05:10

Uou. Quanta coisa hehe

Primeiramente, obrigado por se registrar no site e seja bem vinda :)

A história parece ter vários elementos fantásticos diferentes, que foram apresentados meio que de supetão para o leitor, e eu me senti assistindo um primeiro episódio de anime daqueles que te jogam no meio da ação antes de explicar muita coisa. A história é bacana, mas acho que poderia ter seus personagens e detalhes apresentados de uma forma mais cadenciada para imergir, aos poucos, o leitor no mundo fictício da aventura.

Já que você é nova por aqui e gosta de escrever, também recomendo tentar postar textos mais curtos, como contos e poemas de até umas 500 palavras, pois é difícil conseguir atrair o interesse das pessoas para o seu romance longo logo de cara, antes do pessoal te conhecer. Aproveita a sua próxima visita e dá uma explorada no site, dá uma lida nos textos de outros atores, conversa com os usuários no bate papo, e tenho certeza que se divertirá muito por aqui.

Adorarei ler mais obras suas. Até a próxima o/

PS: Ah, e por que o texto está inteiramente em negrito?