Vinho veraneio não cai bem na primavera.
thai stardust
Tipo: Lírico
Postado: 18/02/21 23:37
Editado: 18/02/21 23:48
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 39seg a 53seg
Apreciadores: 2
Comentários: 1
Total de Visualizações: 79
Usuários que Visualizaram: 4
Palavras: 106
[Texto Divulgado] "Escrevendo O Rei de Amarelo" Uma professora de Literatura e Escrita Criativa decide trazer para a realidade uma peça fictícia que deixa seus leitores loucos. O que poderia dar errado?
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Oi gente!

Sim, eu sumi por um tempo mas aqui estou novamente hahaha demora mas eu sempre volto.

Espero que gostem desse poeminha simples da minha antologia "Pêssegos e Creme"!

Boa leitura!

Gratidão!

:) <3

Capítulo Único Vinho veraneio não cai bem na primavera.

Minha doce Rubi,

sempre sorrio quando me lembro da primeira vez que te vi.

Você tinha pinta de que sabia sobre minha paixão por olhos castanhos,

e minha facilidade de me apaixonar por estranhos.

Rubi, você é o lugar escuro que minha alma ama estar.

Rubi, fico triste quando me lembro da sua maneira de amar.

E, quando você sorri com seus lábios de cerejas no verão,

por um momento aquece meu coração, mas logo vejo que não.

Suor brilhava em sua pele, era um dia quente.

Escorria e sumia, tal como todo esforço que eu havia feito.

E, pela primeira vez,

outubro quebrou seu coração.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Espero que tenham gostado!

Gratidão e até o próximo!

<3

Apreciadores (2)
Comentários (1)
Comentário Favorito
Postado 18/02/21 23:53 Editado 18/02/21 23:54

"Rubi, você é o lugar escuro que minha alma ama estar."

Essa frase, tal qual o outubro, quebrou minha (de)composição cardíaca...

Eu não sei exatamente o porquê, mas de algum modo seus adoráveis e delicados me remeteram ao filme Doce Novembro, o que não eu diria ser o mais adequado, dada a vibe deste poema... Talvez eu esteja ficando cada vez mais distorcido nesse tipo de assunto/leitura.

Mil perdões por isso e meus parabéns pelo texto afável e, de certo modo, nostálgico...

Atenciosamente,

um ser que não manja nada de frutas, cores, sabores e amores, Diablair.

Postado 27/02/21 23:16

Muito obrigada, Diablair!!!

Confesso que são frases que têm um grande impacto para mim também, são meus pedaços favoritos desse poema!

Muita gratidão! Fico imensamente feliz em saber que você gostou! Saiba que é sempre bem vindo por aqui!

<3

Outras obras de thai stardust

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero LGBT

Outras obras do gênero Poema