Automatic Love
Mariana Heloise
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 30/05/21 10:29
Gênero(s): Cotidiano Romântico
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 2min a 3min
Apreciadores: 4
Comentários: 2
Total de Visualizações: 313
Usuários que Visualizaram: 10
Palavras: 364
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de catorze anos
Notas de Cabeçalho

Olá pessoas que habitam o mundo. Esse texto é referente ao desafio OPMP do mês de maio, onde nos foi dado o tema de Red Velvet, se você assim como eu acha que isso é um bolo, não está totalmente errado, entretanto, se trata de um grupo feminino de K-pop, como esse não é um genero do meu gosto não sei nada sobre, então eu apenas escutei a musica e fiz meu texto. Nos foi sorteado musicas e confesso que a primeira musica que peguei só consegui escutar uma vez e desisti, achei muito nada a ver, então pedi pra mudar e ainda bem que podia, essa ainda não é uma musica que eu goste, mas pelo menos consegui escrever. Nas notas final tem a playlist com as musicas do mês, a minha foi "Automatic". Boa leitura.

FOTO DE CAPA RETIRADA DO CLIPE

Capítulo Único Automatic Love

A noite estava calma, nós estávamos sentados um de frente para o outro, a mesa cheia de diversos pratos que eu desconhecia. Contudo não era a comida que me chamava a atenção e sim você. Enquanto você falava animadamente sobre alguma coisa que eu não entendia, eu apenas observava seus lábios e o quanto eles eram cheios.

Ah, eu realmente te amo...

Amo o jeito que você me abraça, pois sempre faz meu coração palpitar, me deixando atordoada. Amo seu sorriso, amo a forma como segura os talheres, amo como tudo que faz parece natural e amo, principalmente, o jeito como eu apenas te amo, automaticamente, sem nenhuma explicação complexa.

Quando você me convidou para esse jantar, com as mãos tremendo e gaguejando, eu sorri, sorri como há tempos não fazia. Passei o dia pensando em como seria esse jantar, em como seria estar tão próxima de você e como esperava, eu estou totalmente apaixonada por você. Meu coração bate num ritmo inconsistente, chamando seu nome, minha respiração irregular devido a ansiedade, todos os meus movimentos entregando o quanto eu amo você.

No fim da noite, ao sair do restaurante a chuva caia sem preocupações e quando você segurou minha mão, pude sentir sua pele aveludada, quando seu rosto se aproximou do meu, me perdi no brilho dos seus olhos, quando nossos lábios se encostaram, pude sentir nosso amor, um amor imerso e molhado devido a água derramada pelo céu.

Ah, eu realmente te amo, tudo é tão lindo.

Quando nos separamos devido a falta de ar, a adrenalina transborda em meu corpo, eu paro em sua frente, sem saber o que fazer, abrindo e fechando os olhos. Tudo é como um sonho, um sonho cujo não desejo acordar. É tudo tão lindo, suas mãos calorosas, seu sorriso suave, é tudo tão lindo.

A verdade é que estou sendo puxada por você, automaticamente, esse sentimento e tudo que me envolve, eu apenas sigo isso, sem me importar com mais nada. Assim que seguimos nosso caminho, não posso deixar de amar a forma como nossos passos combinavam, naturalmente e eu só quero continuar isso, continuar esse amor, ficar com você e Isso apenas vem automaticamente.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Playlist: https://youtube.com/playlist?list=PLXgLcsOiIpr9kjmeDf40rHBotM41cDQSO

Apreciadores (4)
Comentários (2)
Postado 02/06/21 22:35

Mari, eu gostei do texto. Ele incomoda de um jeito pois parece que a personagem não reage a volta dela, ela está tão submersa no amor que sente que parece que está deixando de viver e aproveitar a volta dela. Ficou perfeito com a música. Parabéns.

Postado 05/06/21 14:50

Muito obrigada! Fico feliz!

Postado 27/05/22 15:37

Ótimo texto, com a musica de brine

Postado 02/06/22 16:54

Obrigada!